Capa da Publicação

10 Personagens completamente insanos dos quadrinhos da Marvel e DC!

Por Leo Gravena

Cada vez mais recentemente nos quadrinhos estamos vendo alguns personagens mais… “Loucos”. Na Marvel e na DC sempre teve heróis e vilões completamente exagerados em todos os aspectos, mas alguns acabam ultrapassando.

Assim, temos aqui alguns dos personagens mais insanos, psicopatas, perturbados e doentes da Marvel e da DC. Tem espaço para heróis, vilões e alguns que estão no meio termo. Confira!

Imagem de capa do item

Maximus

O irmão do Raio Negro não ganhou a alcunha de "O Louco" à toa. Maximus, um dos vilões centrais dos Inumanos, possui uma postura altamente antissocial, além de um certo grau de insanidade e de instabilidade emocional.

Mas não se deixe enganar! Apesar de tudo isso, ele é altamente inteligente, capaz de arquitetar planos e estratagemas geniais!

Imagem de capa do item

Chapeleiro Louco

Outro cujo problema se faz um tanto quanto óbvio, o Chapeleiro Louco é um dos vilões secundários do Batman a ser completamente surtado.

Ele possui transtorno paranoico e esquizofrênico, tem comportamento obsessivo compulsivo e é altamente instável. Ele se identifica mais com crianças do que com adultos e, ao se sentir ameaçado, tem um mecanismo natural de revidar com alguma frase sem sentido.

Imagem de capa do item

Legião

Como seria ter milhares de mutantes vivendo dentro da sua cabeça? Você seria alguém "normal"? Certamente não. Então, é compreensível que o filho de Charles Xavier também não o seja.

Basicamente, suas diversas personalidades literalmente lutam entre si dentro de seu subconsciente, danificando sua estrutura mental e, dessa forma, tornando-o insano. O problema foi resolvido... Algumas vezes, mas ele sempre acaba voltando ao estado de insanidade.

Imagem de capa do item

Superboy Prime

Perseguindo o que ele chama de "Terra Perfeita", o Superboy Prime tornou-se compulsivo e obsessivo, o que o torna incapaz de lidar com outras pessoas quando isso afeta seu julgamento em torno de suas metas.

Por conta de seu transtorno mental, ele é incapaz de tomar a responsabilidade de suas ações, liderando inúmeras mortes no Multiverso, sejam propositais ou apenas por negligência.

Imagem de capa do item

Carnificina

Com tantas pessoas no mundo para se passar um simbionte e ele se hospeda justamente em Kletus Casady... que triste fim.

O homem que compõe o lado humano do Carnificina é apenas um psicopata terrível, diagnosticado e preso por matar inúmeras vítimas inocentes... e além de tudo, é obcecado com o caos!

Imagem de capa do item

Duas Caras

Crescendo em um lar abusivo e com ódio de classes ricas, Harvey Dent passou a desenvolver internamente uma instabilidade mental, resultando em transtorno esquizofrênico e bipolaridade.

Depois que assume o manto vilanesco, ele passa a agir quase como se possuísse dupla personalidade, o que acaba se tornando sua fraqueza em alguns momentos, uma vez que ele fica muito preso à dualidade das coisas.

Imagem de capa do item

Cavaleiro da Lua

Tendo desenvolvido múltiplas personalidades distintas, Marc Spector ainda não é beneficiado por seus poderes, uma vez que, ao ser avatar de Khonshu, ganha outra identidade.

Além disso, ele já sofreu inúmeros colapsos nervosos e sua mente é altamente instável, provocando nas pessoas ao redor uma insegurança crescente.

Imagem de capa do item

Arlequina

Após ser designada como psiquiatra do Coringa e logo após ser sequestrada e torturada por ele, desenvolveu síndrome de Estocolmo, quando a vítima passa a simpatizar com seu agressor.

Em pouco tempo, isso se tornou obsessão e Harleen passou a estar vidrada no Coringa, mesmo quando ele a maltratava. Pouco a pouco, ela foi engolida pela sua própria insanidade.

Imagem de capa do item

Deadpool

Wade Wilson, depois que ganhou seus poderes regenerativos, desenvolveu uma loucura inerente, tendo em vista que as células de seu cérebro são constantemente renovadas, causando um tipo de instabilidade no personagem.

Ele também é esquizofrênico e conta com mais de uma personalidade, conseguindo até mesmo quebrar a quarta parede e falar com o leitor. O que gera um senso de realismo e uma questão ambígua - será que ele é insano ou o mal é dos personagens de quadrinhos?

Imagem de capa do item

Coringa

Não há uma origem para a insanidade - que, na verdade, é uma noção de hiper-realidade - do Coringa... Mas vamos tomar, por exemplo, a Piada Mortal de Alan Moore. Depois de cair num tonel de resíduos químicos, um bandido normal acabou adquirindo pele pálida, cabelos esverdeados e uma mentalidade completamente fora do normal.

Nascia ali o Coringa. Um ser regido puramente pelo caos e pelo terror, sem ter a mínima compreensão de preceitos como lógica. Um verdadeiro agente da entropia.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."