Capa da Publicação

10 momentos que não podem faltar no remake de Resident Evil 2!

Por Equipe Legião dos Heróis

Resident Evil 2 foi um sucesso de público e crítica quando foi lançado em janeiro de 1998. A continuação do que viria a se tornar uma das maiores franquias dos videogames por mais duas décadas vendeu quase 5 milhões de cópias e é um dos títulos mais memoráveis de PlayStation One.

O sucesso foi tanto que, por anos a fio, os fãs da série vinham pedindo para que a Capcom fizesse um remake aos moldes do que aconteceu com o primeiro jogo. Eis que em 2015, os produtores anunciaram que iriam sim refazer o jogo, com o icônico anúncio “we do it!”.

Desde então, nada mais foi dito, até que na E3 deste ano, um trailer arrebatador finalmente foi revelado, entregando tudo (ou quase tudo) que os fãs queriam e mais. O novo Resident Evil 2 chega em 25 de janeiro de 2019 e até lá, podemos sonhar um pouquinho e brincar com nossas imaginações, pensando em como eles irão trazer, reformular ou expandir alguns dos momentos mais marcantes do jogo original.

Pensando nisso, preparamos uma lista com os 10 momentos mais memoráveis do game original e que não podem ficar de fora da nova versão. Confere só!

O ataque dos corvos no corredor com as janelas!

A delegacia de polícia é uma das maiores localidades dos jogos da série, e claro, é bastante icônica. No segundo andar da RPD mais especificamente, após passar pela segunda vez em um corredor que leva para o heliporto do local, os personagens são surpreendidos por dezenas de corvos ensandecido!

Esses animais quebram repentinamente os vidros das janelas e invadem o ambiente para bicar o seu personagem até a morte. O susto é garantido, e a Capcom não pode deixar esse momento tão memorável de fora.

Imagem de capa do item

O Licker pulando pelo vidro da sala de interrogação!

Outro momento icônico do game clássico é quando Leon e Claire estão vasculhando as alas menos acessíveis ao público geral, como a sala de imprensa, por exemplo, e também sala do interrogatório – aquela que possui um espelho falso.

Uma peça importantíssima para um enigma se encontra nessa última sala. E bem, o caminho até esse local é povoado de ameaças. Por fim, ao adentrar a consagrada sala de interrogatório, tudo parece tranquilo. O problema é na volta... O coração só falta sair pela boca!

A batalha contra o Dr. Birkin no elevador de carga!

Como os produtores já garantiram que o crocodilo estará de volta no remake, falta saber como eles lidarão com os dois chefões, Mr. X e Dr. Birkin.

Até mesmo no Resident Evil: The Darkside Chronicles essa memorável batalha aconteceu, e apesar de os desenvolvedores terem afirmado em entrevistas que muitos momentos icônicos estariam de volta, é difícil imaginar como eles irão reformular essa luta.

Birkin reaparece várias vezes para os personagens, e em especial, no elevador de carga, são duas batalhas mortais contra ele! A trilha sonora também é algo a se pensar, já que nessa parte em específico, ela é épica, e é facilmente uma das favoritas dos fãs!

Imagem de capa do item

O beijo entre Leon e Ada!

No remake, tanto Leon quanto Claire deverão ter suas próprias aventuras, e assim como no original, se encontrarão esporadicamente. No clássico, porém, existiam duas formas de jogar: Leon A e Claire B, ou Claire A e Leon B, sendo A o primeiro cenário, e B o segundo.

O beijo entre o policial e a espiã só existia se a segunda combinação fosse feita, pois na primeira, Ada morre (pra valer!) em uma queda.

Esperamos que os produtores deem um jeito de misturar os cenários em algum momento, pois se esse beijo não acontecer a polícia dos shipps não vai deixar barato!

Imagem de capa do item

Jogar com Sherry e Ada!

Em determinado ponto da história, era preciso jogar com a garotinha Sherry ou com a misteriosa Ada. O período controlando as duas eram curto, pois o objetivo do trecho era que elas conseguissem uma chave para Claire ou para Leon. No remake, uma expansão desse trecho jogável com as duas seria mais do que bem-vindo!

Imagem de capa do item

As medalhas do lobo e da águia!

Esses medalhões icônicos estavam presentes no primeiro Resident Evil e no segundo jogo, retornam como uma espécie de homenagem. Afinal, os dois objetos serviam para abrir a passagem secreta para os laboratórios embaixo da mansão. No Remake do primeiro Resident Evil, esses dois objetos são encontrados dentro de livros especiais um tanto difícil de se conseguir.

Já na continuação, a maneira como essas medalhas são encontradas é mais fácil, mas de forma similar ao primeiro jogo, elas liberam o acesso ao bondinho. O melhor, porém, ainda está por vir, pois eventualmente descobre-se que este transporte leva aos laboratórios secretos da Umbrella abaixo da cidade, onde o grande clímax do jogo finalmente acontece!

A cena do helicóptero caindo na delegacia!

Essa cena se passa logo no começo do cenário B, e o personagem que for o protagonista dessa rota presencia uma verdadeira catástrofe – tudo acontecendo em uma cutscene bem trágica.

Acontece que um dos policiais está aguardando a aproximação de um helicóptero que irá resgatá-lo. Porém, ele não presta atenção ao seu redor e muitos zumbis começam a cerca-lo. Por fim, eles conseguem morder o pobre policial, que está inclusive armado com uma metralhadora.

No choque do momento, o homem acaba disparando a arma que tem em mãos, atingindo o piloto do helicóptero que tentava se aproximar. O veículo por fim cai, gerando uma grande explosão no heliporto. Triste demais.

Imagem de capa do item

Annette contando a história do marido!

A mãe de Sherry só é encontrada mais à frente no jogo, mas a ela pertence uma das cenas mais memoráveis do jogo também. Afinal é ela quem conta como seu marido, o Dr. William Birkin, foi traído pela Umbrella Corporation.

Nisso, em um ato de fúria e desejo por vingança, ele acaba se injetando com sua mais recente criação: o G-Virus. O mutagênico o transforma em uma criatura horrenda, que agora vaga por aí agonizando e chamando pela filha, infectando tudo e todos que vê pela frente.

O monstro é facilmente identificado pelo terrível e gigante olho alocado em um dos braços que a tudo observa.

Imagem de capa do item

A foto secreta da Rebecca!

Rebecca Chambers é uma prodígio de respeito. A novata da equipe Bravo dos S.T.A.R.S. tem apenas 18 anos na época do primeiro e do segundo Resident Evil e sobreviveu a dois incidentes virais seguidos (RE0 e RE1).

Anos mais tarde, quase se tornou uma infectada também, mas acabou sendo salva por Chris e Leon (em RE Vendetta).

A paramédica tem, inclusive, uma fotografia sua escondida na mesa do Capitão Wesker na delegacia de Raccoon City. Para conseguir essa foto, é necessário checar a mesa pelo menos 25x, e então o personagem obtém o filme.

Ao revelar o filme, uma imagem muito graciosa de Rebecca é adquirida, agregando aos demais documentos e evidências recolhidos ao longo do jogo.

Imagem de capa do item

O piloto Brad no pátio da delegacia de polícia!

Para conseguir ver Brad vagando como um zumbi era preciso percorrer toda a cidade e chegar na delegacia sem pegar nenhum item pelo caminho. Com um pouco de treino, é até fácil conseguir essa proeza.

O problema era enfrentar o Brad e conseguir o item especial que ele tem: a chave para o guarda-roupas, que permite a troca de traje dos personagens. Esta tarefa sim é bastante difícil, em suma porque o piloto dos S.T.A.R.S. está vestindo um colete!

Mas, além disso, Brad é um personagem importantíssimo no primeiro RE, pois é ele quem resgata Chris e os outros no final do game. Mais do que isso, ele ainda tenta auxiliar sua grande parceira Jill em Raccoon City durante o pandemônio de zumbis, até que o monstruoso Nemesis chega e... Bem, isso faz parte de outra lista!

Imagem de perfil
Equipe Legião dos Heróis

"Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?"