Capa da Publicação

10 Melhores episódios de Doctor Who!

Por Mike Sant'Anna

Doctor Who é um dos maiores ícones da cultura pop mundial, uma série que já está no ar há mais de 50 anos. Mas em sua nova saga, que começou desde 2005, tivemos episódios incríveis que entraram para a história da série, como alguns de seus melhores. (Desculpa, essa lista não terá episódios da saga clássica).

Imagem de capa do item

Blink

Vamos começar com um dos episódios preferidos de todo mundo em Doctor Who: o episódio que muita gente, inclusive, usa para apresentar a série para alguém.

Em Blink nós temos praticamente a essência de Doctor Who resumida em um único episódio separado e isolado. Viagem no tempo mostrando um conceito completamente diferente de como o tempo funciona, um roteiro incrível, que brinca com uma conversa entre uma pessoa e uma tela de TV. Fora que tem os Wheeping Angels, né?

Imagem de capa do item

Waters of Mars

Durante muitos episódios, nós vimos o Doctor de David Tennant brigar e aceitar suas perdas porque ele simplesmente não poderia interferir em algumas coisas, pelas regras dos TimeLords.

Mas em Waters of Mars nós vimos um episódio que tinha tudo para ser um bom episódio embora simples, se não fosse a fúria do Doctor que surge até o ato final. O timelord percebeu que ele era o último de sua raça, e isso fazia com que ele ditasse as regras, então definitivamente foi um episódio muito emocionante.

Imagem de capa do item

Forest of the Dead

Forest of the Dead é uma história dividida em dois episódios, que tem sua conclusão no segundo. Ela apresenta a premissa interessante da grande biblioteca e do monstro Vashta Nerada.

Mas a grande questão de Forest of the Dead, é que ele estava apresentando uma personagem extremamente importante na mitologia do Doctor, a Drª River Song.

O interessante é que ele apresentou essa personagem matando-a.

Imagem de capa do item

The Family of Blood

The Family of Blood também é o segundo de dois episódios que formam uma só história, assim como o item anterior. Eel é absurdamente impactante, principalmente por conta de seu final, onde o Doctor transformado em humano, na figura de John Smith, percebe que a vida inteira dele foi uma farsa e ele irá morrer.

A atuação de Tennant, os discursos que o personagem dava, e o futuro que ele vê com sua possível futura esposa, são de cortar o coração.

Imagem de capa do item

The Doctor's Wife

O que acontece se você pega uma séria como Doctor Who e coloca na mão do escritor que criou coisas como Sandman e Deuses Americanos? Acontece The Doctor's Wife.

Esse é o episódio que foi roteirizado por ninguém menos do que Neil Gaiman, e transformou a TARDIS em uma mulher real, o que nos proporcionou uma experiência única com Matt Smith.

Imagem de capa do item

The Pandorica Opens/The Big Bang

É, esse caso aqui eu tentei escolher um dos dois, mas não deu, um episódio precisa do outro para ser incrível. No primeiro episódio, nós temos o grande discurso de Matt Smith protegendo a Terra de seus invasores, que foi tão eficaz que espantou frotas alienígenas apenas com as palavras.

Enquanto no episódio seguinte, nós ficamos extremamente intrigados em como o Doutor escaparia daquela situação impossível, e aos poucos, vamos vendo um plano envolvendo saltos no tempo sendo colocado em prática.

Imagem de capa do item

Vincent and the Doctor

Definitivamente um dos episódios mais emocionantes de todas as temporadas de Doctor Who, mostrando uma aventura entre o Doctor, Amy Pond e o famoso artista Vincent Van Gogh. Seria apenas mais um episódio bem legal de ver, tendo Van Gogh correndo atrás de um alienígena invisível.

Mas aí nós temos aquele final, com o artista vindo ao futuro, descobrindo que sua obra era completamente famosa, reconhecida e aclamada. Foi um momento tão tocante e emocionante, que até hoje é considerado um dos melhores da série e viralizou em todas as mídias sociais.

Imagem de capa do item

Heaven Sent

O Doctor mais recente, Peter Capaldi, foi o protagonista de uma das mais incríveis aventuras do timelord. Uma aventura solo, sem nenhum companion, sem nenhum outro personagem para interagir: apenas um grande episódio composto por monólogos, onde fica muito clara, de uma vez por todas, essa força de vontade inabalável do Doctor.

Passar bilhões de anos derrubando uma parede de diamante, um soco por vez, não é para qualquer um.

Imagem de capa do item

The Zygon Inversion

Esse episódio foi o responsável por finalmente consolidar Capaldi como um Doctor de respeito para muita gente. Principalmente por conta do incrível e inesquecível discurso sobre o que é uma guerra.

Esse é um daqueles momentos onde você simplesmente fica completamente impactado pelo roteiro de Doctor Who.

Imagem de capa do item

The Day of the Doctor

Para fechar como deve ser fechado, o famoso e aclamado Especial de 50 Anos da série, trazendo Matt Smith e David Tennant juntos pela primeira vez, resolvendo um mistério que por muitos anos ficou no ar: O que aconteceu de verdade com Gallifrey.

Foi definitivamente um presente incrível para todo e qualquer fã de Doctor Who. E qual é o seu episódio favorito?

Imagem de perfil
Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.