Capa da Publicação

10 mutantes que merecem mais uma chance nos cinemas!

Por Leo Gravena

X-Men foi um marco nos filmes de super-heróis, desde então, os mutantes foram trabalhados no cinema de diversas maneiras em vários filme, porém, nem sempre com representações corretas ou boas dos personagens.

Com os personagens e a franquia retornando para a Marvel, vários personagens que foram deixados de lado nos filmes da Fox tem a chance de serem melhor representados ou, pelo menos, terem um destaque maior.

Obviamente, não estou dizendo que todos eles precisam aparecer e serem como nos quadrinhos, mas sim que eles podem ser melhor aproveitados do que foram nos filmes até agora.

Imagem de capa do item

Anjo

Tendo aparecido em X-Men: O Confronto Final e Apocalipse, o Anjo é um dos cinco X-Men originais dos quadrinhos, mas ainda assim em nenhum momento teve uma representação boa nos cinemas.

O personagem é bem mais do que suas asas e todos os seus dilemas morais e a busca de identidade, que são temas recorrente do personagem, acabaram sendo esquecidos, isso sem falar nos poderes secundários do herói, como super-força, cura e todos os aprimoramentos que ele recebe como Arcanjo.

Imagem de capa do item

Callisto

A líder dos Morlocks nos quadrinhos possui sentidos sobre-humanos, porém em X-Men: O Confronto Final ela foi representada como tendo super-velocidade. Além disso, toda a carga dramática da história da personagem foi completamente ignorada.

Sendo líder do grupo de mutantes com aparências monstruosas que não permitem que eles andem na rua sem serem hostilizados, a personagem já foi de heroína a vilã algumas vezes, porém sempre faz de tudo para proteger os oprimidos .

Imagem de capa do item

Tempestade

Tendo sido considerada uma Deusa por boa parte de sua vida, é estranho que em suas duas versões no cinema até agora, Ororo Munroe tenha sempre sido deixada de lado e com pouca importância nas histórias do filme. Ainda não vimos como será sua participação em Fênix Negra, porém com Jean Grey, Mística, Xavier e Magneto no meio, é difícil que ela tenha mais do que algumas cenas de destaque.

Além disso, a personagem quase sempre tem seus poderes subutilizados, ela pode controlar o clima completamente, mas ainda assim quase sempre utiliza apenas raios e, vez ou outra cria uma chuva e furacões. A personagem é uma das mais icônicas dos quadrinhos da Marvel e merece bem mais do que recebeu até agora.

Imagem de capa do item

Jubileu

Jubileu é a queridinha dos fãs de X-Men principalmente devido sua importância no desenho animado dos anos 80. Ela até chegou a ter pequenas participações em X-Men e X2, porém seu maior destaque agora foi em Apocalipse, porém ela mal teve falas no filme.

Nos quadrinhos a personagem tem uma relação de “pai e filha” com o Wolverine, que na trilogia original foi passada para a Vampira, contudo seria bem interessante ver a dinâmica dos dois heróis nos quadrinhos sendo passada para os cinemas, principalmente devido suas personalidades completamente opostas

Imagem de capa do item

Vampira

A Vampira sempre foi uma favorita dos fãs de X-Men e teve um papel importante na primeira trilogia… Contudo muitos fãs da personagem não gostaram de como ela foi retratada e sentiram falta da heroína forte e confiante que sempre conheceram.

A própria Anna Paquin, que a interpretou, já havia dito que gostaria de retornar como uma versão mais semelhante aos quadrinhos da Vampira, o que certamente deixaria todos bem felizes.

Imagem de capa do item

Homem de Gelo

O Homem de Gelo teve um papel bem grande em X2, contudo, pouquíssimo de sua personalidade realmente foi trabalhada e mal vimos seu lado brincalhão e engraçado, que chega muitas vezes à rivalizar o do Homem-Aranha.

Além disso, a Marvel finalmente teria a chance de trazer um grande herói LGBT+ para as telas do cinema, além de poder trabalhar todo o seu potencial como mutante ômega.

Imagem de capa do item

Psylocke

Vamos tentar esquecer que a personagem esteve em X-Men: O Confronto Final, já que dizer que aquela mutante era a Psylocke é basicamente um insulto para qualquer pessoa que se diz fã da heroína. Em X-Men: Apocalipse vimos Olivia Munn dando vida a personagem, contudo, mesmo com um visual belíssimo que foi praticamente retirado das HQs, Betsy Braddock mal teve falas no filme e serviu apenas para existir como plano de fundo.

Seria incrível poder ver a heroína tendo que lidar com sua dualidade e violência, enquanto ainda sendo uma heroína, nas telonas, isso sem falar na possibilidade de vermos ainda mais de seus poderes, que quando adaptados corretamente são belíssimos de se ver.

Imagem de capa do item

Kitty Pryde

Kitty Pryde teve um bom destaque em X-Men: O Confronto Final e Dias de um Futuro Esquecido, principalmente devido a carismática atuação de Ellen Page. Contudo, é triste que uma personagem tão importante e adorada sempre seja jogada pra escanteio.

Assim como a Marvel revitalizou a imagem de Peter Parker como um ícone adolescente, Kitty Pryde pode, e deve, se tornar uma personagem que represente bem a cultura jovem, principalmente com suas indagações, revolta e leveza. Considerada o “orgulho dos X-Men”, a heroína tem tudo para ser o grande nome de uma nova franquia mutante.

Imagem de capa do item

Emma Frost

A Rainha Branca teve uma pequena participação em X-Men: Primeira Classe, porém qualquer pessoa que já leu algum quadrinho com a personagem depois dos anos 90 sabe que ela é bem mais do que apenas uma vilã inesquecível que é facilmente derrotada por Magneto e Xavier.

A personagem já deixou claro várias vezes nos quadrinhos que pode bater de frente - e até mesmo superar Charles Xavier, tanto como telepata como educadora e diretora do Instituto Xavier. Uma Emma Frost focada, dedicada e apaixonada por ensinar seria uma excelente representação da personagem caso ela retorne para as telonas.

Imagem de capa do item

Ciclope

O líder dos X-Men foi completamente jogado para escanteio na primeira trilogia dos mutantes no cinema e, nos novos filmes, também não teve um papel digno do personagem nos quadrinhos já que não assumiu ainda, completamente, a posição de líder da equipe.

Sendo considerado “chato” por boa parte dos fãs, o herói sempre faz de tudo para defender a raça mutante e seus companheiros, além de ser um líder tático sem igual. Nos próximos filmes dos X-Men, ele possui tudo para se tornar um personagem tão grande a adorado quanto o Capitão América ou Senhor das Estrelas.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."