Capa da Publicação

12 melhores histórias em quadrinhos de 2018!

Por Felipe Vinha

O ano está acabando e, com ele, finalizamos nossas escolhas para a lista de melhores HQs publicadas em 2018!

Lembrando que são quadrinhos que tiveram suas publicações originais iniciadas, terminadas ou ainda em andamento em 2018, seja no Brasil ou lá fora. Por isso, algumas coisas que saíram exclusivamente no Brasil, mas lá fora em 2017 ou 2016, não estão por aqui.

Fique com a lista, a seguir!

Imagem de capa do item

Jeremias: Pele

Jeremias: Pele é um soco no estômago, enquanto, ao mesmo tempo, é uma HQ incrível sobre uma criança e suas dificuldades, desde cedo, com o racismo que encontramos, ainda em muita quantidade, no mundo. De todas as obras da linha Graphic MSP, é uma das melhores, se não a melhor. A dupla Rafael Calça e Jefferson Costa entregam algo inigualável por aqui e que não só vai servir de lição para muita gente, como também passa uma mensagem adequada para aqueles que lutam contra isso no dia-a-dia.

Imagem de capa do item

Mister Miracle de Tom King

Ainda inédita no Brasil, mas já confirmada, a série limitada do Senhor Milagre, escrita por Tom King, que já fez bonito em Batman e Visão, tem seu próprio charme. Scott Free está de volta para sua maior provação na vida: tentar estabelecer uma nova vida com sua esposa, Grande Barda. Mas o problema não é ela, mas sim a vida de uma pessoa "Normal", frente aos poderes cósmicos de dois, praticamente, deuses.

Imagem de capa do item

Noites de Trevas: Metal

Noites de Trevas: Metal começou a ser publicado lá fora em 2017, mas foi concluído este ano - e também foi publicado por aqui, na íntegra, ainda em 2018. Uma saga com foco no Batman, mas que envolve toda a Liga da Justiça, enquanto um novo metal pode levar todo o Universo DC à destruição e às trevas. O traço de Greg Capullo e o roteiro de Scott Snyder ajudam bastante para que tudo tome proporções épicas.

Imagem de capa do item

The Immortal Hulk de Al Ewing e Joe Bennett

Uma das mais recentes mensais do verdão, The Immortal Hulk brinca com o conceito bem simples: colocando o Hulk como alguém literalmente imortal, levando isso a muitos extremos. Some todos estes elementos a personagens e situações clássicas e teremos bons cenários por onde o herói da Marvel nunca passou antes. Incrível de acompanhar mês após mês.

Imagem de capa do item

Black Hammer: Origens Secretas

O primeiro encadernado de Black Hammer: Origens Secretas não me prendeu tanto, mas é inegável sua importância e a forma como chamou a atenção neste ano. Jeff Lemire conta sua própria versão de Watchmen, com heróis que foram esquecidos há muito tempo e, ao mesmo tempo, tentam voltar à sua antiga forma de glória. Muitas perguntas, poucas explicações mas, ainda assim, uma grande satisfação por parte dos leitores.

Imagem de capa do item

Power Rangers: Shattered Grid

Quem diria que os quadrinhos dos Power Rangers chegariam onde estão hoje? A saga Shattered Grid apresentou uma versão maligna de Tommy Oliver, o Ranger Verde original, que viaja pelo Multiverso de Rangers, tomando seus poderes e eliminando oponentes. Elevando a ameaça a níveis máximos, todos os Rangers se unem para lidar com a situação. Uma saga incrível, que te prendia a cada mês e te deixava grudado no gibi, esperando pela próxima edição.

Imagem de capa do item

X-Men Red

Outra boa surpresa que 2018 trouxe foi um gibi dos X-Men que merece destaque nos holofotes, algo que não acontecia verdadeiramente há algum tempo, principalmente pelo "boicote" sofrido na linha mutante, durante alguns anos. Com X-Men Red, tivemos o resgate de vários elementos clássicos, a começar por uma Jean Grey bem próxima do que acompanhamos nos anos 90, onde talvez tenha sido o auge da equipe, liderando o grupo. Adições importantes na equipe, como Namor e a "Wolverina" X-23, também fizeram deste gibi um dos melhores do gênero de heróis para se acompanhar.

Imagem de capa do item

Marvel 2 in One: The Thing and Human Torch

Ainda em termos de Marvel, que se destacou e se esforçou bastante neste ano para ir um pouco além do óbvio, a série limitada Marvel 2 in One: The Thing and Human Torch surpreendeu por começar a trazer de volta aquela que foi considerada a "primeira família". Sim, era um gibi do Quarteto Fantástico, mas sem o Quarteto Fantástico, apenas alguns de seus membros, ainda que com flashbacks interessantes. Marvel 2 in One: The Thing and Human Torch preparou o terreno para o retorno definitivo da equipe, que já ocorreu e não decepcionou.

Imagem de capa do item

Astronauta: Entropia

Danilo Beyruth retorna para sua quarta aventura com o Astronauta, em Astronauta: Entropia. Após os acontecimentos do volume anterior, Astronauta encontra-se agora em um quadrante desconhecido da galáxia, sem saber como voltar para a Terra. No entanto, ao atender a um chamado de socorro, ele se vê em meio a um conflito entre grupos alienígenas dispostos a tudo para que cada lado vença. Como se não bastasse, o herói espacial ainda precisa lidar com sua mais nova passageira, uma adolescente voluntariosa que acaba complicando a situação.

Imagem de capa do item

Batman: Cavaleiro Branco

Batman: Cavaleiro Branco pega uma premissa que pode nem ser tão inovadora assim, mas agrada. Aqui, o Coringa se torna o herói de Gotham, com o nome de Jack Napier, após se reformar e cansar da perseguição de Batman. Sean Murphy conta uma bela história do Batman quase sem o Batman e com foco no vilão, que se torna o Cavaleiro Branco do título, ainda que com alguns clichês. Uma leitura obrigatória e que está em andamento.

Imagem de capa do item

Ms. Marvel

Com o filme da Capitã Marvel vindo aí, é sempre bom voltar nossos olhos para sua "pupila", Ms. Marvel, ou Kamala Khan, que ganhoua algumas boas histórias em 2018. Foi em 2018 que ela alcançou sua edição 50, com uma edição comemorativa e tudo o mais. O sucesso da personagem está longe de acabar, já que, para 2019, uma série inédita será lançada, mantendo o foco em Kamala.

Imagem de capa do item

The Wicked + The Divine

The Wicked + The Divine desde o início, sempre se mostrou uma HQ repleta de mistérios e revelações bombásticas iminentes. Em seu sétimo e penúltimo volume, intitulado "Mothering Invention", finalmente as peças começaram a se encaixar nesse grande quebra-cabeça.

Após alguns volumes que dividiram os fãs, o novo arco da HQ de Kieron Gillen e Jamie McKelvie finalmente trouxe de volta o espírito do começo da trama, trazendo uma história bem chocante que diz respeito aos segredos de Ananke e ao papel de Laura nessa nova era dos deuses!

Imagem de perfil
Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha