Capa da Publicação

10 séries de super-heróis que foram canceladas antes de estrearem!

Por Leo Gravena

Hoje vivemos em uma era onde séries de super-heróis são cada vez mais comuns. Temos Arrow, Flash, Supergirl, Jessica Jones, Demolidor, Agentes da S.H.I.E.L.D. e várias outras séries baseadas em quadrinhos dominando a televisão e os serviços de streaming.

Contudo, nem sempre foi assim e, algum tempo atrás, séries de heróis eram consideradas “perigosas” para os canais abertos dos Estados Unidos. Assim, várias delas acabavam entravam em desenvolvimento, mas nunca eram produzidas. Além disso, algumas quase foram feitas, mas devido alguns problemas, acabaram ficando no limbo da TV.

Confira aqui 10 séries que foram canceladas antes de sequer terem uma chance nas telinhas.

Imagem de capa do item

Super-Choque

Muito tempo atrás, a Warner Bros., supostamente, estava desenvolvendo uma série de TV sobre o herói junto de Reginald Hudlin, que já escreveu histórias do Pantera Negra nos quadrinhos e produziu o filme Django Livre.

Porém, quatro anos após a notícia, ainda não temos nenhuma novidade do projeto, que, devido a estreia e sucesso de Raio Negro, provavelmente vai demorar bastante até sair do papel.

Imagem de capa do item

Damage Control

Na mesma época em que a DC estava produzindo a já cancelada Powerless, a Marvel pretendia fazer uma série que mostraria pessoas normais vivendo em um mundo onde heróis existem.

Com a estreia de Powerless, Damage Control foi engavetada e, mais tarde, a ideia foi utilizada em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, deixando claro que uma série sobre a equipe não estava mais nos planos da Marvel.

Imagem de capa do item

Metropolis

Um dos casos mais recentes, Metropolis iria mostrar a vida de Lex Luthor e Lois Lane antes do Superman chegar na icônica cidade. A série estava em desenvolvimento ativo, um elenco estava sendo procurado e parecia que realmente iria acontecer no novo serviço de streaming da Warner e DC.

Porém a reação do público foi tão ruim e tão negativa que o projeto foi “engavetado” e seria “revisto no futuro”... Em outras palavras, assim que o público descobriu sobre a série, ela morreu e, definitivamente, não retornará tão cedo.

Imagem de capa do item

Drª Mirage

Fugindo da Marvel e DC, dessa vez temos uma heroína da Valiant. Nos quadrinhos, a Dra Mirage é uma investigadora paranormal que pode se comunicar com a alma dos mortos.

A série estava em desenvolvimento em 2016 na CW (o mesmo canal das séries do Arrowverso). Mas nada mais foi dito sobre o assunto, o que nos leva a acreditar que o projeto também foi engavetado, principalmente com o canal já tendo várias outras séries de heróis e de investigação.

Imagem de capa do item

Mulher-Maravilha

Dessa vez, temos um caso bem mais curioso.

Em 2011, antes mesmo de Joss Whedon tentar criar um roteiro de filme (que também não foi bem recebido) para a Mulher-Maravilha, a NBC estava tentando utilizar o final de Smallville para trazer mais um grande nome da DC para a televisão.

O piloto de uma série da Mulher-Maravilha foi gravado, com Adrianne Palicki interpretando a heroína, mas a trama foi cancelada antes mesmo de estrear, já que os executivos do canal odiaram a série. O episódio piloto acabou vazando na internet (sem os efeitos finalizados), o público não gostou do que viu e a série foi definitivamente cancelada.

Na história, Diana Prince era a CEO das “Indústrias Temiscira”, uma grande corporação que também possuía os direitos de imagem da Mulher-Maravilha.

Imagem de capa do item

Marvel’s Most Wanted

Provando que não tem muita sorte, Adrianne Palicki teve outra série cancelada antes de estrear.

A atriz participou da segunda e terceira temporada de Agentes da S.H.I.E.L.D. como Bobbi Morse, a heroína Harpia. Ela e seu interesse romântico, Hunter, tinham uma grande aceitação do público, o que fez com que a Marvel achasse uma boa ideia fazer uma série derivada sobre os dois.

Os atores acabaram saindo de S.H.I.E.L.D. com a promessa de que teriam uma série somente deles, o que não acabou acontecendo. Segundo os rumores, a Marvel tentou convencer a ABC em fazer a série duas vezes e um episódio piloto foi gravado, porém o canal não comprou a ideia.

Imagem de capa do item

Besouro Azul

Já faz um bom tempo que a DC parece estar desenvolvendo uma série baseada no herói. Inclusive um tempo atrás surgiram rumores de que Jaime Reyes, uma versão mais nova do herói, poderia ganhar uma série.

Porém, a notícia mais concreta sobre o assunto é de 2010, quando Geoff Johns, na época Presidente e Chefe Criativo da DC, disse que eles estavam com planos para uma série solo do Besouro Azul. Nos dois anos seguintes, algumas cenas de teste foram feitas e eles estavam tentando encontrar um ator para interpretar o herói, asm nenhum canal se interessou pela ideia, que foi descartada em 2013.

Imagem de capa do item

Clube do Inferno

Em 2015, a Marvel e a Fox se uniram para criar duas séries de TV sobre os X-Men. A primeira foi Legion, que se tornou bem sucedida e aclamada pelo público… A segunda não saiu do papel.

A série sobre o Clube do Inferno, uma equipe de vilões que já havia sido apresentada nos filmes, em X-Men: Primeira Classe, acabou sendo cancelada, já que os executivos da Fox queriam uma série com um foco mais familiar, nascendo, desta forma, The GIfted.

Aquaman

Smallville foi um grande marco para os super-heróis na TV e, antes mesmo de começarem a pensar em uma série sobre o Besouro Azul, a DC pretendia fazer uma série sobre o herói subaquático baseada na do Superman.

Vale lembrar, contudo, que eles não queriam fazer uma série derivada de Smallville, mas sim uma história única e independente do personagem. Os produtores Alfred Gough e Miles Millar, criadores de Smallville, criaram a nova série, que teve o episódio piloto filmado.

Porém, a série foi comprada pelo canal WB, que logo após se uniu ao canal UPN e juntos formaram a CW. O novo canal optou por não comprar a série, que foi cancelada. O episódio piloto foi exibido online depois e recebeu boas críticas.

E acredite ou não, a série também tinha no elenco a nossa queria Adrianne Palicki, como uma sereia chamada Nadia, que era a grande vilã da história.

Imagem de capa do item

Bruce Wayne

A DC tentou desenvolver uma série sobre uma versão jovem de Bruce Wayne anos antes de Gotham existir.

A série seria produzida por Tim McCanlies, que escreveu o clássico Gigante de Ferro, e foi apresentada para a HBO em 1999, com o sucesso dos filmes e desenhos animados do Batman, os executivos do canal se interessaram pela ideia, assim como a extinta The WB. O canal da Warner sugeriu para o escritor que sua série ficaria melhor junto de outras tramas adolescentes, como Buffy, a Caça-Vampiros.

Porém, a DC também estava tentando, na época, fazer um filme baseado em Batman: Ano Um e a série acabou sendo engavetada para dar espaço ao longa, que também não aconteceu. Quando ambos os projetos não deram certo, eles desenvolveram Smallville.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."