Arrow – Pontos fortes e fracos de “Lost Souls”!

Capa da Publicação

Arrow – Pontos fortes e fracos de “Lost Souls”!

Por Mike Sant'Anna

Lost Souls (Almas Perdidas)

Felicity fica em polvorosa ao descobrir que Ray está vivo e se tornou prisioneiro de Damien Darhk. Mais tarde, a culpa de Felicity por não ter achado Ray mais cedo causa tensão entre ela e Oliver. Já Sara se junta a Laurel, Thea e o time em uma missão de resgate para Palmer, mas os efeitos do Poço de Lázaro tomam conta da situação e ameaçam colocar em risco toda a operação. Para completar, Donna Smoak retorna a Star City

Imagem de capa do item

Ponto forte - "Você é casado e ele é hétero!"

Eu deveria ter colocado esse item pelo simples fato de eu ter gargalhado muito alto, mas não foi somente isso. Essa cena tem dois detalhes muito interessantes e importantes a serem levados em consideração.

O primeiro, é a promessa de uma série mais leve e bem humorada sendo cumprida, e em segundo lugar, é a série abordando a homossexualidade com muita naturalidade e sutileza, mais naturalidade e sutileza do que ela foi tratada com Sara e Nyssa. Mas sim, eu gargalhei muito alto nessa parte.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Electron

Desde os efeitos especiais no começo do episódio, até todas as vezes que vimos Ray Palmer encolhido e miniaturizado, realmente tivemos a sensação de que vamos ver o Electron muito bem feito tanto em Arrow quanto em Legends of Tomorrow.

Obviamente, talvez não tenhamos a qualidade visual de miniaturização que Homem-Formiga teve por motivos óbvio de verba, mas também não será nenhum Chapolim depois de tomar pilulas de nanicolina (nada contra o Chapolim).

Imagem de capa do item

Ponto forte - Kord Industries

É uma pena que a DC tenha proibido o uso de Ted Kord no universo de Arrow/Flash por motivos de estar planejando um possível filme dele com o Gladiador Dourado, tanto quanto as séries estão proibidas de abordar o Esquadrão Suicida.

Mas assim como aconteceu em Flash e o Tubarão-Rei, ou Supergirl com Superman, as séries estão tentando usar todo o máximo possível dentro de seus limites para colocar e inserir todo o universo dos quadrinhos nas séries.

Por isso tivemos a presença tão forte da Kord Industries nesse episódio, e você fica esperando que cedo ou tarde um certo "inseto azul" possa acabar aparecendo.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Briga de marido e mulher

Aqui é onde muitos irão discordar de mim, pois pra muitos, tudo que envolva o relacionamento de Oliver e Felicity é digno de repúdio na série.

Porém os produtores encontraram uma maneira muito natural de usar o relacionamento dos personagens à favor da série, e na cena onde Oliver e Felicity discutem sobre a mãe de Felicity pelo ponto eletrônico, com todo o time ouvindo foi muito positivo para fortalecer a nova personalidade mais "alegre" de Oliver, e mais uma vez, dar o tom leve e bem humorado para a série que os fãs tanto pediam.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Bromance

Eu gosto de estabelecer a qualidade dessa temporada pegando algumas cenas-chave e pensando como elas seriam feitas na temporada passada. Por exemplo, quando Oliver teve um desentendimento no seu relacionamento, ele foi conversar com Diggle.

Se isso fosse na temporada passada, teríamos uma cena pesada, dramática, com diálogos extensos e carregados. Nessa temporada nós temos Diggle e Oliver sentados tomando Whisky e Oliver contando os problemas do namoro, como qualquer outro homem já fez alguma vez na vida com o melhor amigo, sem dramas exagerados, sem peso, só um amigo falando com o outro amigo sobre uma briga que teve com a namorada.

Imagem de capa do item

Ponto fraco - o que aconteceu ali?

Quando Oliver e Diggle armam o plano para descobrir onde Damian está mantendo Ray prisioneiro, eles acionam o Capitão Lance que chama Damian para uma conversa, aí é que ta o problema. Até agora eu estou tentando entender qual o pretexto que Lance usou para chamar Damian.

Pareceu quase como se Lance tivesse dito "Ah! Eu só queria ver esse rostinho bonitinho!" E para um vilão como Darhk, isso é meio incoerente, visto que ele já matou outros companheiros seus até mais vitais que Lance, por muito menos que isso.

Imagem de capa do item

Ponto fraco - Canários coadjuvantes

Em um episódio onde provavelmente vai ser a ultima vez que Sara e Laurel podem estar lado a lado como Canário e Canario Negro; no primeiro episódio com Sara totalmente restaurada, você espera que ambas tenham uma participação importante, ainda mais que Laurel vem desempenhando um papel muito bem feito, e surpreendendo até esse que vos escreve, que costuma falar mal da nossa querida Canário Negro.

Mas ao contrário disso tivemos ambas personagens extremamente apagadas e ofuscadas no episódio, com exceção das cenas onde Sara deixava o poço falar mais alto.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Uma pista sobre Diggle?

Desde que Diggle colocou aquela "maravilhosa" máscara, todos vem se perguntando quem Diggle vai acabar se tornando. Seria algum personagem novo e original? Ou ele se transformaria em algum personagem já existente nos quadrinhos? Uma dica pode ter sido dada quando Felicity chamou pelo personagem enquanto Curtis ouvia, e ela o chamou de Spartan ou Espartano.

Talvez essa tenha sido uma excelente dica sobre a identidade de Diggle, já que as principais teorias dizem que Diggle irá se transformar no Guardião. E se você perceber, o visual do Guardião nos quadrinhos, em algumas principais versões se assemelha muito com um visual espartano.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Girl Power

Foi excelente as cenas de ação envolvendo apenas o elenco feminino, com Thea, Sara e Laurel.

Apesar de eu ainda achar que Roy faz uma falta danada, foi muito bom a série mostrar que o núcleo feminino não deixa a desejar em absolutamente nada, inclusive pode se virar até melhor que muito homem na série.

Me fez pensar muito em uma série solo das Aves de Rapina. Infelizmente, isso não vai acontecer tão cedo.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Um bom resgate

Se você ignorar Felicity e Curtis entrando de paraquedas pela janela de um covil de vilões, o arco do resgate de Ray foi muito bem feito, desde a encenação de Oliver sendo capturado - eu realmente já estava pronto pra xingar o Arqueiro mais mal preparado da história!

Mas esse arco mostrou muito bem como o Team Arrow pode agir em conjunto, bem coordenados, e conseguir lidar com grandes ameaças por agirem como uma equipe bem coordenada.

Imagem de perfil
Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.