Capa da Publicação

10 games com finais que dividiram os fãs!

Por Lucas Rafael

Dizem que o que realmente importa é a jornada, e não o final. Ainda assim, diversos games polarizaram seus fãs ao entregarem desfechos que, para alguns foram sensacionais, enquanto para outros foi… amargo, para dizer o mínimo.

Nesta lista, separamos 10 games com finais que dividiram os fãs! Faltou algum que você julga essencial? Joga pra gente nos comentários!

Imagem de capa do item

Red Dead Redemption

Red Dead Redemption tomou uma escolha corajosa em encerrar com... a morte do protagonista. Bem, não é esse o final tecnicamente, já que controlamos o filho de Marston em busca de vingança.

Ainda assim, muitos jogadores não absorveram direito o choque da morte de Marston, embora outros tenham achado genial.

Imagem de capa do item

Halo 2

O problema de Halo 2 é não ter sido finalizado. O game termina com Master Chief chegando na Terra com a promessa de terminar a luta, e as coisas encerram por aí.

Eventualmente, foi revelado que a data de lançamento do jogo acabou podando os planos para a fase final, que incluía uma batalha épica.

Imagem de capa do item

Fable 2

Após um game de RPG intrincado e um vilão no mínimo irritante; o jogador finalmente tem a chance de derrotar Lord Lucien. Eis que... bem, a batalha meio que não existe, e dependendo do seu progresso, outro personagem acaba matando o vilão que destruiu sua vida como protagonista ao ceifar a existência de tudo que era mais precioso ao seu personagem.

Imagem de capa do item

Terra Média: Sombras da Guerra

O problema aqui se tratou do anti-clímax. Após o suposto final do game, você precisa realizar diversas missões (que são fechadas rapidamente caso você pague) para liberar o final verdadeiro, algo que não colou com boa parte dos jogadores.

Imagem de capa do item

Batman: Arkham Asylum

Embora a franquia Arkham tenha revolucionado os jogos de heróis, com sua influência sendo sentida até hoje (alô, Spider-Man), não quer dizer que tudo nos jogos seja perfeito.

Arkham Asylum nos apresenta um Coringa sádico e calculista como aquele dos quadrinhos, até que ele resolve utilizar o soro de Bane para tentar vencer o Morcego na porrada mesmo, ação que contradiz a ameaça intelectual imposta pelo personagem. Muitos acharam a batalha final contra o Palhaço do Crime em Arkham Asylum anti-climática e incoerente, enquanto outros adoraram o espetáculo.

Imagem de capa do item

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

Sons of Liberty pegou muita gente desprevenida na época de seu lançamento. O game simplesmente trocava o protagonismo de Snake por Raiden após a primeira missão, tendo um extenso e confuso final que envolvem cheats de munição infinita; simulações da realidade e longos discursos sobre controle de informação, ou alguma coisa assim. Definitivamente não foi pra todo mundo.

Imagem de capa do item

Metal Gear Solid V: Phantom Pain

A franquia de Hideo Kojima é expert em dividir seus fãs.

Phantom Pain foi o último título da franquia assinado por Kojima, e a tensão criativa entre ele e a Konami acabou respingando no resultado final: Phantom Pain até oferece momentos de brilhantismo, mas acaba sendo uma obra capada com um desfecho inacabado.

Imagem de capa do item

Half-Life 2 Episode 2

A franquia da Valve acabou se tornando grandiosa pelo fator inovação, porém, outro elemento que fisgou os fãs foi a narrativa do game, que sempre se manteve rodeada por uma densa névoa elusiva de mistérios.

Episode 2 segue a cartilha da franquia em se encerrar através de um gancho, um gancho enorme que deixou diversos fãs angustiados. O problema? Bem, nada foi lançado depois disso. E nem existe sinal de que algo vá ser lançado. Pelo menos por enquanto.

Seguimos na expectativa de Half-Life 3.

Imagem de capa do item

The Last of US

Bem, o final de Last of Us traz Joel, o protagonista que você controla, exterminando médicos cirurgiões e erradicando a última esperança da humanidade se ver livre do vírus que a assola.

A decisão do personagem não desceu para alguns jogadores, embora outros até tenham curtido o desfecho.

Imagem de capa do item

Mass Effect 3

Poucos finais geraram tantas discussões acaloradas online quanto Mass Effect 3. Sendo a conclusão da trilogia épica de RPG sci-fi da Bioware, o título dividiu fãs ao oferecer quatro finais (três deles sendo bastante parecidos) que, bem, não condiziam com a escala da trilogia até então, provendo um sabor amargo para diversos fãs enfurecidos que não deixaram sua decepção passar desapercebida.

Imagem de perfil
Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais