Capa da Publicação

10 personagens que já perdemos as contas de quantas vezes morreram e ressuscitaram nas HQs!

Por Gus Fiaux

Que a morte não ter valor nenhum quando falamos de quadrinhos de super-heróis, não há a menor dúvida. Toda semana, a Marvel e a DC Comics matam uns vinte personagens, que retornarão dentro dos próximos meses. Vez ou outra, há quem fique morto de fato, mas esse quase nunca é o caso.

Já estamos cansados de nos descabelar com a morte de heróis e vilões, e aqui estão 10 personagens que morreram e ressuscitaram tantas vezes que nós já desistimos de fazer as contas. E sim, claro que estamos falando apenas de HQs ocidentais de super-heróis, senão o Goku sem dúvidas estaria em primeiro lugar aqui.

Esta lista é inspirada pelas sugestões dos fãs @bbrunobezerra e @joca_jc1997 em nosso Instagram. Mande também ideias e temas para nós – afinal de contas, diferente desses personagens, nossa criatividade não é imortal!

Créditos: Divulgação

Imagem de capa do item

Professor X

Charles Xavier é um dos mentores mais importantes das histórias em quadrinhos - e também é um velho muito safado. Durante muito tempo, ele forjou sua morte, diversas vezes, na justificativa de que isso "ajudaria" os seus pupilos, os X-Men, a se tornarem mais proativos e independentes. E com o tempo, ele passou a morrer de verdade...

Ele já teve seu corpo consumido pela Rainha da Ninhada, e posteriormente foi "ressuscitado" através de um corpo clonado. Ele também foi morto por seu próprio filho, o Legião, desencadeando todo o período conhecido como Era do Apocalipse. Mais recentemente, ele foi morto pelas mãos do Ciclope em Vingadores vs. X-Men, e retornou de formas... estranhas.

Imagem de capa do item

Flash (Wally West)

Barry Allen pode até ter tido a morte mais famosa dos Flash, considerando o final de Crise nas Infinitas Terras, mas nada se compara ao seu pupilo, Wally West. Para você que não sabe, em linguagem de Velocistas Escarlates, morrer significa "se unir à Força de Aceleração". E pode crer que West fez isso muitas vezes.

Nos anos 90, o personagem viveu uma infinidade de histórias onde parecia que toda solução possível tinha a ver com algum sacrifício para a Força de Aceleração. Desde Zero Hora e Velocidade Terminal até a Crise Infinita, o herói passou por essa situação repetidas vezes. Além disso, ele teve uma morte real durante a Era Obsidiana.

Imagem de capa do item

Homem-Aranha

Pode parecer que não, mas o herói aracnídeo é uma das figuras mais propensas à morte do Universo Marvel, tendo deixado o reino dos vivos mais de uma dezena de vezes - tanto em histórias de futuros e realidades alternativas como em arcos canônicos da Terra-616, o universo principal da Casa das Ideias.

Curiosamente, a morte mais famosa de Peter Parker se deu no Universo Ultimate, onde o personagem acabou dando lugar a Miles Morales como o novo portador do manto do Homem-Aranha. Ainda assim, não podemos esquecer de outras incontáveis vezes, como por exemplo, quando a mente de Peter "morreu" no corpo do Dr. Octopus, dando origem ao Homem-Aranha Superior.

Imagem de capa do item

Ra's al Ghul

Mas não pense que são apenas os heróis que morrem e depois voltam do túmulo. Do lado dos vilões, temos exemplos muito marcantes - já que esses são realmente os que não conseguem ficar mortos. E, selecionando os mais importantes, temos Ra's al Ghul, o diabólico Cabeça do Demônio e inimigo ferrenho do Cavaleiro das Trevas.

O ponto é que morte e ressurreição fazem parte da trama do líder da Liga dos Assassinos, já que ele tem posse do Poço de Lázaro, que basicamente é um local sobrenatural onde as pessoas são enviadas para se curar e voltar à vida depois de mortas. E mesmo com o Poço sendo destruído - várias vezes -, ele sempre acha um jeito de voltar.

Imagem de capa do item

Thanos

E por falarmos em vilão, não podia ficar de fora da lista um dos personagens que persegue a morte com afinco: Thanos, o Titã Louco. Aqui, temos um caso bem peculiar, devido ao fato que, por mais que deseje morrer e encontrar sua senhora dos não-vivos, o alienígena foi amaldiçoado por ela, e não pode falecer definitivamente.

Dessa forma, ele sempre se vai, mas costumeiramente é trazido de volta do mundo dos mortos. Exemplos bons disso se dão ao final da Saga de Thanos e de Aniquilação, e até mesmo em Infinito, onde ele é colocado em um estado de "morte-viva" por seu próprio filho, o problemático Inumano Thane.

Imagem de capa do item

Superman

Embora A Morte do Superman seja a história mais famosa sobre o fim derradeiro do Homem de Aço, podemos lembrar que o herói já bateu as botas vermelhas muito mais que uma só vez nas HQs. Podemos começar desde a Era de Prata até a década de 80, quando ainda era muito comum termos mortes chocantes para os personagens serem trazidos de volta logo depois.

Ainda assim, o Superman realmente quebra recordes, tendo morrido, cronologicamente, cerca de 5 vezes - a mais recente tendo sido sua versão dos Novos 52, que deu lugar ao Clark Kent Pós-Crise. E isso porque nem estamos falando de mundos alternativos e futuros distantes, onde o personagem também é um dos maiores alvos do Ceifador.

Imagem de capa do item

Capitão América

O Sentinela da Liberdade pode ser um dos heróis mais aclamados de todos os tempos, mas isso não significa que ele não teve sua parcela considerável de mortes, e tudo isso desde que foi criado, antes do surgimento da própria Marvel Comics, quando ainda era apenas um herói propagandista em meio à Segunda Guerra Mundial.

Com o tempo, Steve Rogers faleceu e voltou à vida diversas vezes. Em algumas, ele apenas havia forjado sua morte, enquanto em outras, realmente encontrou a Senhora Morte. Ele partiu em Desafio Infinito, Guerras Secretas, A Saga de Korvac e Massacre, mas sua morte mais famosa se deu durante as conclusões da Guerra Civil.

Imagem de capa do item

Jean Grey

Se você abriu esta lista sem esperar o nome de Jean Grey, já estava errado. Seu ditado comum não é "Eu sou a morte e a vida encarnadas" à toa, já que a Força Fênix insiste em continuar matando a heroína e a trazendo de volta, desde sua morte mais famosa - um sacrifício feito ao final de A Saga da Fênix Negra.

Desde então, Jean encarnou pesado na vibe Lana del Rey e nasceu para morrer. Ela já foi morta por tanta gente que deve ter uma filinha para quem estiver disposto a assassiná-la de novo. E não é como se ela não fosse retornar para a vida mais uma vez, como já aconteceu mais de uma dezena de vezes no passado.

Imagem de capa do item

Ressurreição

Você provavelmente está chocado que Jean Grey não era o primeiro lugar desta lista, não é mesmo? Pois bem, para os dois primeiros colocados, temos personagens cujo poder basicamente deriva da "habilidade" de morrer. E o primeiro deles é o Ressurreição, um super-herói com nanitas especiais em sua corrente sanguínea.

Seus poderes funcionam da seguinte forma: ele morre e é trazido à vida segundos depois, com alguma habilidade especial derivada da causa da morte. Por exemplo, se ele morre queimado, ele volta com pirocinese. Se morre atropelado, ele volta com super-força, e assim por diante. Uma forma brilhante de falecer, não é mesmo.

Imagem de capa do item

Senhor Imortal

Assim como o Ressurreição, o Senhor Imortal tem poderes que derivam justamente da habilidade de voltar do túmulo. Mas nesse caso, é muito mais excêntrico porque o herói vive, basicamente, em quadrinhos cômicos, onde esse recurso é utilizado exaustivamente. Afinal, é um baita trabalho liderar os Vingadores Centrais.

Basicamente, seu poder é o seguinte: ele ressuscita toda vez que morre. E é só isso. Nada de ganhar poderes especiais nem nada do tipo. Mas pode acreditar, sabendo de sua invulnerabilidade, ele morre muitas vezes. Vale lembrar que o personagem também estará na série dos Novos Guerreiros, e mortes mais mirabolantes devem nos esperar.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux