Capa da Publicação

10 filmes musicais que você precisa assistir!

Por Gus Fiaux

Em Hollywood, poucos gêneros são mais populares e recorrentes do que o cinema musical. Desde que os filmes saíram do período mudo e descobriram o som, ganhamos uma infinidade de histórias cantadas e coreografias perfeitas, uma forte herança dos palcos do teatro.

Pensando nisso – e lembrando que temos um musical atualmente nos cinemas, com Nasce uma Estrela -, separamos aqui 10 filmes musicais que você precisa assistir. Não são necessariamente os melhores e mais icônicos do gênero, mas são filmes deliciosos para assistir e cantar todas as músicas, além de se emocionar!

Para esta lista, estamos desconsiderando as animações musicais da Disney, pois elas merecem uma matéria própria no futuro!

Créditos: Divulgação

Imagem de capa do item

Nasce uma Estrela (A Star is Born - 1937, 1954, 1976, 2018)

Abrindo esta lista, lhe presenteamos com não apenas uma, mas quatro indicações de filmes. Nasce uma Estrela é um dos musicais mais clássicos de Hollywood, tendo ganhado quatro versões, todas protagonizadas por grandes estrelas do cinema ou da música: Janet Gaynor, Judy Garland, Barbra Streisand e, atualmente, Lady Gaga.

A história, em todos os filmes, é basicamente a mesma: uma sonhadora se apaixona por um astro da música vítima do alcoolismo, e enquanto a carreira dela sobe ao estrelato, a dele se afunda graças à bebida e à arrogância. Cada filme possui músicas muito diferentes e todos eles são bem famosos no meio Hollywoodiano, com destaque para as versões de Garland e Gaga.

Imagem de capa do item

O Mágico de Oz (The Wizard of Oz - 1939)

Aliás, falando em Judy Garland, não podíamos nos esquecer do icônico O Mágico de Oz, uma adaptação da clássica obra de L. Frank Baum. A história todos já conhecem: a jovem Dorothy, após um furacão, acaba saindo do Kansas para a incrível terra de Oz, comandada por um poderoso mágico e ameaçada por uma bruxa malvada.

O filme se tornou um dos maiores clássicos do cinema de todos os tempos, trazendo inovações tanto para o uso de som quanto para a cor. Além disso, é cheio de canções memoráveis, que ganharam várias versões, como é o caso da maravilhosa "Over the Rainbow". Destaque para as atuações e para o tom divertido e emocionante do filme.

Imagem de capa do item

Cantando na Chuva (Singin' in the Rain - 1952)

Se você ainda não assistiu a Cantando na Chuva, você deveria parar tudo o que está fazendo e correr para ver o filme. Temos aqui o musical mais famoso da história, e um dos filmes mais belos sobre Hollywood e o quanto custa ser um astro de cinema nessa indústria glamourosa e desleal. O longa é encabeçado por astros como Gene Kelly e Debbie Reynolds

Cantando na Chuva é, basicamente, uma carta de amor à história do cinema, que conta um pouco sobre a transição do cinema mudo para o cinema falado, de uma forma bem divertida e única. Além disso, o filme acabou servindo de inspiração para diversos musicais lançados posteriormente, além de ter canções como "Singin' in the Rain" e "Make 'Em Laugh".

Imagem de capa do item

A Noviça Rebelde (The Sound of Music - 1965)

Ah, um dos maiores clássicos do cinema. Protagonizado por Julie Andrews, o filme conta a história de uma noviça que se muda para a casa de uma família rica, para trabalhar como babá. No entanto, ela traz a música como uma forma das crianças se expressarem, e logo conquista o coração do patriarca. A Noviça Rebelde é um filme lindo e fofo.

Mas não pense que fica só nisso. A segunda metade do longa também traz uma história mais densa, onde vemos a família fugindo da ameaça crescente do nazismo na Europa. Dentre as músicas, temos várias a destacar, como "The Sound of Music", "My Favorite Things", "Maria" e "Sixteen Going on Seventeen".

Imagem de capa do item

The Rocky Horror Picture Show (1975)

Se você gosta de horror e trash, o musical que deveria assistir não é outro senão The Rocky Horror Picture Show, um clássico cult. A história é uma homenagem aos vários filmes da RKO - um importante estúdio de cinema popular por seus longas de terror -, com as mais diferentes referências aos clássicos do gênero.

O longa conta com Tim Curry interpretando a Dra. Frank-N-Furter, uma cientista maluca que deseja criar o homem perfeito. The Rocky Horror Picture Show é um filme apaixonante, com uma legião de fãs no mundo todo. Após assistir pela primeira vez, você com certeza vai querer fazer o "Time Warp" de novo.

Imagem de capa do item

Grease: Nos Tempos da Brilhantina (Grease - 1978)

O pai de todos os musicais colegiais, Grease: Nos Tempos da Brilhantina também traz consigo um elenco de peso, liderado por nomes como John Travolta e Olivia Newton-John - que posteriormente seguiria uma exemplar carreira musical. É difícil não conhecer uma música do filme, tendo sucessos como "You're the One that I Want" e "Blue Moon".

O filme conta a história de Danny Zuko e Sandy Olsson, dois pombinhos que se apaixonam mas precisam enfrentar diversos problemas no colegial. Digno de todo o sucesso e fama que o sucedeu, Grease se mantém como um dos melhores musicais de todos os tempos, especialmente se pensarmos em suas canções.

Imagem de capa do item

Moulin Rouge: Amor em Vermelho (Moulin Rouge! - 2001)

Se você é fã de Nicole Kidman, esse filme é para você. Provavelmente o melhor filme de Baz Luhrmann, o longa traz a história de um jovem escritor e poeta que acaba se apaixonando por Satine, a estrela do cabaret Moulin Rouge. O longa é uma salada de músicas e referências, mas no melhor sentido possível.

O longa se situa em Paris, no começo do século passado, mas conta com novas versões de músicas muito conhecidas, como "Your Song" de Elton John, ou "Like a Virgin", de Madonna. Tudo isso é embalado com um estilo visual bem intenso, nos proporcionando um romance ardente cheio de números musicais perfeitamente orquestrados.

Imagem de capa do item

Hairspray: Em Busca da Fama (Hairspray - 2007)

Hairspray: Em Busca da Fama tem uma história divertida. O filme é baseado em um musical da Broadway, que por sua vez, é inspirado em outro filme, dirigido pelo "pai do trash", John Waters. Aqui, acompanhamos uma jovem menina que tem o sonho de se tornar uma estrela da música, mas que sofre preconceito por seu peso.

Contudo, sua voz inigualável a coloca em um programa de auditório, enquanto ela tenta provar seu valor ao mundo. O filme é bem divertido e engraçado, mas não deixa de tocar em assuntos sérios, como preconceito e racismo. No elenco, temos Zac Efron (para quem sentiu saudade de High School Musical) e John Travolta, na performance mais incrível de sua carreira.

Imagem de capa do item

Mamma Mia! - O Filme/Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo (Mamma Mia!/Mamma Mia! Here We Go Again - 2008/2018)

Tudo bem, terei que trapacear mais uma vez para indicar mais de um filme. Nesse caso, estamos falando de Mamma Mia! e sua continuação, dois musicais totalmente inspirados pela carreira de sucessos do ABBA, um grupo sueco extremamente popular, que nos trouxe canções icônicas como "Dancing Queen" e "Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)"

Baseado em uma peça teatral de 1999, o primeiro filme conta a história de uma menina que chama três homens para a pequena ilha onde mora, na Grécia. Um deles pode ser seu pai - e aí temos instalada uma divertida comédia, que ganhou uma continuação ainda mais emocionante e divertida neste ano, chamada Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo.

Imagem de capa do item

La La Land: Cantando Estações (La La Land - 2016)

Encerrando esta lista, temos um dos musicais de maior renome da atualidade. La La Land: Cantando Estações é o terceiro longa-metragem do diretor Damien Chazelle, famoso pelo incomparável Whiplash: Em Busca da Perfeição. O filme segue um homem e uma mulher tentando conquistar os holofotes na paradisíaca Los Angeles.

Com uma trilha sonora linda e emocionante, que varia do jazz ao pop mais melódico, o filme é uma baita homenagem ao cinema, com sequências que remetem aos musicais clássicos da Velha Hollywood. Além disso, é uma das melhores performances da carreira de Emma Stone e de Ryan Gosling, enquanto os dois transitam por essa "cidade das estrelas".

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux