Capa da Publicação

10 séries para conhecer Tokusatsu – e provocar nostalgia em quem já conhece!

Por Márcio Jangarélli

O estilo fez muito sucesso por aqui nos anos 80 e 90, quando houve essa mistura de Brasil e Japão maravilhosa, que, além de abrir espaço para os animes, ainda salvou muita gente da falência, sejam emissoras de tv, fábricas ou lojas de brinquedo. As séries são bem famosas também por, até hoje, utilizarem muitos efeitos práticos, principalmente nas explosões, além de exportarem suas cenas de batalha para os americanos darem aquela apropriadinha.

Para quem se interessar, muitas das séries estão disponíveis completinhas no Youtube e na Netflix!

Aqui estão 10 séries pra conhecer Tokusatsu e, pra quem já conhece, bater aquela nostalgia boa!

Imagem de capa do item

Changeman

Dengeki Sentai Changeman, ou Esquadrão Relâmpago Changeman nas nossas terras tupiniquins, é um tokusatsu da franquia Super Sentai de 1985, exibida por aqui em 1988, pela TV Manchete. A série possui 55 episódios e 2 filmes. O Super Sentai é a divisão do Tokusatsu dos grupos de herói, geralmente 5, com roupas coloridas, habilidades especiais e mechas.

A história mostra cinco membros dos Defensores da Terra, que foram banhados pela força terrestre e dominaram, cada um, o poder de um animal lendário: Dragão, Grifo, Pégaso, Sereia e Fênix. Com o auxílio de várias armas e de um dos famosos Mecha, eles combatem os alienígenas Gôzma, liderados pelo Senhor Bazoo, que querem dominar o planeta terra.

Imagem de capa do item

Flashman

"Um dia, cinco crianças foram raptadas da Terra e levadas aos confins do Universo. E após 20 anos... Comando Estelar Flashman!"

Chouchinsei Flashman, Comando Estelar Flashman por aqui, é o Tokusatsu da série Super Sentai posterior ao Changeman, estreando em 1986 no Japão e 1989 na queridíssima Manchete. Flashman ganhou 50 episódios e 2 filmes.

Flashman acompanha 5 crianças que foram raptadas da Terra quando pequenas e acabaram no planeta Flash, onde viveram e treinaram, tanto no planeta quanto em suas luas, por 20 anos. Os heróis voltam pra Terra quando descobrem que o Monarca La Deus e o cientista Doutor Keflen estão invadindo o planeta com seu exército de mutações.

Imagem de capa do item

Maskman

“Uma misteriosa e inexplicável força se esconde por trás do nosso corpo. Quanto mais treinarmos o nosso corpo, essa força infinita se manifestará. Defensores da Luz, Maskman!”

Hikari Sentai Maskman, Defensores da Luz Maskman no nosso Brasilzão, continuou a saga dos Super Sentais por aqui, também na Manchete. A série de 1987 só foi importada em 1991, em pleno auge de Tokusatus tupiniquins e contou com 51 episódios.

Maskman não começa no espaço e sim nos subterrâneos do Japão. O show mostra a luta de Sanjuurou Sugata, um estudioso nos poderes da mente, e os cinco jovens, especialistas em artes marciais, que ele escolheu para treinar no Poder Aura, contra o maligno Império Subterrâneo Tube, comandados pelo Rei Zebha.

Imagem de capa do item

Jaspion

Kyojuu Tokusou Jaspion, lançado aqui como O Fantástico Jaspion, inaugurou os Tokusatsu da franquia Metal Heroes na TV Manchete. Um dos mais famosos Tokusatsus do país, Jaspion é o principal responsável pela febre dos programas em terras brasileirinhas, no final da década de 80.

Estreou no Japão em 1985, mas só chegou no Brasil em 88, junto com Changeman, trazendo 46 episódios. A série fez tanto sucesso por aqui que chegaram a criar um Jaspion 2, que não era Jaspion, era o Metal Hero seguinte, Spielvan, que só tinha a roupa parecida, tentando repetir o sucesso do primeiro.

A saga dos Metal Heroes traz, a primeiro momento, a história de humanos como Detetives e Policiais Espaciais, usando uma armadura metálica, a bordo de naves de combate. Jaspion é o quarto dessa linhagem, contando a história do personagem, órfão, criado por Edin, um profeta galáctico, e sua luta contra o demônio Satan Goss e seus servos monstruosos.

Imagem de capa do item

Jiraiya

Naruto? Não, bem anterior, ainda que se trate de uma história ninja. Sekai Ninja Sei Jiraiya, intitulado Jiraiya, O Incrível Ninja no Brasil, continua a saga dos Metal Heroes, saindo das aventuras espaciais, agora explorando mais o Japão e sua história. A série do ninja é de 1988, exibida aqui a partir de 1989, com 50 episódios.

Saindo das histórias de detetives espaciais, a série investe na mitologia das artes ninjas, colocando Touha Yamachi, jovem provindo de uma linhagem de protetores do maior tesouro do mundo, o Pako, contra a Família dos Feiticeiros, ninjas malignos que ambicionam dominar o mundo encontrando o grande tesouro.

Imagem de capa do item

Sharivan

Uchu Keiji Sharivan, Sharivan, o Guardião do Espaço, é outro Tokusatsu da série Metal Heroes, o segundo da linha dos Detetives Espaciais. Ao contrário dos outros citados, exibidos pela Rede Manchete, Sharivan foi ao ar pela Rede Bandeirantes em 1990, sete anos depois do lançamento no Japão, em 83. É uma continuação direta da primeira série dos Policiais do Espaço, Gavan, e ganhou 51 episódios.

Den Iga, que foi salvo por Gavan na série anterior, ganha o posto de detetive espacial e volta para a Terra para combater a Sociedade Secreta Mad, liderada pelo demônio Mao Psych.

Imagem de capa do item

Winspector

Tokkei Winspector, o Esquadrão Especial Winspector, faz parte da franquia Metal Heroes e é o primeiro Tokusatsu da série Recue Heroes, que traz uma equipe de resgate. Winspector foi exibida no Japão em 1990 e transmitida pela Rede Manchete em 1994.

O show trata sobre o lado obscuro do progresso científico e segue o Chefe Shunsuke Masaki e sua força especial de combate ao crime.

Imagem de capa do item

Kamen Rider Black

Kamen Rider Black, batizado de Blackman por aqui, é a 8ª série da linhagem de Tokusatsu Kamen Rider. As séries Kamen Rider acompanham um jovem capaz de se transformar em um ciborgue mutante, com visual parecido com um inseto, lutando contra organizações do mal na Terra. Kamen Rider Black estreou em 88 e foi exibida por aqui em 91 e, junto com sua continuação, Black RX, foi o único show dos Kamen Rider em terras tupiniquins, com 51 episódios.

A série acompanha Issamu Minami, que, junto de seu irmão, Nobuhiko Aikizuki, foi sequestrado pela organização maligna Gorgom e transformado em um dos Imperadores Seculares, com os poderes do Black Kamen Rider, para servir ao Grande Rei. Antes de ter a memória apagada, Issamu foge e passa a lutar para libertar seu irmão e contra a dominação dos Gorgom.

Imagem de capa do item

National Kid

“Mais rápido que os aviões a jato, mais forte que o aço! Super herói invencível, cavaleiro da paz e da justiça.... National Kid!”

O mais antigo da lista, de 1960, e com a curiosidade de ter feito sucesso apenas no Brasil, National Kid estreou em 1964 por aqui. Um Tokusatsu de linhagem Henshin Hero, ou melhor, a classificação para as séries que não se encaixavam em lugar nenhum, o programa foi, inicialmente, planejado como marketing para a empresa National Eletronic inc.

National Kid sai de seu planeta, Andrômeda, para vir ajudar os humanos na luta contra os Incas Venusianos, alienígenas vindos de Vênus que foram provocados pela exploração espacial dos anos 60 e o avanço das armas nucleares.

Imagem de capa do item

Ultraman

Uma das séries mais importantes do Tokusatsu, Ultraman foi lançada no Japão em 1966 e chegou ao Brasil nos anos 70, pela TV Tupi, e foi retransmitida pela Rede Record, SBT, Bandeirantes, Manchete e CNT, com o passar dos anos. O show é responsável por caracterizar o Tokusatsu a partir de então, dando base para os trabalhos futuros.

Ultraman traz a história de um oficial da S.I.A., Shin Hayata, e de um alienígena vindo da Galáxia M-78. O alien chega a terra, perseguindo um monstro espacial, e choca-se com a nave do oficial Shin. Com ferimentos muito graves, Hayata morre, porém, para reparar o erro, o alien se funde ao humano, revivendo Shin e lhe dando super poderes. A partir daí, Shin assume o manto de Ultraman, protegendo a Terra de ameaças espaciais. A primeira série da linhagem Ultraman teve 39 episódios e, a partir daí, rendeu mais de 30 produções conseguintes.

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.