Capa da Publicação

10 Referências e easter-eggs nos especiais de Dia das Bruxas d’Os Simpsons!

Por Bia Oninawa

Todos eles são repletos de sangue e mortes sem sentido, e muitas, muuuuuuuitas referências à cultura pop, que vão ser completamente ignoradas assim que o episódio terminar.

Todo ano, o especial prepara três pequenos contos, que se não fossem super coloridos e cheios de piadas poderiam ser realmente horríveis.

Imagem de capa do item

Laranja Mecânica

Na 26º temporada, um dos contos do especial de Dia das Bruxas fez uma grande homenagem a Laranja Mecânica. Desde o título do episódio- Amarelo Mecânica - até cenas repletas de referências, com enquadramentos, narrativas, figurinos, falas e ações parecidas com o filme em que foi inspirado.

A sequência, de quase 6 minutos, é uma versão resumida e distorcida do filme original, criando uma homenagem bem mais cômica e bizarra do longa de Stanley Kubrick.

Imagem de capa do item

Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

A 21ª temporada foi a primeira a vir para as TVs em HD, ou seja, esse foi o primeiro especial de Dia das Bruxas que vimos em alta qualidade. E tudo com um musical fica mais legal, não é?!

Em uma referência as músicas da Sweeney Todd, Moe canta e interpreta a história ao lado de Marge, não fazendo questão alguma de esconder que estão em um palco, vivendo aquela história de horror e amor, enquanto se deliciam com a morte de Homer.

Imagem de capa do item

E.T. – O Extraterrestre

O episódio de Dia das Bruxas que faz homenagem ao filme do E.T quase poderia passar como mais uma das paródias dos Simpsons que recria, em uma versão resumida e divertida das histórias, se não fosse pelo final bizarro em que termina com Bart dentro de um helicóptero, com uma metralhadora, atirando contra o E.T e os outros alienígenas que vieram em seu resgate. E no final, ainda os leva para que sejam examinados pelo governo.

Bem, um final um pouquinho diferente do filme do Steven Spielberg, né?!

Imagem de capa do item

De Volta Para o Futuro

Com direito a um carro que viaja no tempo criado por um cientista e um monte de causas e feitos temporais, a 27ª temporada dos Simpsons escolheu homenagear um dos clássicos da cultura pop. Só que ao invés do Marty McFly observando a si mesmo sumindo em uma foto, Bart viu, em seu smartphone, o futuro ficando ainda melhor se seus pais nunca tivessem ficados juntos. No fim, tudo dá certo e Marge volta para Homer, mas as referências estão em todos os lugares nesses sete minutos de episódios.

Imagem de capa do item

Atividade Paranormal

Com a dinâmica de narrativa através das câmeras de segurança muito parecida com a do filme Atividade Paranormal, nós temos a chance de ver como os Simpsons se sairiam em uma situação complicada em que o demônio invade a sua casa para cobrar um pacto de anos atrás. E devo dizer, se você ainda não assistiu, no fim o pacto parece que até deu certo, para o Homer... já os demônios não parecem ter gostado muito.

Imagem de capa do item

Avatar

A versão cadeirante, guerrilheiro e mal-humorado de Bart está em um planeta estranho, atrás de algo que apenas a natureza desse lugar pode prover e transfere sua consciência para um corpo alienígena artificial para se ambientar com os habitantes locais. Já ouvimos essa história em algum lugar, não é?

Imagem de capa do item

Jumanji

Bart e Milhouse estão jogando um jogo de tabuleiro e ele toma vida! Agora eles têm que jogar até o final para conseguir escapar desse mundo bizarro e cheio de referências a diversos jogos da nossa infância. Se os quatro minutos da paródia, no especial de Dia das Bruxas da 22ª temporada, não foram o bastante, você consegue encontrar outras pequenas referências a Jumanji em cenas mais antigas do seriado, como quando Homer está fugindo de rinocerontes que escaparam do zoológico e grita "Jumanji" para tentar pará-los.

Imagem de capa do item

É a Grande Abóbora, Charlie Brown

Um especial de Dia das Bruxas fazendo uma homenagem a um especial de Dia das Bruxas! O clássico É a Grande Abóbora da animação e Charlie Brown foi ao ar em 1966, mas a versão de 2008 dos Simpsons deu um tom um tanto mais macabro para o conto, já que quando a Grande Abóbora aparece, ela decide se vingar dos humanos que torturam as abóboras, matando todos eles.

Imagem de capa do item

Sr. & Sra. Smith

A história tem o mesmo rumo que a original. Os dois, sentados em uma cadeira conversando sobre os problemas no relacionamento, contando como eles descobriram que eram assassinos profissionais nas horas extras, em segredo da família. Além do título do episódio - Sr. E Sra Simpsons – a cena icônica do filme em que eles lutam em casa, depois de um jantar cheio de tensão é cheia de referências. Mas a grande sacada é que, no final, eles não estão falando com um psicólogo e, sim, com o diretor da escola dos filhos, que por sinal, eles também matam.

Imagem de capa do item

O Exorcista

Já teve outras homenagens a Exorcista em Os Simpsons antes, mas dessa vez, teve todo um destaque no último especial de Dia das Bruxas do Show sendo noticiado em vários meios que seria o episódio em que Meggie finalmente iria falar (quem acompanha o seriado com afinco sabe que ela já falou algumas vezes antes, mas ninguém a ouviu). E ela realmente fala. Possuída por um demônio que estava preso em uma estátua do Pazuzu, ela recria toda a cena do exorcismo que marcou o cinema, com direito a virar o pescocinho e tudo mais.

Imagem de perfil
Bia Oninawa

"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?" - Alvo Dumbledore | Twitter/ Instagram: @casamentonerd