10 teorias bizarras sobre desenhos animados

Capa da Publicação

10 teorias bizarras sobre desenhos animados

Por Mike Sant'Anna

Acontece que algumas já chegaram até a ser confirmadas pelos criadores; como, por exemplo a teoria de que em Aladdin o gênio e o comerciante do começo do filme eram as mesmas pessoas. Confira agora uma lista de teorias loucas sobre desenhos, obviamente envolvendo comas, imaginação ou mundos pós-apocalípticos.

Imagem de capa do item

O laboratório está na imaginação de Dexter

Você sempre se perguntou como os pais de Dexter nunca perceberam que havia um laboratório tão imenso dentro de casa? Uma teoria diz que ele na verdade não tem, tudo é imaginação.

Como um garoto socialmente desajeitado, Dexter se baseou fortemente em sua imaginação. Seus “rivais” eram seus poucos amigos também com grandes imaginações, e quando eles brincavam juntos, as aventuras fantásticas do Laboratório de Dexter aconteciam.

Imagem de capa do item

Hora de Aventura se passa em um mundo pós-apocalítico!

Sabe a grande Guerra dos Cogumelos? Pois bem, teorias afirmam fortemente que ela se trata de uma Guerra Nuclear que deu origem ao maravilhoso mundo de Ooo.

A radiação das bombas atômicas eliminou praticamente toda a vida na Terra e os sobreviventes sofreram mutações terríveis que modificaram seu material genético e resultaram nas bizarras criaturinhas que habitam Ooo.

Imagem de capa do item

Mansão Foster - Madame Foster imaginou Frankie

A teoria diz respeito a duas personagens específicas do desenho, são ela a Madame Foster e Frankie. Se você reparar bem as duas usam a mesma roupa, porém as da Madame Foster são um pouquinho mas gastas.

E se a Madame Foster quisesse ser jovem novamente para poder realizar as tarefas que não são mais tão fáceis assim, e se para isso ela tivesse imaginado uma versão mais jovem de si mesma? Daí a origem de Frankie? Seria realmente tão incabível assim que alguém que cuide de uma mansão repleta de amigos imaginários tenha imaginado uma versão mais nova de si mesma?

Imagem de capa do item

Os monstros de Coragem, o cão covarde não existem

Segundo a teoria afirma, a história do desenho é narrada a partir do ponto de vista de Coragem, ou seja, sob a visão de um cão. Por isso ele se assusta com os bichos horríveis que aparecem em sua casa, mas os donos não dão bola, já que eles são humanos e sabem que os tais monstros são apenas pessoas normais.

Aliás, o animalzinho não mora no meio do nada, ele inclusive tem vizinhos, mas acredita estar em um lugar isolado porque nunca sai para passear. O problema é que essa teoria realmente faz bastante sentido.

Imagem de capa do item

“Aladdin” é uma história futurística

Uma teoria afirma que “Aladdin” não se passa em um mundo mágico, mas sim no futuro. Difícil imaginar isso já que ele tem toda a estética dos contos árabes antigos, porém, uma das provas dessa tese é uma fala do Gênio, que em determinado episódio diz que as roupas de Aladdin eram do século III.

Como ele ficou preso na lâmpada por 10 mil anos, alguns fãs acreditam que a história se passa no ano 10300, no século 103. Nesse futuro, a cultura islâmica é a única remanescente e os artefatos mágicos presentes no desenho são, na verdade, frutos da tecnologia. Assim também existiria a explicação para o gênio ter as referências da cultura pop que ele aplica no filme.

Imagem de capa do item

Caverna do Dragão é um purgatório

Provavelmente essa seja uma das teorias mais conhecidas de todas quando se trata de desenhos e talvez seja uma das primeiras!

Na teoria, Hank, Eric, Sheila, Diana,Presto e Bobby teriam sofrido um acidente durante o passeio da montanha-russa que os levou ao Reino da Caverna do Dragão e que o lugar é, na realidade, o purgatório. De acordo com a teoria, o vilão Vingador e o Mestre dos Magos seriam, ainda, a mesma pessoa.

A especulação nasceu do fato de que o desenho animado, exibido de 1983 a 1986, foi interrompido sem ganhar um episódio final. O roteirista Michael Reaves desmentiu a teoria dizendo que o roteiro do fim da história havia sido escrito, mas nunca foi produzido. Mas pelo que sabemos deste episódio final, as crianças ainda não voltam para seu mundo.

Imagem de capa do item

Ash está em coma

Outra teoria bem conhecida por todos. A teoria sugere que Ash está na verdade em um coma e simplesmente está fantasiando sobre a vida retratada na série.

Isso é baseado em muitas coisas, não somente do fato de que Ash não envelhece, e sugere que outros personagens no programa são aspectos do ser dele, que ele deve superar antes que acorde; como Team Rocket sendo as partes dele que o mesmo não goste, e Pikachu sendo sua humanidade, etc.

Isso também explica o porque todas enfermeiras e policiais do mundo de Pokemon são iguais, pois ele só conhece uma enfermeira que cuida dele no hospital, e a policial que o trouxe para o hospital.

Imagem de capa do item

Smurfs é um desenho sobre drogas

Algumas teorias de fãs afirmam que “Smurfs” é um desenho sobre drogas. Segundo essa teoria, o vilão Gargamel, que seria viciado em chá de cogumelo, via pequenos seres azuis durante suas “viagens”.

Uma das provas que os fãs que acreditam nessa tese usam é a de que Gargamel conseguiu criar um Smurf, a Smurfete. Fora também, as diversas alusões à cogumelos que existem durante todo o desenho.

Imagem de capa do item

Flinstones pós apocalipticos

Algumas questões sobre o desenho dos Flinstones nos fazem repensar se ele realmente se passa na pré-história.. Por que os Flintstones celebram o Natal? Por quê eles tem conceitos de automóveis, televisão, encanamento entre outras coisas?

Os Flintstones foi ao ar de 1960 à 1966, no auge da Guerra Fria. E se um confronto nuclear entre os soviéticos e estadunidenses foi o que gerou Bedrock? E se os Flintstones se passa no futuro devastado, agarrando-se com o melhor do nosso passado como puderam reconstruir?

A pseudo-tecnologia, entretenimento e religião são tudo o que resta das memórias fragmentadas de um mundo pós-apocalíptico. Os dinossauros? Experimentos genéticos que ocorreram antes da guerra.

Imagem de capa do item

Todos os bebês de Rugrats estão na imaginação de Angélica

Teorias apontam que as aventuras do bebê Tommy Pickles e seus companheiros de brincadeira não passam de fragmentos da imaginação da “vilã” Angélica. A garotinha teria criado o mundo dos “Rugrats” por conta da negligência de seus pais, sempre ocupados.

A hipótese vai além: o ruivinho Chuckie teria morrido com sua mãe, o que explica o constante nervosismo de seu pai. Tommy teria falecido ainda durante a gestação, por isso Stu passa tanto tempo no porão fazendo brinquedos para o filho que nunca nasceu. Já os irmãos DeVilles teriam sido abortados. Como Angélica não sabia o sexo do bebê, ela imaginou dois gêmeos, um menino e uma menina.

Outras teorias só dizem que Angélica inventou todos os outros bebês apenas por se sentir muito sozinha mesmo.

Imagem de perfil
Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.