Capa da Publicação

10 maiores papéis da carreira de Josh Brolin!

Por Lucas Rafael

O ator Josh Brolin explodiu este ano em termos de popularidade, afinal, ele foi o intérprete da maior ameaça que o Universo Marvel já viu: Thanos.

Além disso, ele também roubou a cena em outra adaptação memorável das HQs: Deadpool 2, longa no qual interpretou o Mutante Cable.

Nesta lista, separamos alguns dos papéis mais incríveis no currículo de Brolin. Faltou algum que você julga essencial? Fale pra gente nos comentários.

Imagem de capa do item

Tom Chaney em Bravura Indômita (2010)

Para começar a lista, vamos com o personagem Tom Chaney, que Brolin interpretou no remake de Bravura Indômita lançado em 2010 pelos Irmãos Coen.

O personagem é um fora da lei sisudo com uma fala cambaleante, sendo um dos criminosos responsáveis pela morte do pai da protagonista. O papel serve para lembrar como as feições de Brolin contribuem para personagens de faroestes: Channey** cai como uma luva na ambientação do filme.

Imagem de capa do item

Jonah Hex em Jonah Hex (2010)

Jonah Hex pode até não ter sido a melhor das adaptações da DC, no entanto, Brolin certamente não teve culpa do desastre narrativo do filme, cumprindo muito bem sua função de protagonista ao encarnar um personagem quebrado e desfigurado em busca da vingança por sua família.

Imagem de capa do item

Dan White em Milk: A Voz da Igualdade (2008)

No primeiro papel nomeado ao Oscar de Brolin, ele interpretou um personagem que realmente existiu: Daniel James Dan White, vereador de São Francisco. O político assassinou o prefeito George Moscone assim como outro vereador, Harvey Milk, dentro da prefeitura do município.

Imagem de capa do item

Christian F. "Bigfoot" Bjornsen em Vício Inerente (2014)

Não podemos deixar de fora o excêntrico e divertido tenente que Brolin interpreta em Vício Inerente, um dos longas mais alucinados do diretor Paul Thomas Anderson.

Aqui, Brolin dá um show de atuação ao improvisar em boa parte das cenas, trazendo um obstáculo ao protagonista que não apenas se impõe, como vai se tornando uma presença cada vez mais divertida ao avançar da trama.

Imagem de capa do item

Llewelyn Moss em Onde os Fracos Não Têm Vez (2007)

Em outro filme premiado dos Irmãos Coen, desta vez adaptando o livro de Cormac McCarthy, Brolin interpretou o veterano de guerra Llewelyn Moss, que se apropria de US $ 2 milhões de dólares que encontra acidentalmente entre traficantes.

Imagem de capa do item

Matt Graver em Sicario: Terra de Ninguém (2015)

Outro personagem imponente e glorioso de Brolin é o agente da CIA Matt Graver, um homem sisudo e que sabe como manejar uma arma. Brolin voltou ao papel do personagem recentemente este ano para a sequência de Sicario, dando mais um show de atuação.

Imagem de capa do item

Eddie Manix em Ave, César!

Um dos personagens mais imponentes e sisudos de Brolin foi Eddie Manix no metalinguístico filme Ave, César!!, um verdadeiro tubarão da indústria de Hollywood.

Com uma presença forte e diálogos marcantes entregues com precisão por Brolin, o personagem que marca mais uma colaboração entre o ator e os irmãos Coen não podia ficar de fora da lista.

Imagem de capa do item

Jovem Agente K em MIB - Homens de Preto 3

Uma das tarefas mais árduas da carreira de Brolin deve ter sido preencher os sapatos de Tommy Lee Jones em MIB 3 ao encarnar uma versão mais jovem do personagem do ator, o sério Agente K.

Brolin tirou a tarefa de letra, adaptando desde os lados mais sérios e sensíveis do personagem para uma versão mais jovial, encarnando também seus maneirismos primorosamente.

Imagem de capa do item

Cable em Deadpool 2

Outro personagem de quadrinhos ao qual a imponência de Brolin em tela serviu bem foi Cable, Mutante que deu às caras em Deadpool 2, despontando como um rival do Mercenário Bocudo para depois virar um aliado em potencial. Brolin acertou na medida sua representação do personagem, entregando um Cable com motivações fortes, determinado e com o coração no lugar certo.

Imagem de capa do item

Thanos no Universo Marvel

Em primeiro lugar, não podíamos deixar faltar a icônica intepretação de Brolin como o vilão cósmico Thanos. Ainda que tenha sido uma captura de movimentação, ele certamente entregou o que se esperava da imponência do Titã Louco após todos esses anos, desde que o vilão apareceu pela primeira vez sentado em sua cadeira ao final de Vingadores.

Imagem de perfil
Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais