Capa da Publicação

10 ótimos filmes que misturam Terror e Comédia!

Por Lucas Rafael

A sétima-arte desafia gêneros. Eventualmente na indústria do cinema, começaram a pintar alguns filmes que se aproveitavam dos clichês e elementos do horror ao misturá-los com comédia.

Seja a violência exagerada ou os arquétipos de personagens e narrativas, não faltam filmes – trash ou grandes produções – que misturam para grande efeito elementos de humor e horror.

Nesta lista, confira 10 filmes que misturam Terror e Comédia! Faltou algum que você julga essencial? Comente!

Imagem de capa do item

Fome Animal (1992)

Antes de Peter Jackson assinar blockbuster épicos para Hollywood, ele trabalhava em projetos de menor escala. Ele trabalhava em filmes trash.

Um dos filmes mais notórios no repertório trash de Jackson é Fome Animal, de 1992. O longa traz uma narrativa exageradamente sanguinolenta, horrorosa e hilária.

O enredo acompanha um rapaz tendo de lidar com sua mãe após ela ser mordida por um macaco-rato da Sumatra. A infecção transforma-a em um zumbi que passa a espalhar a maldição por toda cidade. Cabe a Lionel encarar os medos que nutre pela mãe e frear a epidemia sanguinolenta.

Imagem de capa do item

Tá Todo Mundo Quase Morto (2004)

Filme do célebre diretor Edgar Wright, este aqui ocupa um espaço cult na culura popular. Tá Todo Mundo Quase Morto é o primeiro filme da Trilogia Cornetto assinada por Wright, composta também por Chumbro Grosso e Heróis de Ressaca.

Embora cada um dos filmes satirize um gênero, é Tá Todo Mundo Quase Morto que melhor escracha os arquétipos do horror com muita inventividade e energia.

Brincando com os clássicos filmes de zumbi, Tá Todo Mundo Quase Morto acompanha o protagonista Shaun (Simon Pegg). Ele vive uma vida sem graça centrada no pub local da cidade, sua namorada e mãe. Eventualmente a rotina do rapaz entra em cheque perante uma epidemia zumbi que recai sobre Londres.

Imagem de capa do item

Os Caça-Fantasmas (1984)

Filme clássico de Ivan Reitman, a narrativa de Caça-Fantasmas surpreendeu ao aliar os clichês fantasmagóricos de maldições e casas-assombradas a um humor um tanto solto e envolvente.

O resultado foi um filme que pode até soar assustador, mas se vale mais pelas risadas e química entre os protagonistas. Eventualmente, Caça-Fantasmas assume uma atmosfera fantasmagórica, e é esse balanço entre o brando e o levemente assustador que torna a obra tão especial.

A trama acompanha quatro homens que montam um serviço de extermínio à fantasmas. Quase como se fosse um controle de pestes, só que ao invés de baratas e ratos, eles são especializados em seres ecotplásmicos de outra dimensão. Cativante, não?

Imagem de capa do item

Gremlins (1984)

Seguindo na veia de Caça-Fantasmas, um filme do mesmo ano que mescla o terror com a comédia, desta vez voltada para um humor-negro oitentista, é Gremlins, do diretor Joe Dante.

A trama acompaha o jovem Billy Peltzer, que ganha o bichinho de estimação Gizmo no natal. Ele só precisar arcar com três regras: não expô-lo à luz forte, nunca molhá-lo e nunca alimentá-lo após a meia-noite. Eventualmente uma delas é quebrada e o caos passa a tomar conta.

O segundo filme é tão bom quanto, quebrando a quarta-parede com maestria e insanidade.

Imagem de capa do item

Seres Rastejantes (2006)

James Gunn, antes de assinar Guardiões da Galáxia, se meter em escândalos e ir parar na DC Studios, costumava trabalhar em produções trash e de horror.

Em 2006, Gunn lançava Seres Rastejantes, filme que mostrava uma cidadezinha sendo aflita por uma invasão alienígena rastejante que transforma seus habitantes em zumbis e monstros mutantes.

Tenso, grotesco e hilário, Seres Rastejantes é uma prova da forte assinatura autoral de Gunn que viria a difundi-lo como uma voz criativa única.

Imagem de capa do item

A Morte Te Dá Parabéns 2 (2019)

A Blumhouse é uma produtora de filmes de horror conhecida por estar revigorando o gênero atualmente. Entre seus filmes, temos a franquia A Morte Te Dá Parabéns, que mistura terror com uma comédia mais adolescente.

O primeiro filme mostrava uma garota presa num feitiço no qual repetia sempre o mesmo dia, que acaba com ela morrendo pelas mãos de um assassino bizarro.

Contando com excentricidades que conversam com o público jovem num estilo American Pie, o segundo filme apresenta esta maldição assolando ainda mais universitários que juntos tentam solucionar o caso antes de morrerem ao fim do dia para começar tudo de novo.

Imagem de capa do item

Banquete no Inferno (2005)

Aqui, temos uma divertida sátira de filmes de terror que visa escrachadamente satirizar e subverter os clichês e arquétipos do gênero com muito bom-humor e toneladas de sangue.

A trama apresenta um grupo de pessoas num bar no meio do nada cercado por um grupo de criaturas infernais que os querem para a janta.

Visceral e bem-humorado, é aquele filme de Terrir ideal para se ver com a galera no sofá da sala.

Imagem de capa do item

Zumbilândia (2009)

Com sequência programada para este ano, Zumbilândia marcou uma geração ao apresntar um pós-apocalipse deliciosamente divertido.

Personagens excêntricos com regras próprias de sobrevivência, zumbis horrendos e um estilo visual único. Todas essas coisas você encontra em Zumbilândia, um dos poucos filmes que sabe explorar bem aquela coisa meio "O mundo acabou e é tudo nosso."

O filme mostra diversos sobreviventes criando um laço de amizade através dos horrores mortos-vivos do pós-apocalipse. Bem humorado, violento e cheio de energia, Zumbilândia é um grande representante do Terrir contemporâneo.

Imagem de capa do item

Uma Noite Alucinante 2 (1987)

Sam Raimi é outro diretor que antes de assinar grandes projetos para Hollywood, demonstrava seus talentos através da indústria independente.

Entre as franquias mais notórias de Raimi, destaca-se Evil Dead, ou A Morte do Demônio/Uma Noite Alucinante aqui no Brasil.

Os filmes mostram a saga de Ash (Bruce Campbell), um cara que se vê numa cabana isolada cercada por demônios. O segundo filme em específico (pode começar por ele, o primeiro tem lá o seu charme mas é dispensável) mostra Ash se entregando à loucura para combater seus oponentes infernais.

Uma motosserra no lugar das mãos. Frases de efeitos. Efeitos especiais ridiculamente brilhantes. Estas são algumas das qualidades que você pode esperar de Evil Dead 2.

Imagem de capa do item

Todo Mundo em Pânico (2000)

Por fim, o filme que se consagrou na cultura popular por satirizar cada clichê do gênero terror. O suprassumo do Terrir e da paródia da cultura pop: Todo Mundo em Pânico.

O longa consagrou a dupla de comediantes Irmãos Wayans ao satirizar alguns dos maiores sucessos de Hollywood naquela época. Filmes como Pânico, Eu Sei o Que Vocês Fizeram Verão Passado, Bruxa de Blair e Matrix, todos entraram na mira desta obra que deu risada de todos, escrachando todo e qualquer arquétipo do terror moderno.

Imagem de perfil
Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais