Capa da Publicação

10 sequencias de jogos que foram melhores que o original!

Por Felipe de Lima
Imagem de capa do item

Red Steel 2

O Red Steel original pareceu provar que todos os pessimistas quanto à Nintendo estavam certos. Controles pobres e gameplay desajeitado, o jogo parecia sinalizar o fim de títulos de terceiros para o console.

Mas, em seguida, veio Red Steel 2, que prometia consertar as coisas. A tentativa de resolver todos os problemas do original não só corrigiu todas as deficiências do jogo anterior, como encontrou a sua originalidade e uma personalidade distinta, que permitiu destacar-se como um dos maiores e melhores títulos para Nintendo Wii.

Imagem de capa do item

50 Cent: Blood On The Sand

É estranho pensar que você pode ir à uma loja e comprar um jogo do 50 Cent e ficar positivamento surpreso.

50 Cent: Bulletproof foi um jogo raso e absolutamente sem conteúdo, porém, a sua sequencia provou ser um game de terceira pessoa bastante agradável e explosivo.

Blood on the Sand foi genial, ele abraçou completamente a violência dos desenhos animados para proporcionar uma experiência emocionante e viciante.

Imagem de capa do item

Just Cause 2

Com grandes idéias mal executadas no produto final, Just Cause não conseguiu prender os fãs após o lançamento.

Embora o mundo do jogo seja bastante expansivo, dando aos jogadores uma variedade de maneiras de como se locomover, a principal desvantagem do original era que todo o mapa parecia um deserto sem vida, e como resultado, o jogo simplesmente não tinha muita profundidade.

Felizmente a segunda parte chegou alguns anos mais tarde, cheia de lugares exóticos para visitar e coisas para fazer. Ele possuía ações mais frenéticas e um mundo aberto nunca antes visto em um jogo.

Imagem de capa do item

Spider-Man 2

É uma pena que mesmo depois de 10 anos, a Activision ainda não tenha conseguido fazer jogos da Marvel no nível de Spider-Man 2.

Apesar do primeiro jogo estar totalmente ligado ao filme, a empresa inovou na sequencia, trazendo um jogo totalmente novo e cheio de coisas para fazer.

Imagem de capa do item

Timesplitters 2

Claro que são jogos clássicos, que nos trazem uma imensa saudade da série. É difícil revisitar os originais sem ser afetado um pouco pela nostalgia.

Isso não quer dizer que os títulos são ruins para os padrões atuais, mas eles definitivamente não são tão impecáveis como você se lembra, e infelizmente, a primeira tentativa da franquia mais parece uma demo do que um jogo em si.

Só que o jogo virou, e a sequencia inovou na campanha singleplayer, além de contar com um multiplayer muito mais interessante.

Imagem de capa do item

Saints Row 2

Tendo começado como apenas mais um "GTA da vida", o primeiro Saints Row não trouxe nada muito inovador, mas foi suficiente para adquirir vários fãs.

Foi quando GTA IV adotou um tom mas sério, que a franquia Saints Row brilhantemente tomou uma abordagem contrária e abraçou o tom sarcástico que deveria.

Imagem de capa do item

Red Dead Redemption

Red Dead Revolver não foi uma revolução nos jogos de velho oeste, principalmente depois que Gun: The Game foi lançado e trouxe inúmeras novidades para o cenário.

Gun era considerado pelos fãs como um "GTA de Velho Oeste", e foi exatamente essa a postura que Red Dead Redemption tomou, se tornando um dos melhores jogos do gênero.

Imagem de capa do item

Assassin’s Creed II

Calma, não me apedrejem! Não estou dizendo que o Assassin's Creed original é ruim, muito pelo contrário. Porém, é um fato que foi muito criticado devido ao quão repetitivo ele era.

Felizmente, a Ubi ouviu às criticas e trouxe um jogo extremamente melhorado para a sequencia, que é considerado por muitos como o melhor game da franquia.

Imagem de capa do item

Street Fighter 2

A versão original do arcade pode ser, no máximo, definida como adequada, com combate desajeitado e controles frustrantes, tornando o original quase nada além de uma péssima experiência.

Felizmente, a Capcom lançou uma sequencia, retirando tudo o que tinha de mau gosto na versão original e determinando o verdadeiro início da série Street Fighter como um gigante e poderoso jogo.

Imagem de capa do item

Grand Theft Auto III

Os dois primeiros títulos da série Grand Theft Auto foram lançados em 2D, misturando violência e exploração, basicamente a premissa dos jogos mais recentes da série, porém, a jogabilidade em si não era muito agradável, sendo bem diferente do que GTA se tornou.

Mas com Grand Theft Auto 3, a Rockstar reinventou-se, juntamente com toda a série. Basicamente criando os jogos de mundo aberto modernos.

A aí? Gostou da lista? Colocaria mais algum? Não esqueça de comentar!

Imagem de perfil
Felipe de Lima

Pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo. Me segue no twitter @tearsgodown