Capa da Publicação

As 10 versões mais poderosas do Batman!

Por Márcio Jangarélli

Aqui vão 10 das versões mais poderosas do Morcego de Gotham. Se lembrarem de mais alguma versão overpower do Cavaleiro das Trevas, deixem aí nos comentários!

Tema sugerido pelo leitor correia_rafa.

Imagem de capa do item

BatGod

Em uma das sagas recentes da DC, a guerra contra Darkseid, Batman obtém o poder de Deus do Conhecimento quando senta na Cadeira de Mobius. Se o Homem Morcego mortal já era um ser temível, com todo o conhecimento do mundo, são poucas as coisas que podem parar Bruce.

Imagem de capa do item

O Cavaleiro das Trevas

O fruto do trabalho de Frank Miller no universo do Morcego é uma das maiores histórias do Batman, mostrando que, mesmo mais velho, Bruce Wayne ainda tem tudo que precisa para ser um herói, tornando-se mais duro, sombrio e obsessivo que nunca. Esse é o Batman que vai direto contra o Superman, com o auxilio de sua armadura e conhecimento de longa data. Lembrando, é essa encarnação do herói que inspirou o novo Batman dos cinemas.

Imagem de capa do item

Thomas Wayne

No evento Flashpoint, a identidade do vigilante de Gotham é outra, Thomas Wayne, pai de Bruce. Nessa história, é o filho dos Wayne que morre no beco, fazendo nascer um vigilante violento e obsessivo em seu pai, que não tem a mínima empatia pelos vilões, não hesitando em matar, se necessário, além de Martha Wayne assumir o papel do maior antagonista do morcego.

Imagem de capa do item

Vampiro

Em uma das histórias mais bizarras do Homem-Morcego, ele torna-se um vampiro na esperança de ganhar poder o suficiente para matar o grande rei dos vampiros, Drácula. No começo, tudo parece bem, com o herói controlando sua sede de sangue, até que Batman mata Drácula e, depois de uma investida do Coringa, ele cede aos instintos vampíricos pela primeira vez, drenando o palhaço.

Bruce, então, pede que Alfred o mate, mas depois de uma tentativa falha, o Morcego entra de cabeça no vampirismo, matando o mordomo e vários dos vilões que ele enfrentou durante os anos.

Imagem de capa do item

O Reino do Amanhã

Mantendo Gotham sob sua vigilância constante, através de seus Bat-robôs, o Batman da saga Reino do Amanhã também já está mais velho. Não se esconde mais por trás da fachada de playboy, sua identidade é pública e é chamado de Batman até sem máscara.

Aqui, depende totalmente da tecnologia, estando todo acabado, tendo de usar um exoesqueleto e robôs. Ainda, o Batman meio robô, que comanda um exército de androides, é uma versão a ser temida.

Imagem de capa do item

Batman do Futuro

O manto do Homem-Morcego do futuro não está mais com Bruce Wayne; já velho, Terry McGinnis, guiado por Bruce, assume o fardo do herói, em um novo traje tecnológico.

O Batman surgido na TV, em 1999, foi para os quadrinhos tempos depois. Aclamado pelos fãs, a história futurística do Morcego rendeu uma das caracterizações mais fortes do herói, seja pela tecnologia empregada ou pelo novo sangue vestindo o traje do vigilante.

Imagem de capa do item

Hellbat

A armadura criada pela Liga da Justiça para o morcego, Hellbat é um de seus trajes mais poderosos, aumentando suas habilidades físicas, dando a possibilidade de voar para o Homem-Morcego, porém, drenando seu metabolismo, podendo causar a morte de Bruce se usado por muito tempo.

A armadura deixa o Morcego de Gotham tão forte que o permite ir até Apokalips em busca do corpo de Damian, batendo de frente com Darkseid.

Imagem de capa do item

Arkham Asylum

A franquia de jogos da Rocksteady baseada no herói da DC rendeu uma de suas versões mais poderosas, além de ser considerado por muitos o melhor jogo de super-heróis já feito.

Talvez por dar o controle do Morcego de Gotham para nós, meros mortais, o herói trouxe uma de suas versões mais fortes e cheias de apetrechos. Afinal de contas, nessa história, o Homem-Morcego luta contra vários de seus principais vilões em um período curtíssimo de tempo. Não é pouca coisa.

Imagem de capa do item

Trinity

Na história de 2008, Trinity, não só o Batman, mas o Superman e a Mulher-Maravilha ganham poderes divinos, assumindo que seu erro principal até o momento era terem sido humanos (ou quase isso). Uma das formas mais fortes do Homem-Morcego e uma das mais bizarras da Amazona e do Homem de Aço.

Imagem de capa do item

Batman de Zurr-En-Arrh

Uma das encarnações mais surtadas do Morcego, esse Batman foi inspirado em uma história de 1958. O Batman Zurr-En-Arrh é uma versão psicótica adormecida de Bruce, criado pelo trauma da morte de seus pais, que vem à tona depois de um uma quase morte do herói.

Essa versão do morcego é toda findada na confiança, refletida no uniforme, em cores vivas, não precisando mais se esconder nas sombras, além de trazer o lado mais violento e obsessivo do herói, torturando e matando seus oponentes. Um Batman colorido não é nada bom.

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.