Capa da Publicação

10 Heróis das HQs que funcionam melhor nos cinemas!

Por Gus Fiaux

Super-heróis estão mais populares do que nunca, e o cinema tem uma grande participação nisso. Foi graças a essa nova “Era de Ouro” dos heróis nos cinemas que tivemos um aumento significativo da influência desses personagens na cultura pop. E por mais que eles invadam as telonas, sua mídia principal sempre vai ser os quadrinhos.

No entanto, temos alguns casos bem peculiares, onde alguns heróis se tornam muito melhores em sua participação cinematográfica – seja pelo molde condensado de histórias, algumas adaptações em seus poderes e/ou personalidades e até mesmo pelo carisma dos atores que os interpretam. Considerando isso, aqui vão 10 personagens das HQs que funcionam melhor nos cinemas!

Créditos: Divulgação

Imagem de capa do item

Aquaman (Mundos da DC)

Quem disser que o Aquaman dos quadrinhos é um personagem desinteressante certamente está louco ou mal-intencionado. No entanto, é nítido que o herói aquático sempre foi muito subestimado e ridicularizado pelos fãs, mesmo com suas fases mais badass.

Por sorte, a versão do herói nos Mundos da DC já chegou impondo respeito desde o início, mostrando a que veio e se provando um herói sério - mesmo quando usa o clássico traje laranja e verde das HQs. Com sorte, o seu filme solo o mostrará sendo ainda mais digno de respeito.

Imagem de capa do item

Professor X (Universo dos X-Men)

Charles Xavier sempre foi a base dos X-Men, em qualquer mídia que a equipe aparece. Por baixo de sua aura contida e precavida, reside um gênio que sempre levou seu "sonho" de co-existência pacífica aos seus pupilos. No entanto, nas HQs, o telepata é também cínico e manipulador.

Sua versão cinematográfica, por outro lado, embora seja bem fiel à personalidade de Xavier dos quadrinhos, é bem menos maquiavélico nesse sentido. Sabemos que ele possui seus excessos e seu lado sombrio, mas o Professor X de James McAvoy e Patrick Stewart são bem mais "heroicos".

Imagem de capa do item

Homem-Formiga (Universo Cinematográfico da Marvel)

O Homem-Formiga é um personagem fundamental para a Marvel nos quadrinhos. Ele co-criou os Vingadores e o Ultron, entre outros atos... mas espere, estamos falando de Hank Pym. Quando se trata de Scott Lang, seu feito mais memorável nas HQs foi ter morrido pelas mãos da Feiticeira Escarlate.

Nos cinemas, por outro lado, o herói é bem mais consolidado e interessante, especialmente por estar inserido em uma franquia de comédia. Aqui, o carisma de Paul Rudd serve para humanizar Lang, e explorar mais da relação entre o herói e sua filha, Cassie.

Imagem de capa do item

Homem-Aranha (Universo Cinematográfico da Marvel)

Muitos podem até não concordar, mas o Homem-Aranha do Universo Cinematográfico da Marvel, considerando as histórias atuais, funciona muito melhor que sua versão dos quadrinhos - e isso tudo pelo simples fato de que ele é um adolescente ao pé da letra, e não um adulto constantemente infantilizado.

Tudo bem que Tio Ben e outros elementos importantes de sua história ainda não apareceram, mas isso não significa que eles não estão lá, nas entrelinhas. Além disso, destaque para o fato dele ser um personagem "atualizado", o que o Peter Parker das HQs já não é há um bom tempo...

Imagem de capa do item

Mercúrio (Universo dos X-Men)

Quando o visual do Mercúrio em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido foi revelado, muitos fãs perderam a cabeça, criticando a breguice de sua caracterização. No entanto, muitos queimaram a língua, pois o herói deu um show de carisma e admiração em sua participação.

Por mais que sua personalidade não seja tão forte ou tão impactante quanto o herói dos quadrinhos, o Mercúrio dos cinemas compensa na demonstração de seus poderes - que roubou a cena nos dois filmes em que apareceu. Com sorte, ele pode ganhar mais presença em Fênix Negra.

Imagem de capa do item

Senhor das Estrelas (Universo Cinematográfico da Marvel)

Verdade seja dita: os Guardiões da Galáxia se tornaram muito melhores nos cinemas, em comparação à sua formação mais recente nos quadrinhos. Eles possuem histórias melhores, vilões mais interessantes e um senso de humor único que não é bem explorado pela Marvel nas HQs.

A prova viva disso é o Senhor das Estrelas, que logo se tornou um dos maiores nomes dentro do UCM - enquanto, nos quadrinhos, ele continua rastejando em busca de relevância, mesmo com histórias solo nada empolgantes. Ah, e a presença de Chris Pratt também ajuda muito.

Imagem de capa do item

Wolverine (Universo dos X-Men)

Por mais que tenha sido inicialmente bem criticado ao ser escalado no papel do herói - por ser australiano e alto -, Hugh Jackman conquistou o coração dos fãs e se tornou a força motriz central dentro do Universo dos X-Men, nos presenteando com uma versão inesquecível do Wolverine.

Aqui, o herói é muito mais simples e impactante do que sua versão dos quadrinhos, que acabou se tornando muito maçante devido à sua excessiva presença nas histórias dos X-Men e de outras equipes. Tudo bem que ele leva o protagonismo da franquia nos cinemas, mas seu arco - finalizado em Logan é bem mais interessante.

Imagem de capa do item

Batman (Trilogia do Cavaleiro das Trevas)

Tudo bem que o Batman da DC Comics é um personagem com uma vasta mitologia e histórias muito interessantes, mas de forma geral, ele é um herói que se tornou exaustivo devido à sua superutilização nos quadrinhos da editora. Felizmente, a trilogia do Cavaleiro das Trevas deu uma renovada no personagem.

Aqui, descobrimos um Batman muito mais realista, que bate e apanha em proporções similares. E é justamente essa humanização de Bruce Wayne que o tornou bem mais interessante que sua versão original - por mais que o Batman de Ben Affleck seja, entre todos, o "mais fiel".

Imagem de capa do item

Homem de Ferro (Universo Cinematográfico da Marvel)

Nos quadrinhos, o Homem de Ferro é um dos personagens mais importantes da Marvel, tendo conduzido a história da editora desde a formação dos Vingadores aos eventos mais recentes, como a Guerra Civil e Vingadores vs X-Men.

No entanto, os cinemas ganharam a versão definitiva do herói principalmente por conta de Robert Downey Jr., que dá vida ao personagem de uma forma muito natural e complexa, sem perder o charme canalha e a ação desenfreada de Tony Stark.

Imagem de capa do item

Deadpool (Universo dos X-Men)

Por fim, temos um personagem que, atualmente, funciona nos cinemas. O Deadpool dos quadrinhos´pode até ter sua base fiel de fãs, mas conquistou o desgosto de boa parte da comunidade nerd por ser colocado à força em histórias das quais nem precisava participar.

Nos cinemas, além de contar com o inegável carisma de Ryan Reynolds, o anti-herói funciona por habitar em um meio bem mais contido, sem atrapalhar a história de outros super-heróis (ao menos por enquanto). Se, nos quadrinhos, ele se tornou superestimado, no cinema ele merece a valorização que tem.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux