Capa da Publicação

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura: As mortes mais brutais do filme, ranqueadas

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, o Universo Cinematográfico da Marvel chegou bem perto de fazer um filme de terror completo, com cenas de sustos e mortes grotescas – a maioria provocada pela Feiticeira Escarlate, que parte em um surto psicótico para reencontrar seus filhos perdidos pelo Multiverso.

Seja nos Illuminati ou nas diferentes variantes do próprio Doutor Estranho, o filme dirigido por Sam Raimi não tem medo de assassinar violentamente alguns de seus novos personagens, apenas para mostrar a gravidade da situação. E aqui, ranqueamos as mortes mais brutais do filme!

Imagem de capa do item

Doutor Estranho Defensor

A morte que abre esta lista é também a primeira morte mostrada no filme, e se trata do Doutor Estranho Defensor, que ajuda America Chavez a escapar de um demônio feito de faixas escarlates. Porém, enquanto a jovem heroína consegue fugir para outra realidade, o destino deste Stephen Strange não é lá muito positivo...

Strange é cortado por uma das "garras" da criatura, e seu corpo começa a apodrecer enquanto ele ainda está vivo. Depois, Strange trai America e tenta roubar seus poderes, mas isso faz com que o demônio tenha mais chances de atacar - e ele começa a empalar o Defensor, atravessando várias vezes o seu torso. Pelo menos, ele ainda volta como um zumbi!

Imagem de capa do item

Capitã Marvel

No meio do filme, a Wanda Maximoff da Terra-838 é possuída por sua contraparte da Terra-616 e parte para a sede dos Illuminati, onde faz um verdadeiro massacre. Porém, de todas as mortes, a menos assustadora sem dúvidas é a de Maria Rambeau, que nesse universo tomou o posto de Capitã Marvel no lugar de Carol Danvers.

Maria é a que melhor consegue usar seus poderes para frear a fúria destrutiva de Wanda, mas acaba sendo derrotada em combate e morre esmagada por uma estátua que a vilã derruba com seus poderes. Não é muito diferente da "morte" de Wanda ao fim do filme - mas essa não está na lista porque nós já sabemos que a Feiticeira Escarlate vai retornar em algum momento...

Imagem de capa do item

Doutor Estranho Supremo

Embora o conceito dessa morte seja brutal, o que vimos no filme é muito mais triste e trágico do que propriamente grotesco. Durante a reunião dos Illuminati, descobrimos um pouco do que aconteceu com o Doutor Estranho da Terra-838, que absorveu muitos poderes do Multiverso e acabou provocando Incursões.

Após derrotar Thanos em batalha, o mago se rende aos seus colegas e é sacrificado por conta dos crimes que cometeu. Para isso, Raio Negro se aproxima dele e sussurra as palavras "sinto muito", o que faz com que essa versão do Mestre das Artes Místicas seja simplesmente pulverizado em pleno ar. É uma cena igualmente bonita e desoladora.

Imagem de capa do item

Senhor Fantástico

Um dos momentos mais surpreendentes do filme acontece quando John Krasinski aparece como Senhor Fantástico, preenchendo o fancast de muitos fãs da Casa das Ideias. O personagem aparece pouco e nem usa muito os seus poderes elásticos, mas sua morte nas mãos de Wanda Maximoff é bem grotesca.

Em dado momento, Wanda o paralisa com seus poderes arcanos e começa a desfiá-lo, transformando-o em várias tiras de borracha. Podemos ver Reed Richards agonizando de dor, mas seu sofrimento é passageiro, porque logo a vilã é capaz de estourar sua cabeça, deixando para trás algo que nem sequer pode ser descrito como um cadáver.

Imagem de capa do item

Doutor Estranho Sinistro

No entanto, se formos falar das mortes mais brutais das variantes do Doutor Estranho, a mais tensa sem dúvidas é do Doutor Estranho Sinistro, que acontece em uma realidade já tomada pela Incursão. A construção dessa cena é singular, e começa com uma belíssima batalha de notas musicais que são disparadas pelo mago sombrio e por sua contraparte da Terra-616.

Contudo, a batalha acaba ficando cada vez maior, resultando em um literal crescendo que empurra a versão sinistra de Stephen Strange por uma das janelas de seu Sanctum Sanctorum. Ele então cai em uma cerca do lado de fora e é empalado pelas grades, bem na frente de Christine Palmer. Doloroso e trágico.

Imagem de capa do item

Sara

Em Kamar-Taj, muitos magos são mortos quando a Feiticeira Escarlate aparece em busca de America Chavez. No entanto, a morte mais brutal de uma das aprendizes do local é a de Sara, uma jovem maga que parece ter uma relação muito respeitosa com Wong. Ela ajuda na batalha, mas acaba se fingindo de morta para tentar deter Wanda posteriormente.

E quando a vilã aparece sequestrando Wong e usando o Darkhold para controlar uma de suas variantes do Multiverso, Sara aparece e destrói o livro com uma adaga mágica. No entanto, isso faz com que ela seja queimada viva bem na frente de Wong, e a cena acaba sendo bem brutal porque vemos seu corpo sendo carbonizado até a morte.

Imagem de capa do item

Gargantos

Uma morte que também se destaca por carregar toda a assinatura de Sam Raimi é o desfecho dado a Gargantos, um dos demônios enviados pela Feiticeira Escarlate para capturar America Chavez. A criatura é baseada no Shuma-Gorath dos quadrinhos, possuindo vários tentáculos e um olho gigantesco no meio do corpo.

Assim que aparece, o ser é confrontado pelo Doutor Estranho e por Wong, que tentam usar suas magias de diversas formas. Eventualmente, quando ele está prestes a capturar America, Strange cria mãos mágicas enormes e as usa para pegar um poste na rua e perfurar o olho da criatura, arrancando-o logo em seguida.

Imagem de capa do item

Capitã Carter

Uma variante da Capitã Carter de What If...? aparece no filme e também faz parte dessa versão cinematográfica dos Illuminati. Assim como a Capitã Marvel, ela é uma das poucas que consegue peitar Wanda Maximoff em um conflito direto, mas acaba morrendo também pelas mãos da feiticeira.

Em dado momento, podemos vê-la jogando seu escudo diversas vezes em Wanda, tentando distraí-la enquanto a Capitã Marvel faz o dano bruto. Mas isso não impede a Feiticeira Escarlate de usar seus poderes para controlar o escudo e atirar com toda força em Carter, que é partida ao meio. Ao fim, só temos a visão terrível do escudo banhado em sangue batendo na parede.

Imagem de capa do item

Professor X

A presença de Charles Xavier é um dos pontos altos do filme e Sam Raimi consegue ser muito reverente na forma em que trabalha o líder mutante. Ele aparece um pouco depois dos demais Illuminati e ajuda a explicar ao Stephen Strange da Terra-616 o que aconteceu com a variante do mago em sua realidade, a Terra-838.

Porém, ele comete um erro fatal e tenta entrar na mente de Wanda, para poder cortar pela raiz a influência da Feiticeira Escarlate. O que nós temos é uma cena saída de um filme de terror, no plano mental. Enquanto ele fala com a Wanda de sua realidade, uma névoa vermelha se aproxima e uma versão completamente demoníaca da Feiticeira Escarlate quebra seu pescoço.

Imagem de capa do item

Raio Negro

Contudo, a morte mais brutal do filme sem dúvidas é reservada para o Raio Negro, o líder dos Inumanos que também é um dos Illuminati. Ele é capaz de disparar poderosas rajadas sônicas toda vez que usa sua voz, mas a Feiticeira Escarlate já veio preparada para isso e é capaz de impedir o herói de usar seus dons.

Ela basicamente "some" com a boca de Raio Negro, e quando o herói dá um grito desesperado, seu próprio cérebro implode. A cena é muito grotesca para os padrões dos filmes da Marvel e, por mais que não vejamos uma verdadeira explosão de sangue, ainda é um momento que vai traumatizar muitos espectadores...

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux