Capa da Publicação

10 filmes com apenas (ou quase) um só personagem!

Por Lucas Rafael

Não é qualquer ator que consegue carregar um filme sozinho. No entanto, existem narrativas que focam em apenas um personagem exclusivamente, ou respigando personagens secundários de maneira minimalista.

Nesta lista, focamos em filmes onde o espetáculo fica por conta de somente um ator, mesmo que existam um ou outro personagens de apoio. Confira 10 filmes com apenas (ou quase) um só personagem!

Imagem de capa do item

127 Horas (2010)

127 Horas, do diretor Danny Boyle, conta a história intensa de como o escalador Aron Ralston (James Franco) teve seu braço preso por uma rocha. A história mostra em detalhes gráficos como Ralston usou uma faca de bolso para amputar sua mão e sair vivo da situação penosa.

Embora alguns personagens como famílias despontem aqui e ali durante a trama, o espetáculo fica por conta de James Franco, preso por uma rocha durante grande parte da projeção.

Imagem de capa do item

Enterrado Vivo (2010)

Aqui, temos Ryan Reynolds em uma situação desesperadora. Na trama, ele interpreta Paul Conroy, um motorista de caminhão que acaba sendo sequestrado e enterrado vivo em um caixão com apenas um isqueiro e um celular.

Imagem de capa do item

Gravidade (2013)

Sim, sim George Clooney aparece brevemente no filme, mas pela maioria da projeção estamos confinados com Sandra Bullock na imensidão do espaço, com a ansiedade servindo quase que como uma segunda personagem.

Imagem de capa do item

Armadilha do Destino (2010)

Aqui, temos o desesperador conto do único sobrevivente de um misterioso acidente de carro. O homem em questão é interpretado por Adrien Brody e embora alguns personagens apareçam aqui e ali, é Brody com quem passamos a grande parte do tempo da projeção.

Imagem de capa do item

A Honra Secreta (1984)

Bem, este aqui honra bastante o título da lista. O longa de Robert Altman nos mostra o ator Philip Baker Hall interpretando o Presidente Nixon por 90 minutos, sozinho em uma sala com um microfone.

O personagem aborda diversos pontos através de seu monólogo, desde sua vida pessoal até o escândalo de Watergate.

Imagem de capa do item

Náufrago (2000)

Sim, sim, outros personagens também aparecem pontualmente aqui e ali, mas na grande parte do filme O Náufrago contamos apenas com a presença de Tom Hanks tentando sobreviver em uma ilha deserta com sua bola Wilson.

Imagem de capa do item

Eu Sou a Lenda (2007)

Embora a personagem de Alice Braga apareça mais para frente para agitar as coisas, Eu Sou a Lenda é o show de Will Smith e seu cachorro contra uma horda de zumbis.

Imagem de capa do item

Lunar (2009)

Embora a família do protagonista apareça por transmissões, Lunar conta com apenas com Sam Bell (Sam Rockwell) em uma unidade espacial lunar cuidando de suas rotinas.

Sim, em termos de personagens, temos o robô dublado por Kevin Spacey. Ainda assim, no lado humano da coisa, é apenas Sam descobrindo os mistérios por trás da instalação na qual está vivendo.

Imagem de capa do item

Até o Fim (2013)

Neste filme, Robert Redford é o único personagem, interpretando um marinheiro que se vê em uma maré de azar.

A sorte não está ao lado dele: após acordar com seu barco naufragando ao colidir com um contêiner perdido no mar, ele navega sem saber tempestade adentro. Cabe ao marinheiro ficar à deriva do oceano na sorte de encontrar outro navio, mas os recursos são escassos e tubarões estão à espreita.

Imagem de capa do item

Locke (2013)

O filme é basicamente Tom Hardy em um carro falando no celular. Sério.

O longa mostra o protagonista dirigindo enquanto resolve diversas pendências com diversos personagens, dos quais só ouvimos as vozes.

Imagem de perfil
Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais