Capa da Publicação

10 vilões do Homem-Aranha que poderiam ganhar filmes

Por Raphael Martins

A Sony parece estar decidida a emplacar seu próprio universo super-heroico nos cinemas a partir dos personagens do núcleo do Homem-Aranha. A ideia não é nova: na época em que Andrew Garfield ainda vivia o herói aracnídeo, havia um plano para um filme com o Sexteto Sinistro, mas nunca foi para frente.

Agora, após o sucesso comercial de Venom e do vindouro filme do Morbius (cujo trailer você confere aqui), é muito improvável que o estúdio volte atrás com seu plano, e a galeria de vilões do Homem-Aranha parece um excelente ponto de partida. Dito isso, pensamos em alguns antagonistas que seriam interessantes o bastante para terem sua própria história contada nos cinemas!

Imagem de capa do item

Lagarto

Não é de hoje que existe um desejo de mostrar o Lagarto no cinema. Bem antes da versão do personagem em O Espetacular Homem-Aranha dar as caras – versão essa que desagradou muita gente, vale ressaltar – o diretor Sam Raimi já queria trabalhar com o personagem em Homem-Aranha 3, mas por pressão do estúdio, acabou por usar o Venom.

O drama do Dr. Curt Connors, um homem bom que acaba por fazer o mal ao se transformar no monstruoso vilão, poderia dar uma excelente aventura no cinema se bem contado. O potencial para a ação e o terror, por que não, estão na própria origem do personagem, um cientista trabalhando na cura para membros perdidos que vira um Lagarto humanoide gigante ao testar sua fórmula em si mesmo.

Sua ligação com Peter Parker, que o admira profundamente e quer ajudá-lo a voltar ao normal, adicionaria um drama ainda mais intenso à história.

Imagem de capa do item

Dr. Octopus

Outro vilão que poderia se beneficiar de seu relacionamento com Peter Parker para contar uma história dramática e sofrida é o doutor Otto Octavius, que acaba se perdendo no caminho da vilania enquanto só tentava ajudar a humanidade.

Quem jogou o game do aracnídeo para o PlayStation 4 sabe o quão doloroso foi enfrentar o vilão, que durante a maior parte do tempo era um amigo querido do herói. Caso isso fosse bem construído nos cinemas, certamente a plateia se envolveria e sofreria junto de Peter, que seria obrigado a lutar contra um de seus maiores ídolos.

Um filme do Dr. Octopus poderia inclusive abrir um precedente para a existência do Homem-Aranha Superior nos cinemas, algo que com toda certeza seria recebido de braços abertos pelos fãs.

Imagem de capa do item

Gata Negra

A ideia de um filme da Gata Negra também não é exatamente nova. A Sony tenta há anos produzir um filme solo da personagem, mas acaba se perdendo em meio a projetos alternativos, diretores entrando e saindo e constantes mudanças de planos.

Gata Negra poderia ser uma história de roubo, mostrando Felicia Hardy sendo perseguida não só pelo Homem-Aranha, mas por vários heróis da Marvel depois que um de seus furtos dá muito errado. Isso daria a ela a oportunidade perfeita para mostrar todas as suas habilidades como ladra e como guerreira, além de introduzir personagens que ainda não fizeram sua estreia no cinema.

Quem já leu alguma das melhores histórias da Gata Negra sabe que ela é muito mais do que só “A Mulher-Gato da Marvel”. Sedutora, perigosa e cheia de mistérios, acompanhar sua jornada nos cinemas seria uma experiência única... se feita com esmero, é claro.

Imagem de capa do item

Duende Macabro

O Peter Parker de Tom Holland tem como melhor amigo Ned Leeds, um nome nada desconhecido para os fãs de longa data do herói. Leeds é ninguém menos que o Duende Macabro nos quadrinhos, ou pelo menos uma das versões do vilão, que já foi muita gente, na verdade.

O primeiro Duende Macabro era Robert Kingsley, um designer de moda fascinado pelo Duende Verde, que ao ter acesso às armas e armadura do vilão, cria uma versão só sua dele e passa a fazer o mal. Muitas vezes ele nem mesmo veste seu traje, contratando outros para fazê-lo em seu lugar.

Porém, uma versão do personagem que seria mais interessante para os cinemas seria o Duende Demoníaco, uma versão mágica e sinistra do vilão. Misturando as origens e as identidades, poderia dar um caldo no cinema.

Imagem de capa do item

Camaleão

Este foi o primeiro supervilão que o Homem-Aranha enfrentou nos quadrinhos, logo em sua primeira edição, publicada em 1963. O amigão da vizinhança encarou uma pedreira logo no início de sua carreira, já que este vilão é um mestre dos disfarces e pode se passar por qualquer um, imitando inclusive traquejos corporais e voz.

Dimitri Smerdyakov é um espião russo treinado na arte do assassinato, o que o torna duplamente mortal. Um filme sobre o personagem poderia mergulhar profundamente na psique perturbada do Camaleão, alguém com um passado trágico de desprezo e hostilidade dentro de sua própria casa e com profundos problemas mentais, a ponto de às vezes não conseguir sequer saber quem é de verdade em meio a tantos disfarces.

Sem falar que o vilão é meio-irmão de Kraven, o Caçador, deixando aberta uma possibilidade de apresentar mais um vilão aos cinemas e de contar um pouco de sua juventude.

Imagem de capa do item

Gatuno

O Gatuno tem duas identidades secretas nos quadrinhos. No universo 616, ele era Hobie Brown, um ladrão que fazia o mal não por vontade, mas por necessidade, e por isso não teve uma carreira muito longa, largando a vida bandida e se tornando um homem de paz. Já a segunda versão, vinda do universo Ultimate, é a mais famosa.

Lá, o Gatuno e Aaron Davis, tio de Miles Morales, o Homem-Aranha daquele universo. Ele pode ser um ladrão habilidoso e usar seu traje, armas e habilidades para fazer o mal, mas ele é bem mais complexo que um simples vilão, deixando suas emoções, especialmente por seu sobrinho Miles, falarem mais alto do que sua índole ruim.

Nos cinemas, ele apareceu na animação Homem-Aranha: No Aranhaverso, e em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, onde foi vivido por Donald Glover.

Imagem de capa do item

Kraven

Kraven, o caçador, é um outro vilão que volta e meia aparece como um forte candidato a inimigo da vez em algum filme do Homem-Aranha, algo que nunca aconteceu... pelo menos não ainda.

Sergei Kravinof vem de uma das famílias mais abastadas da Rússia e seu principal hobby é a caça, se tornando o maior do mundo. Movido pela emoção da caçada e o prazer do abate, ele decide se tornar um vilão única e simplesmente para matar aquele que, para ele, é o maior e melhor alvo de todos: o Homem-Aranha.

O vilão protagonizou uma das histórias mais memoráveis do herói aracnídeo, A Última Caçada de Kraven, onde ele finalmente consegue derrotar o Aranha. Já faz tempo que os fãs pedem uma adaptação deste arco de história nas telas, e talvez esta seja uma boa hora de atender seu pedido.

Imagem de capa do item

Dennis Carradine

Este aqui não é um supervilão, mas marcou a vida de Peter Parker mais do que qualquer ameaça que ele já enfrentou em toda sua vida. Afinal, foi Carradine quem matou Ben Parker, tio do herói, sendo com isso diretamente responsável pela criação do Homem-Aranha.

Um filme sobre ele poderia ser algo nos moldes de Coringa, mostrando a história de um homem perturbado e desesperado que acaba se tornando um criminoso e mudando o mundo como consequência disso ao possibilitar a criação de um de seus maiores heróis.

Imagem de capa do item

Homem-Areia

O Homem-Areia tem um longo histórico de duelos não só com o Homem-Aranha, mas também com vários outros heróis da Marvel, incluindo Hulk e o Quarteto-Fantástico.

Uma abordagem interessante para um filme sobre este personagem seria algo parecido com a versão dele vista em Homem-Aranha 3, alguém preocupado com sua filha e errando muito na vida enquanto tenta acertar. Nos quadrinhos, ele nem sempre é retratado como um vilão, às vezes agindo como um anti-herói e até ajudando o Aranha de tempos em tempos.

Ver uma luta do Homem-Areia contra seus antigos companheiros do Quarteto Terrível, por exemplo, seria algo de encher os olhos, com o personagem usando seus poderes de tomar a forma de areia de maneiras criativas para derrotar seus inimigos um por um.

Imagem de capa do item

Duende Verde

E finalmente, o maior inimigo do herói, aquele que a cada novo confronto parece tirar mais e mais da vida de Peter Parker, mesmo quando é derrotado quase toda vez: o Duende Verde.

Ele é mais um vilão que tem uma profunda ligação com Peter Parker, não importando se sua identidade é a de Harry ou Norman Osborn. Enfrentar o Duende sempre traz consequências na vida do Homem-Aranha e o marcam profundamente.

Um filme do personagem poderia ser bem interessante, sendo ele quem for. Como Harry, o filme poderia mostrar a ida do melhor amigo de Peter para o lado do mal, culminando com um confronto entre os dois nas ruas de Nova York. Como Norman, podia ser uma história de origem, mostrando o empresário se perdendo cada vez mais em seus desejos de dominação mundial após desenvolver a tecnologia do Duende.

Imagem de perfil
Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael