Capa da Publicação

Arquivos Legionários: Guia Básico do Hulkling

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Histórico

A primeira aparição de Hulkling se deu em Young Avengers #1 (abril de 2005, por Allan Heinberg e Jim Cheung), como sendo parte integrante do novo grupo liderado pelo Rapaz de Ferro.

Já nas primeiras edições, ele, ao lado dos outros Jovens Vingadores, invadem uma festa de casamento onde os convidados estão sendo mantidos reféns. Porém, eles acabam sendo derrotados e só se salvam graças à irmã da noiva, que acabaria se tornando a Gaviã Arqueira.

Imagem de capa do item

Origem

Durante a Guerra Kree-Skrull, o Super-Skrull sequestrou o Mercúrio, a Feiticeira Escarlate e o Capitão Mar-Vell, que teve um breve relacionamento com a princesa Anelle. Desse relacionamento surgiu o filho mais velho de Marvel, Dorrek VIII. Temendo pela segurança da criança, uma vez que se tratava de um híbrido Kree e Skrull, Anelle o enviou junto de sua enfermeira logo após o nascimento.

A enfermeira tentou levar a criança para a Terra, onde ficaria sob os cuidados de seu pai. Mas ao chegar lá, ela fez uma triste descoberta: O Capitão Marvel havia morrido. Ela então assumiu uma identidade humana e passou a criar o filho, renomeado Theodore "Teddy" Altman.

Enquanto crescia, Teddy tomava conhecimento de sua fisiologia Skrull, e utilizava seus poderes metamorfos para se encontrar. Foi quando conheceu Greg, o capitão do time de basquete, que logo descobriu dos poderes de Teddy e os utilizava para cometer pequenos crimes.

Uma vez, Greg chegou a pedir que ele invadisse a mansão dos Vingadores, mas Teddy estava decidido a não corromper mais seus ideais, e por isso abriu mão da amizade e da tentativa de se enturmar para ser alguém bom. Foi quando o Rapaz de Ferro o encontrou e o chamou para fazer parte da primeira formação dos Jovens Vingadores.

Imagem de capa do item

Personalidade

Teddy é uma faca de dois gumes. Apesar de extremamente esquentadinho e violento nos ataques, é ele quem tenta amenizar os problemas da equipe, servindo como uma "cola".

Além disso, ele nutre um grande carinho pelo seu namorado/noivo William Kaplan. Billy sabe que Teddy é capaz de tudo por ele, como o próprio deixa explícito em uma carta... "você ameaça mutilar pessoas por mim".

Imagem de capa do item

Poderes

Como híbrido Kree-Skrull, Hulkling herdou o que há de melhor das duas raças. Ele possui super-força, super-durabilidade e super-estamina, derivados de sua linhagem Kree.

Já da parte Skrull, ele herdou a metamorfose, que o permite se transformar em outras pessoas e até mesmo criar asas, além de um fator de cura potente.

Imagem de capa do item

Fraquezas

Teddy não possui nenhuma fraqueza conhecida. Entretanto seu fator de cura, apesar de poderoso, tem lá seus limites.

Talvez, um dos maiores pontos fracos de Teddy - que acaba também se tornando uma das razões para sua força - é o amor por Wiccano. Como já dissemos, Teddy faria de tudo por Billy. De. Tudo.

Imagem de capa do item

Equipes

Teddy, diferente da maioria dos Jovens Vingadores, não participou de tantas outras equipes quanto seus colegas. Na realidade, ele é apenas membro dos Jovens Vingadores e já fez parte dos Vingadores Secretos durante a Guerra Civil.

Imagem de capa do item

Inimigos

Teddy não possui tantos inimigos fora do núcleo dos Jovens Vingadores. Ainda assim, vale mencionar grande parte do Império Skrull, que o tentam de vez em quando levar para seu planeta-natal, onde ele viveria como um príncipe. Ou prisioneiro. Depende do comandante da vez.

Destaque também para a Mãe, uma parasita interdimensional com a aparência da falecida mãe adotiva de Teddy e Kang, o primeiro grande vilão dos Jovens Vingadores.

Imagem de capa do item

Uniformes

Teddy possuiu apenas dois uniformes em sua carreira, e ambos são bem simples. O primeiro trata-se de um colete negro com detalhes amarelos, luvas e botas. Nessa época, ele usava o cabelo preto/verde, uma vez que o objetivo da equipe era se assimilar o máximo possível aos antigos Vingadores.

Na Marvel Now, ele continua usando um colete, que em vez de amarelo, possui detalhes roxos, quase como a roupa do Gavião Arqueiro na revista de Matt Fraction.

Imagem de capa do item

Grande Momento

Sim. O romance de Billy e Teddy é importante. Para os dois. Mas mais importante que isso, ao menos para Teddy, foi a breve separação.

Calma. Pra todos que seguram as plaquinhas de #Hulkano ou #Wickling e não leram o segundo volume de Jovens Vingadores, fiquem calmos. Eles não se separaram. Foi apenas um "tempo" dado para que dois tomassem seus rumos. (Até que percebessem que o rumo de um era nos braços de outro. Owwwn)

A verdade é que Teddy sempre foi muito preso como o "namorado do Wiccano". Isso vinha afetando o personagem, que durante a saga Cruzada das Crianças, por exemplo, quase não possuía personalidade. Porém, nesse segundo volume foi diferente.

Loki, deus das mentiras como sempre, chegou de fininho plantando uma dúvida na cabeça de Teddy: será que ele seria uma criação do próprio Wiccano? Afinal, um garoto capaz de manipular a realidade poderia fazer tudo a seu bel-prazer, ainda que inconscientemente. Teddy foi caindo no papinho e tudo culminou quando Prodígio (aquela quenga) chegou beijando Hulkling.

Isso deu vazão aos dois terminarem pacificamente, e ajudou Teddy a desenvolver um pouco mais de personalidade própria e abrir espaço para outro lado da história, que envolveria um grupo de ex-namorados vingativos dos Jovens Vingadores.

Imagem de capa do item

Fora das HQs

Por ser um personagem relativamente recente, Teddy ainda não teve muito espaço - lê-se "não teve espaço algum" - para brilhar nos cinemas, na TV ou nos jogos. O mais próximo que podemos indicar são algumas action-figures, em geral pela Marvel Legends.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux