Capa da Publicação

Arrow – Pontos Fortes e Fracos do episódio “Beyond Redemption”!

Por Mike Sant'Anna
Imagem de capa do item

Ponto Forte - Política não é brincadeira

Confesso que a primeira vez que eu ouvi Oliver dizendo "Vou concorrer à prefeito", minha primeira reação foi positiva ao pensar que seria uma virada interessante de eventos, mas logo depois eu lembrei que provavelmente eles iam tratar uma carreira política da mesma maneira que eles tem tratado uma carreira de vigilante, ou seja, qualquer um pode entrar e fazer o que bem entende.

Minha surpresa quando Laurel, Diggle e Thea ao invés de automaticamente apoiar Oliver Queen, começaram a fazer perguntas como "E qual vai ser sua plataforma?" mostrando para Oliver que o buraco é sim mais embaixo, a abordagem ao tema foi justa e bastante coesa.

Imagem de capa do item

Ponto Positivo - Arrow-cave

A série está caminhando cada vez mais para obter o total clima de uma história em quadrinhos, e o novo esconderijo deles - a nova base de operações do Team Arrow - sinceramente foi um grande passo para esse objetivo. A minha reação foi muito semelhante à reação dos personagens, eu fiquei surpreso, alegre, animado e com vontade de ver mais.

Imagem de capa do item

Ponto positivo - Aprendendo com alguns erros (não todos)

Laurel é pra muitos, o pior personagem da série, e isso é uma pena pois todos sabemos a importância da Canário Negro na vida do Arqueiro Verde e nos quadrinhos. Outro problema que encontramos na série às vezes é a teimosia desnecessária de alguns personagens em insistir em alguns erros, o principal desses erros? Esconder informações.

Já foi provado por A+B pra todos personagens que toda vez que eles escondem algo, isso volta pra mordê-los logo em seguida. Aparentemente Laurel aprendeu isso ao não pestanejar em contar ao pai que Sara havia voltado à vida (mesmo que infelizmente ela esteja insistindo no erro ao esconder de Oliver), realmente estava esperando mais uma ladainha de segredos durante um bom tempo.

Imagem de capa do item

Ponto positivo - Ele está de volta

Não, não estou falando de Constantine, isso fica pra semana que vem, estou me referindo ao Diggle segurança, o maior herói que já existiu, o Black Driver (palavras dele na primeira temporada, não minhas).

Mas como ver Diggle fingindo ser segurança de Thea foi algo positivo? Porque trouxe lembranças, memórias do começo da série, de Oliver enganando Diggle pra poder combater o crime e junto de uma "Thea Drogada" a cena toda deu realmente um clima muito 1ª temporada que deixou todos bem nostálgicos.

Imagem de capa do item

Ponto Positivo - Entre "tapas" e "beijos"

Se tem uma coisa que foi um ponto fortíssimo desse episódio, foi a relação entre Quentin Lance e Oliver Queen durante todo o episódio, desde Lance perguntando se as visitas de Oliver seriam semanais, onde ele sem dizer nenhuma palavra referente à isso, explicitamente diz "Me ajude Oliver", passando pela hilária cena de Quentin dizendo "Como assim? Eu não ganho um apelido também não?" e o Arqueiro respondendo entre dentes "De-Te-Ti-Ve", culminando no ponto onde não reconheci Stephen Amell - tamanha foi a qualidade da atuação de ambos na cena: Oliver perde a paciência e esbraveja para Quentin "Pare de se esconder atrás de suas filhas!"

Em resumo, toda a relação de ambos os personagens foi de extremo bom gosto, bem estruturada e o ponto forte do episódio.

Imagem de capa do item

Ponto Negativo - Laurel

Os fãs tem tido motivos pra não gostar da personagem; o que realmente entristece é que cada capítulo que passa, parece que a série resolve dar mais munições para os fãs que já odeiam Laurel Lance. Mesmo um ano depois, ela ainda não conseguiu convencer ninguém que agora ela é a canário, e não só uma tentativa de Sara, ficou claro nesse episódio que se o grito da canário falhar, ela não tem capacidade pra impedir um simples policial corrupto.

Fora isso, ela ainda parece uma garotinha mimada, por exemplo, nas cenas dramáticas onde ela precisa convencer à todos (inclusive você) que ressuscitar Sara foi a decisão certa, ela não consegue fazer com que alguém compre a motivação dela, tudo que ela consegue é convencer que ela fez por mimo, capricho e egoísmo, fazendo que a personagem fique abaixo até do vilão Damian Darhk que, de acordo com ele, teria compaixão com Sara.

Eles precisam encontrar uma maneira de Laurel Lance ser uma personagem que os fãs amem, e precisam encontrar muito rápido.

Imagem de capa do item

Ponto Positivo - Capitão Lance

Eu sei, eu já falei dele antes, mas agora é pra pontuar o quanto o personagem em si evoluiu na série. A atuação de Paul Backthorne durante todo o episódio foi de se aplaudir, ele conseguiu nos fazer entender que ele é o líder da lei em uma cidade que está morrendo, o quanto ele está ficando sufocado, sem possibilidades e opções do que fazer.

Além disso, vale mencionar o quão desesperado você deve estar pra ir buscar a ajuda de Damian Darhk (P.S: anotem o que eu estou dizendo que essa história de que Damian é pai, vai ser muito importante nessa temporada ainda).

Mas a cereja do bolo do personagem nesse episódio foi a cena onde ele fica com uma arma apontada para Sara durante um bom tempo. Se você não conseguiu sentir a aflição de um pai que precisa matar a própria filha, é bom começar a rever alguns dos seus conceitos.

Imagem de capa do item

Ponto Negativo - A menor cidade do mundo

Isso não é um problema apenas com a locomoção dentro de Star city, por exemplo, muitos fãs reclamam como Nanda Parbat parece estar no quintal da cidade algo que é "bem ali".

Nesse episódio, Felicity diz ao time que Lance tinha sido visto em um depósito 3 minutos atrás, contando o tempo para se aprontarem, bolarem o mais rápidos dos planos táticos, saírem, mesmo que o depósito fosse na porta ao lado, eles ainda demorariam algo em torno de uns 10 minutos pra chegar, mas aparentemente Barry Allen não é mais o homem mais rápido do mundo.

Imagem de capa do item

Ponto Positivo - Problemas reais

Esse episódio não foi sobre um meta humano, um criminoso famoso ou um vilão dos quadrinhos. Esse episódio foi sobre enfrentar problemas reais, policiais que resolveram entrar para o tráfico de drogas porque o salário pago pelo governo a eles não era mais suficiente para sustentar suas famílias.

Você consegue enxergar isso acontecendo no nosso mundo, não é? Foi muito bom ver um herói "das ruas" como o Arqueiro Verde ter que lidar com uma situação tão urbana e comum.

Imagem de capa do item

Ponto Negativo - Flashbacks

Sim, eles estavam nessa lista da semana passada e estão aqui novamente. Eu vou resumir isso em poucas palavras. Alguém consegue me explicar a razão dos flashbacks desse episódio? Vai chegar nos últimos episódios da temporada e iremos descobrir que os flashbacks estavam levando você até uma informação que seria útil no fim. Aprendam com o que Agents of S.H.I.E.LD. fez essa semana: se precisa de flashbacks com uma história longa, faça um episódio só disso, explique o que precisa explicar e bola pra frente.

--

Em resumo o episódio foi excelente e essa temporada está prometendo bastante. E você? o que achou do episódio?

Imagem de perfil
Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.