Capa da Publicação

10 maiores reviravoltas nas histórias dos heróis!

Por Equipe Legião dos Heróis

As ame ou as odeie, mas as famosas reviravoltas (do inglês: plot twists) sempre andaram de mãos dadas com a narrativa. Afinal, todo e qualquer autor desejar cativar seu público, seja de uma maneira boa ou ruim.

Nas histórias em quadrinhos, isso não é uma exceção. Independente da editora, da saga ou do personagem, uma reviravolta quase sempre é esperada para angariar cada vez mais leitores em um arco – ou até mesmo para mantê-los.

Separamos então 10 reviravoltas marcantes de histórias em quadrinhos, dando ênfase a arcos famosos da Marvel e da DC desta vez. A lista a seguir contém spoilers, portanto, esteja avisado que você pode se deparar com grandes revelações que podem estragar sua experiência.

Imagem de capa do item

Império Secreto: Capitão Hydra

Uma das reviravoltas mais recentes foi a revelação de que o Capitão América na verdade era um agente da Hidra, organização nazista contra a qual ele sempre lutou. A Marvel criou a saga com base em uma reimaginação do cenário mundial caso os nazistas tivessem ganhado a Segunda Guerra.

A trama mostra que a história do mundo foi reescrita pelo Cubo Cósmico a favor dos Aliados, sendo que na realidade original foram os nazistas quem ganharam a guerra. O Capitão Hidra, portanto, seria o original e o Capitão América era apenas uma mentira durante todo esse tempo.

No final, tudo foi resolvido porque Kobik, uma manifestação do próprio Cubo Cósmico, havia guardado as memórias do Capitão América. A entidade reconstruiu o herói e o trouxe de volta em uma forma física para uma última batalha contra o Capitão Hidra, que acaba sendo preso – pero no mucho.

Imagem de capa do item

Lanterna Verde: Crepúsculo Esmeralda

Logo depois do evento que marca o retorno do Super-Homem, a cidade natal de Hal Jordan é destruída pelo vilão Mongul. Basicamente, a reviravolta dessa história é porque o Lanterna Verde enlouqueceu de vez após todos seus amigos morrerem.

Com a depressão, Hal Jordan usa a energia de seu anel para simular a cidade e a população que perdeu e então os Guardiões do Universo exigem que o Lanterna Verde revogue seu posto porque ele usou o item mágico para fins pessoais.

Além de devastado, o herói também ficou furioso e decide ir até a cidade dos Lanternas Verdes, derrotando todos que cruzam seu caminho até lá. Ele até mesmo assassina seus amigos e também os Guardiões do Universo.

É então que a frase da capa “Lanterna Verde Hal Jordan: Agora o Maior Vilão do Universo!” faz todo o sentido porque basicamente vemos o personagem se transformando no poderoso e perverso Parallax. Triste fim.

Imagem de capa do item

Homem-Aranha: Saga do Clone

Um dos arcos mais longos e confusos, repletos de reviravoltas ao longo do curso. Na história, Ben Reilly, que Peter Parker acreditava estar morto, retorna como o Aranha Escarlate e une suas forças ao Homem-Aranha. Logo depois, Mary Jane revela ao marido lançador de teias que está grávida.

A narrativa vai se desenrolando com cada vez mais informações surgindo e eventos traumáticos, como a morte da tia May, Peter Parker sendo considerado o clone, e não o verdadeiro e por fim, a suposta perda do bebê de Mary Jane.

Claro que tudo se resolveu convenientemente com Norman Osbourne revelando que tinha armado tudo e inclusive, raptado May, a filha de Mary Jane e Peter Parker – isso sem contar o fatídico destino de Ben Reilly. Mas, sempre vale lembrar que muitas dessas reviravoltas eram reflexos das mudanças editorais da época, que acabaram respingando na história. Uma pena.

Imagem de capa do item

Novos Titãs: O Contrato de Judas

A chegada de Terra, ou Dana Markov, nos Novos Titãs foi um marco, afinal ela é responsável por uma grande reviravolta na saga. Mas antes disso, vale comentar o desenvolvimento de sua jornada, pois logo que a garota passa a ser um membro do grupo, Mutano logo apaixona por ela.

Acontece que a garota na verdade estava trabalhando para o Exterminador. Infiltrada entre os Novos Titãs, ela deveria reunir informações de seus companheiros, incluindo suas fraquezas, para que Slade Wilson pudesse agir contra o grupo.

Foi um grande choque para a época, em especial porque o desfecho é bastante trágico.

Imagem de capa do item

O Renascimento da Fênix: O Retorno de Jean Grey

Depois de 15 anos morta nos quadrinhos, eis que Jean Grey retorna em um arco só dela. A hospedeira da Fênix retornou recentemente em uma minissérie de 5 edições, e esse evento fez com que vários outros mutantes “renascessem” também – na verdade, uma manifestação deles, o que foi o pontapé inicial para a saga.

Então, quando os X-Men decidem investigar, descobrem uma espécie de ovo de Fênix. A energia que emana do objeto é tão forte que está ecoando nos mutantes que já morreram, trazendo manifestações deles.

Os heróis descobrem que a Fênix estava buscando uma nova hospedeira, mas nenhuma deu certo, então ela resolveu trazer a Jean Grey de volta, tentando persuadi-la com essas manifestações para que a mutante a aceitasse e elas coexistissem dentro do mesmo corpo.

Obviamente, a mutante não a deixa tomar controle e a entidade é enfim derrotada. Desde então, Jean Grey está de volta aos X-Men e, aparentemente, livre da Fênix.

Imagem de capa do item

Flashpoint: Ponto de Ignição

Barry Allen só queria sua mãe de volta, viva de preferência. Mas é como dizem: “cuidado com o que deseja!”. E isso se aplicou ao pé da letra com o Velocista. As mudanças na linha do tempo de sua realidade, causadas por ele mesmo, trazem enormes consequências, não apenas para a sua história, mas para a história de praticamente todo o universo DC Comics.

Não existe a Liga da Justiça, as Amazonas e os Atlantes estão em guerra com a humanidade, diversos super-heróis morreram. E o pior de tudo: o Flash perdeu seus poderes. Por outro lado, quando tudo é resolvido, eis que surge uma nova linha do tempo, e a partir disso temos os Novos 52. Haja fôlego.

Imagem de capa do item

Desafio Infinito: Jornada de Thanos

Um dos arcos mais grandiosos da Marvel e que não poderia faltar nessa lista. A história inteira reúne sagas e minisséries, tudo para contar como Thanos, fascinado (na realidade cego) pela Morte, consegue subjugar entidades cósmicas conhecidas Anciões para colocar suas mãos nas Joias do Infinito.

Uma vez que ele as consegue, e a pedido de sua senhora, a dona Morte, Thanos estala os dedos e pronto: metade do universo evapora. O Titã Louco venceu. E essa reviravolta em formato de voadora de dois pés no peito, é apenas o começo da história!

Imagem de capa do item

Batman e Filho: Damian Wayne

A relação entre Batman e Talia Al Ghul sempre foi um aspecto recorrente das HQs do Cavaleiro das Trevas. Então quando decidiram tirar proveito disso para apresentar um fruto desse relacionamento conturbado, foi um choque (até que esperado, e) que rendeu bons momentos.

Damian Wayne, o filho de Batman e Talia Al Ghul só conheceu o pai quando já estava crescido. Nesse meio tempo, foi treinado pela Liga dos Assassinos, o que lhe garantiu paralelos interessantes com sua figura paterna.

O garoto não sente piedade em suas ações, enquanto Batman jurou nunca matar. Esse contraste rende um desenvolvimento interessante de ambas as partes. A relação cresceu naturalmente de ódio para companheirismo (forçado, mas ainda assim, foram parceiros), depois para respeito e enfim, para admiração.

Imagem de capa do item

Invasão Secreta: Invasão Skrull

Logo após os acontecimento de Guerra Civil, que dividiu todo o universo Marvel, acontece a Invasão Secreta. Os heróis vão aos poucos descobrindo que muitas pessoas na verdade são Skrulls disfarçados.

Os Skrulls são uma raça alienígena capaz de metamorfosear e que passaram décadas infiltrados na Terra, lentamente tomando o controle do mundo. Até mesmo personagens grandes da Marvel, como o Homem de Ferro, era um Skrull sem saber.

A saga mostra os heróis se voltando uns contra os outros em meio à essa invasão, e reviravolta atrás de reviravolta é o que acontece. Na realidade, a história toda por si só é uma reviravolta e causou um incomensurável rebuliço no universo da Marvel.

Imagem de capa do item

A Morte do Superman

Com um título bem direto ao ponto e autoexplicativo, só nós resta comentar como esse evento repercutiu quando aconteceu. As histórias do Superman não estavam indo bem na época e os editores resolveram que matá-lo talvez chamasse atenção. Bingo: acertaram em cheio.

O evento chamou a atenção da mídia internacional e até mesmo aqui no Brasil isso foi noticiado. O Superman, maior herói de todos os tempos, havia realmente sido morto pelas mãos da criatura Apocalypse.

Foi trágico e real e perdurou por alguns meses. Até que houve o grande arco do retorno do Super-Homem e... Logo depois o Crepúsculo Esmeralda.

E aqui temos nossa última reviravolta: esta lista é na verdade um loop temporal. Agora você pode voltar ao início mais uma vez.

Imagem de perfil
Equipe Legião dos Heróis

"Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?"