Capa da Publicação

As 15 melhores escolhas de atores para o Universo Cinematográfico da Marvel!

Por Gus Fiaux

Com uma série que se expandiu para os cinemas, televisão e quadrinhos, o Universo Cinematográfico da Marvel é, atualmente, a maior franquia multimidiática do mundo. E isso não seria possível sem atores que pudessem interpretar com tanta perfeição esses ícones das HQs.

De Vingadores Defensores, esse universo é recheado de estrelas excepcionais, desde os filmes às séries de TV. Eles são a alma da franquia e continuam sendo celebrados pelos fãs. Assim sendo, aqui estão as 15 melhores escolhas de elenco do Universo Cinematográfico da Marvel!

Créditos: Disney

Imagem de capa do item

Samuel L. Jackson como Nick Fury

Não é muito difícil imaginar que Samuel L. Jackson estaria nesta lista por interpretar Nick Fury, o diretor da S.H.I.E.L.D. - justamente porque o ator serviu de inspiração para a versão Ultimate do personagem, que é a base do Fury dos cinemas.

Por conta desse intercâmbio, Jackson pode até não ter o visual clássico do espião nos quadrinhos - mas é a cópia cuspida e escarrada da versão mais recente do personagem. E o astro consegue imprimir um grande ar de badass, como visto em Os Vingadores e Capitão América: O Soldado Invernal.

Imagem de capa do item

Clark Gregg como Phil Coulson

Ainda falando na S.H.I.E.L.D., nós não podemos deixar de fora Clark Gregg, que conquistou todos os fãs do Universo Cinematográfico da Marvel por sua performance como Phil Coulson, um personagem original criado em Homem de Ferro.

Tendo aparecido em quase todos os filmes da Fase 1, ele criou um laço muito forte com o público - e todos ficamos devastados com sua morte em Os Vingadores. Por sorte, desde que retornou em Agentes da S.H.I.E.L.D., o personagem só cresceu e ficou melhor.

Imagem de capa do item

Scarlett Johansson como Viúva Negra

Espiã soviética que se redimiu de seus crimes do passado e se tornou uma grande agente da S.H.I.E.L.D., a Viúva Negra é uma das peças fundadoras dos Vingadores, mas está presente no UCM desde Homem de Ferro 2.

O trunfo da personagem é Scarlett Johansson, cuja carreira realmente bombou por causa da heroína. Ela oferece uma interpretação razoavelmente diferente dos quadrinhos, carregando um ar mais humanizado para Natasha Romanoff - ao mesmo tempo em que não perde o senso de ação da espiã.

Imagem de capa do item

Michael Keaton como Abutre

Durante muito tempo, criou-se um mito de que o Universo Cinematográfico da Marvel não conseguia elaborar bons vilões. Ultimamente, esse preconceito tem mudado, especialmente graças aos antagonistas revelados na Fase 3 - e um dos melhores é o Abutre, vivido por Michael Keaton.

Aqui, temos um vilão cujas motivações são muito sinceras e criam um senso de empatia com o público. No entanto, é a performance de Keaton no papel de Adrian Toomes que realmente se sobressai, oferecendo um personagem que consegue ser igualmente ameaçador e trágico.

Imagem de capa do item

Hayley Atwell como Peggy Carter

Por mais que a maior parte dos interesses românticos dos heróis do UCM não sejam levados a sério, Peggy Carter realmente ganhou o carinho dos fãs, graças à interpretação de Hayley Atwell, que conseguiu criar uma personagem à frente do seu tempo em Capitão América: O Primeiro Vingador.

No entanto, o papel da espiã co-fundadora da S.H.I.E.L.D. teve ainda mais destaque em Agente Carter, série solo que infelizmente foi cancelada de maneira precoce. Porém, a atriz conseguiu convencer muito bem - tanto que foi chamada para fazer diversas participações especiais em outros filmes da franquia.

Imagem de capa do item

David Tennant como Kilgrave

Aliás, falando no núcleo seriado da Marvel, a Netflix nos ofereceu uma gama vasta de personagens, espalhados por cinco séries individuais e o evento d'Os Defensores. Mas uma das figuras que mais chamou atenção do público foi Kilgrave, o grande antagonista da primeira temporada de Jessica Jones.

Interpretado com maestria por David Tennant, o personagem é um vilão repulsivo, em uma série que trata sobre temas delicados como abuso psicológico e estupro. No entanto, a atuação de Tennant consegue torná-lo perigoso e manipulativo, mas nunca uma caricatura sem profundidade.

Imagem de capa do item

Vincent D'Onofrio como Rei do Crime

Outro vilão importantíssimo do núcleo Marvel/Netflix é Wilson Fisk, o nêmese do Demolidor. E o personagem teve gloriosas participações nas três temporadas da série do Homem Sem Medo, graças à monumental presença de Vincent D'Onofrio, conhecido por filmes como Nascido Para Matar.

Aqui, o ator consegue criar o vilão perfeito: ele explora todos os pontos fracos de Matt Murdock, se provando uma ameaça brutal. No entanto, ele também esconde, por trás de tamanha imponência, uma série de vulnerabilidades que o tornam um personagem complexo e profundo.

Imagem de capa do item

Charlie Cox como Demolidor

Dentro da série do Homem Sem Medo, apenas um ator consegue superar a brilhante interpretação de Vincent D'Onofrio. Estamos falando de ninguém menos que Charlie Cox, que consegue dar vida a Matt Murdock com uma precisão incrível, desde pequenos detalhes, como a cegueira do herói.

Cox entrega uma atuação de alto nível, e consegue estabelecer nuances que diferenciam a persona de Murdock da figura diabólica do Demolidor. Ele sabe desenvolver uma fisicalidade bruta, ao mesmo tempo em que lida com aspectos bem emocionais de um herói tão cheio de camadas.

Imagem de capa do item

Tom Holland como Homem-Aranha

Depois de Tobey Maguire e Andrew Garfield, o mundo estava desesperado para conhecer quem seria o novo rosto por trás do Homem-Aranha. E para nossa sorte, foi o britânico Tom Holland, que nos traz a interpretação mais fiel e divertida do herói até o momento.

Holland é um Peter Parker jovem - repaginado para se adequar ao século XXI. Ainda assim, ele retém o estigma do nerd perdedor que, apesar de tudo, leva a vida muito bem rodeada de seus amigos e família. Outro fator positivo aqui é que o ator, por ser experiente com ginástica, consegue fazer boa parte das cenas de ação do personagem.

Imagem de capa do item

Benedict Cumberbatch como Doutor Estranho

Em sexto lugar, entra uma adição recente, mas que já deixou os fãs à flor da pele. Benedict Cumberbatch oferece um vislumbre das artes místicas graças ao seu papel como o Doutor Estranho, criando uma figura deliciosamente astuta, poderosa e que ainda retém traços de ambição e arrogância.

O Stephen Strange do ator é uma figura bem transcendental, digna dos quadrinhos originais de Stan Lee e Steve Ditko. Ele sempre parece ser mais inteligente que todos os outros heróis ao seu redor, e ainda possui um papel incrível a desempenhar nos próximos filmes da franquia.

Imagem de capa do item

Krysten Ritter como Jessica Jones

Dentro do núcleo da Marvel/Netflix, ninguém conseguiu abraçar tão perfeita e fielmente sua persona como Krysten Ritter. A atriz, que antes só havia feito papéis cômicos e algumas participações especiais em séries como Breaking Bad, aqui realmente encarna na Jessica Jones que conhecemos das HQs.

Na série solo da personagem, a atriz consegue ser sarcástica, ácida e ainda assim, entregar um papel muito denso em termos emocionais. O que mais vale a pena aqui é justamente sua relação com outros personagens, como Trish Walker ou Jeri Hogarth - além dos traumas causados por Kilgrave.

Imagem de capa do item

Josh Brolin como Thanos

Embora já esteja presente no UCM desde 2012, o Titã Louco só realmente mostrou a que veio no ano passado, em Vingadores: Guerra Infinita. E por mais que seja um vilão construído quase inteiramente em computação gráfica, a atuação de Josh Brolin é imprescindível para que o personagem tenha sido tão bom.

Um vilão carregado de uma motivação tão forte só poderia ser interpretado com alguém que conseguisse passar a mania e uma melancolia abissais - e é justamente isso que Brolin faz, criando um personagem que representa a maior ameaça que os Vingadores já enfrentaram em sua carreira.

Imagem de capa do item

Tom Hiddleston como Loki

Abrindo nosso pódio, está um personagem que já se mostrou com tantas faces diferentes que é difícil contar. O Deus da Trapaça original, Loki sempre roubou a cena na franquia do Thor, tornando-se uma figura mais amada que o próprio Deus do Trovão. E se ele começou como vilão, sua história de redenção se tornou a melhor parte de sua trama.

Ao longo da franquia, vimos ele agindo aos propósitos de Thanos, assumindo o trono de Asgard e até mesmo lutando lado a lado com o irmão que tanto despreza. Tom Hiddleson foi quem conseguiu criar uma figura tão icônica, graças ao seu carisma e a uma atuação sem igual.

Imagem de capa do item

Chris Evans como Capitão América

Quando Chris Evans foi anunciado no papel do Capitão América, muitos fãs - e o próprio ator - ficaram divididos, já que ainda pesava muito a sombra de sua interpretação como o Tocha Humana dos dois filmes do Quarteto Fantástico. Ainda assim, o ator encarou o desafio e entregou um papel surpreendente.

A princípio, Steve Rogers parece apenas um herói escoteiro, como já estamos cansados de ver nos quadrinhos. No entanto, aos poucos, o personagem ganhou novas camadas, tornando-se um herói que combate o sistema, em vez de defendê-lo. E a atuação de Evans é o que eleva esse arco à perfeição.

Imagem de capa do item

Robert Downey Jr. como Homem de Ferro

Em primeiro lugar, não poderia estar de fora a base que sedimentou todo o Universo Cinematográfico da Marvel. Robert Downey Jr., como o próprio Stan Lee já disse diversas vezes, nasceu para interpretar Tony Stark. E ao longo de vários filmes, ele criou um dos heróis mais icônicos do cinema.

É curioso pensar que a carreira do ator só foi salva graças ao Homem de Ferro, e que hoje ele é uma das figuras mais importantes da Marvel. O ator esbanja carisma e uma atuação que consegue ir do cômico ao dramático em milésimos de segundos. É, sem dúvidas, a melhor decisão de elenco de toda a franquia.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux