Capa da Publicação

10 mortes dos animes que nunca vamos superar!

Por Raphael Martins

A animação japonesa se difere a todas as outras não apenas por ter seu estilo próprio de traço e narrativa, mas por produzir séries quase sempre carregadas de emoções fortes. E quando dizemos isso não nos referimos a apenas lutas que nos deixam empolgados, mas a arcos de desenvolvimento de personagens, construção de atmosfera… e mortes de personagens queridos.

Quando se acompanha uma série de anime por algum tempo, inevitavelmente se cria um laço, uma identificação com um ou mais personagens, e quando eles são tirados de nós de maneira trágica e violenta, é como se perdêssemos um amigo querido ou um membro da família. É algo que se leva dias para superar, dependendo da sua ligação com quem se foi.

Nessa lista, vamos revisitar alguns dos momentos mais trágicos dos animes, onde tivemos que dizer adeus aos nossos amigos em 2d. Tá com o lencinho na mão aí? Ótimo, porque você vai precisar.

Ceasar (Jojo´s Bizarre Adventure)

Ceasar Zepelli foi um dos protagonistas da segunda fase do anime, Battle Tendency, onde ao lado de Joseph Joestar, tinha o dever de encarar os chamados "homens do pilar", um trio de guerreiros poderosíssimos.

Ele foi salvo de uma vida de crime e maldade por Lisa Lisa, mestra do Hamon, que lhe ensinou sua arte e lhe contou a verdade sobre sua família, o transformando num homem honrado. Apesar de sério e por vezes arrogante, Ceasar tinha um bom coração e nutria uma estima real por Jojo, apesar de jamais admitir isso.

Atraído para uma armadilha numa mansão misteriosa, Ceasar encontra seu fim nas mãos de Wammu, um dos homens do pilar. O jovem guerreiro lutou com honra, coragem e determinação, mas foi descuidado, o que resultou em um ferimento fatal. Apesar de serem inimigos, Wammu reconheceu o valor de Ceasar, reverenciando a força de vontade do herói na hora de sua morte.

Jiraiya (Naruto)

Mestre de Naruto e de seu pai, Minato, Jiraiya era um dos três ninjas lendários, junto com Tsunade e Orochimaru. Esbanjava carisma com seu jeito bonachão, despreocupado e por vezes pervertido, o que o fazia se meter em situações tão bizarras quanto engraçadas. É o autor da série de livros de romance preferida de Kakashi, que também ensinou ninjutsu a Naruto.

Ao confrontar Pain, um de seus antigos aprendizes, Jiraiya encontra a morte numa luta bastante injusta de seis contra um, mas não antes de descobrir o segredo da força do inimigo. Antes de morrer, ele manda uma mensagem misteriosa a Naruto revelando a fraqueza de Pain... se ele conseguir decifrá-la.

A morte de Jiraiya foi bastante sentida por Naruto e seus amigos, mas provavelmente nós sentimos muito mais.

Ace (One Piece)

One Piece é uma história longa, com mais de 900 capítulos de mangá, quase 20 anos de exibiçao na TV e nenhuma previsão de quando vai acabar. Mas em todo esse tempo, poucos momentos da história são mais tristes que a morte de Ace, o "irmão" de Luffy.

Preso pelo governo mundial por atos de pirataria e sentenciado a morte, Ace acaba sendo o pivô de uma das mais celebradas sagas da série, a batalha de Marineford, ou "A Guerra dos Melhores". Nessa saga, os piratas do chapéu de palha, os piratas do Barba Branca e toda a aliança dos piratas trava uma batalha de escala inimaginável contra a marinha e o governo mundial, tudo para salvar Ace da morte certa.

Infelizmente, todo esse esforço é em vão, terminando com Ace morrendo nos braços de Luffy, sacrificando sua vida para salvar o irmão de um ataque mortal do capitão Akainu. Um momento extremamente triste, mas essencial para fazer Luffy crescer como personagem e avançar com a história.

Kamina (Tengen Toppa Gurren Lagann)

Corajoso, sonhador, baderneiro e extremamente carismático, Kamina era o coração e alma do trio principal de heróis de Gurren Lagann. Sempre acompanhado de seu indefectível óculos escuro, Kamina tinha uma máxima: "Não confie em você. Confie em mim que confia em você!"

Kamina é o melhor amigo de Simon, que morava com ele na vila subterrânea de Jiha. Seu maior sonho era levar seu povo ao mundo da superfície, para que tivessem uma vida melhor. O problema: a superfície é dominada pelos Homens-Fera, vilões que usam máquinas de combate gigantes, os ganmen, para lutar.

Em uma missão para invadir o Daizangan, ganmen gigante dos Homens-Fera, os heróis conquistam a vitória, mas ao custo do sacrifício de Kamina, atingido por um ataque traiçoeiro. O tempo que o personagem teve para brilhar foi curto, apenas uma temporada, mas sua jornada foi marcante e bela como ver uma estrela cadente.

Joe (Ashita no Joe)

Ashita no Joe foi um dos primeiros sucessos do gênero "esportes" nos mangás. É uma obra adorada com fervor pelo público japonês, se mantendo extremamente popular até hoje no país.

A história gira em torno de Joe Yabuki, um jovem encrenqueiro e malandro, mas extremamente talentoso na nobre arte do boxe. O mangá, que foi publicado entre 1968 e 1973, acompanha a jornada de Joe para ser um campeão não só nos ringues, mas na vida, se tornando uma pessoa melhor.

Mas o final é um dos mais tristes da história dos mangás. Após uma luta ferrenha contra o campeão mundial José Mendoza, que durou crueis 15 rounds, o valente Joe senta para descansar. Seu treinador vai até o lutador para saber como ele está, apenas para descobrir que Joe havia perdido a vida. Ele tinha um sorriso sereno no rosto, como se tivesse cumprido sua missão neste mundo.

Joe perdeu a luta por pontos.

Nina (Fullmetal Alchemist)

Essa aqui é bem pesada, especialmente por se tratar de uma criança, e marcou muito os fãs de anime como um todo. A internet está aí para provar, sempre nos lembrando do trágico destino da pobre Nina com memes e posts nas redes sociais.

Os irmãos Edward e Alphonse Elric conhecem Nina ao visitarem a casa do pai dela, o alquimista Shou Tucker, famoso por criar fundir formas de vida para criar quimeras para o exército. Eles logo são conquistados por seu jeitinho doce e seu cão, Alexander.

Ao voltarem à casa eles descobrem, para seu mais absoluto horror, que Nina havia sido fundida a Alexander, e transformada em uma quimera por seu próprio pai, que não queria perder seu prestígio como alquimista federal. Com pena da garotinha, Scar tira sua vida.

É uma cena bastante desconfortável de se assistir, capaz de embrulhar o estômago de qualquer um que tenha um coração batendo no peito.

L (Death Note)

O detetive L tinha a fama de resolver qualquer caso, não importava o quão estranho ou aparentemente impossível ele fosse. Sendo assim, a Interpol o contrata para descobrir a verdadeira identidade de Kira, o responsável pelas mortes de várias pessoas sob circunstâncias misteriosas. É aí que começa uma das maiores rivalidades dos animes dos últimos anos.

L e Kira travam uma guerra intelectual cheia de surpresas e reviravoltas, mas as coisas não acabam bem para o maior detetive do mundo. Por suspeitar que Misa Misa era o outro Kira, L é morto por Rem, uma shinigami com quem a garota tinha uma relação de amizade. A força tarefa então nomeia Light Yagami, o próprio Kira, como o novo L.

Apesar de ter sido morto e de ter sua identidade roubada por seu pior inimigo, L morreu sem jamais ter sido derrotado por ninguém. Seu legado seguiu com aqueles que o sucederam e finalmente conseguiram acabar com os planos de Kira.

Setsuko (O Túmulo dos Vagalumes)

De longe o filme mais triste do estúdio Ghibli, O Túmulo dos Vagalumes conta a história de dois irmãos tentando sobreviver aos horrores da segunda guerra mundial no Japão. Seita e a pequena Setsuko tem apenas um ao outro após a mãe sofrer uma morte horrível, e cuidam um do outro enquanto lutam contra uma doença que os está matando aos poucos.

Após perder a irmãzinha para a fome e a doença, Seita coloca seu corpo em uma pequena caixa e ateia fogo. Não há lágrimas em seus olhos ou tristeza no seu rosto, apenas... vazio. Não se sabe se ele está reprimindo seus sentimentos ou se ele se dessensibilizou diante de tanto terror, mas nós preferimos pensar que ele sabe em seu coração que a separação é temporária e que um dia se encontrarão novamente.

Depois de cremar o corpo da irmã, Seita coloca as cinzas em uma latinha, levando-a com ele para onde quer que vá. Triste é pouco.

Meruem (Hunter vs Hunter)

Meruem é o grande vilão da saga Chimera Ants, uma das mais populares, senão a mais popular, do anime e mangá Hunter x Hunter. Rei de sua espécie, ele tem a capacidade de assimilar a aura das pessoas que devora, se tornando ainda mais poderoso.

Era arrogante e cruel, tendo tomado um país inteiro com seu exército sem muita dificuldade, o que chamou a atenção dos Hunters, que formaram uma força tarefa para matá-lo.

Mas até mesmo alguém como Meruem tinha um coração. Ele conhece a jovem Komugi, uma garotinha cega, por quem ele desenvolve um profundo afeto, e após ser envenenado pela radiação de uma explosão atômica, conhece o melhor dos seres humanos ao morrer nos braços de sua primeira e única amiga.

Shuu (Hokuto no Ken)

Um dos pilares fundadores do gênero shonen moderno, Hokuto No Ken é no Japão o que Cavaleiros do Zodíaco é no Brasil, uma série idolatrada e que se mantém popular não importa quanto tempo passe. Ela acompanha as aventuras de Kenshiro, um guerreiro que luta pela justiça em um mundo pós-apocalíptico.

Em sua jornada para destruir o vilão Souther, Kenshiro conhece Shuu, um homem que salvara sua vida quando ele ainda era um garoto. Shuu protegia os moradores de um vilarejo contra o exército de Souther, mas é derrotado por ele e a vila é feita refém.

Para salvar a vida dos habitantes do vilarejo, Shuu sobe uma enorme pirâmide carregando uma pesada pedra, só para ser atravessado por uma lança por Souther ao chegar no topo. Sua morte não foi em vão: o sacrifício de Shuu dá a Kenshiro a motivação que ele precisava para acabar com o vilão de uma vez por todas.

O vídeo não está mais disponível.

Bônus: Cavaleiros de Ouro (Saint Seiya)

Os Cavaleiros de Ouro são, de longe, os personagens mais populares e amados dentre todos os heróis e vilões de Cavaleiros do Zodíaco. E na hora de nos despedirmos deles em seu sacrifício final, as lágrimas desceram e o coração apertou.

Para abrir caminho para que os cavaleiros de bronze pudessem ir ao encontro de Atena nos Campos Elíseos, os bravos cavaleiros de ouro queimam seus cosmos até o limite pela última vez, reunindo todo o seu poder na flecha dourada de Aioros de Sagitário e recriando o brilho da luz do sol em pleno inferno, algo que parecia impossível. Mas o impossível é a especialidade dos defensores de Atena.

O Muro das Lamentações é despedaçado e Seiya e seus amigos conseguem passar, mas às custas das vidas desses 12 inesquecíveis heróis. Jamais serão esquecidos.

Imagem de perfil
Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael