Capa da Publicação

10 filmes baseados em mitologia grega que você precisa ver!

Por Gus Fiaux

Os mitos gregos estão presentes na cultura humana há milhares de anos e sempre são contados e recontados a cada geração, incorporando elementos heroicos de suas épocas. Não é surpresa que nos cinemas, existam diversas adaptações e reformulações das histórias clássicas e, aqui, listamos dez principais para que você conheça um pouco das lendas gregas, sejam elas sobre deuses, semideuses ou mesmo homens!

Sugestão enviada pelo fã sucupiramsplacu no nosso Snapchat!

Imagens: Divulgação
Imagem de capa do item

Tróia (2004)

Começando pela clássica história que ganhou vida em um filme dirigido por Wolfgang Petersen, Tróia é estrelado por um elenco singular, que conta com nomes como Eric Bana, Orlando Bloom e Brad Pitt, além de ter um dos criadores de Game of Thrones como roteirista.

O filme é vagamente baseado na Ilíada de Homero e conta toda a história das guerras troianas em um curto período de tempo. O filme mergulha no épico ao abraçar diversos personagens emblemáticos da mitologia, como Aquiles, Agamenom, Odisseu e Ájax, além de poder recriar uma versão mais fantasiosa dos mitos envolvendo o Cavalo de Tróia.

Imagem de capa do item

Percy Jackson e o Ladrão de Raios (2010)

Embora não seja um filme muito bom e nem adapte muito bem o livro de Rick Riordan, Percy Jackson e o Ladrão de Raios é uma boa introdução a um público mais jovem ao universo da mitologia greco-romana. Aqui, seguimos a história de Percy, um semideus filho de Poseidon, que acaba se envolvendo em uma trama envolvendo o furto do raio de Zeus.

É um bom filme para a família, trazendo uma aventura divertida que consegue modernizar elementos da cultura grega e apresentar uma boa variedade de criaturas, como sátiros, centauros, górgonas, além de mostrar claramente entidades mais divinas.

Imagem de capa do item

Imortais (2011)

Você raramente verá Imortais em uma lista de melhores filmes sobre qualquer assunto. O longa é dirigido por Tarsem Singh, que por si só é um diretor controverso, ainda que o trabalho visual de suas obras seja sempre digno de elogios.

Nesse filme em particular, estrelado por Henry Cavill - o nosso Superman - podemos ver a história de Teseu e o Minotauro, ainda que de uma forma bem diferente dos mitos clássicos. Além disso, há toda uma trama secundária a respeito da Titanomaquia, a guerra entre os deuses e os titãs.

Imagem de capa do item

300 (2007)

Baseado na graphic novel de Frank Miller e com direção de Zack Snyder, 300 é um filme memorável em vários aspectos. Filmado de forma quase idêntica aos painéis da HQ, o longa conta a história da Batalha das Termópilas, onde o rei de Esparta, Leônidas, lidera 300 soldados contra o exército Persa do deus-rei Xerxes.

Muito do filme é embasado em histórias reais, mas ainda assim, há uma aura mítica muito forte que serve como pano de fundo da narrativa. E ainda há espaço para algumas impressões fantasiosas, principalmente na figura de Xerxes, interpretado pelo brasileiro Rodrigo Santoro.

Imagem de capa do item

Hércules (2014)

Lançado em 2014, esse filme estrelado por The Rock e dirigido por Brett Ratner pode não ter chamado tanta atenção do público, mas ainda assim, consegue fazer uma boa subversão da história de Hércules, o fantástico semideus da mitologia greco-romana.

Dessa vez, vemos uma história mais realista, que mostra Hércules como líder de um grupo de mercenários, mas tendo uma reputação tão lendária que se tornou viva graças aos mitos e lendas contadas sobre sua vida. Há, inclusive, uma referência muito sagaz aos Doze Trabalhos de Hércules.

Imagem de capa do item

Fúria de Titãs (2010)

Fúria de Titãs é um remake - falaremos mais sobre isso logo -, e embora não tenha o brilhantismo de seu original é, sem dúvidas, um filme divertido o suficiente, e contém um elenco bem satisfatório. Estrelado por Sam Worthington, Ralph Fiennes, Gemma Arterton, Danny Huston e Liam Neeson, vemos aqui a história de Perseu.

Sua escala épica mostra a luta contra o Kraken e a continuação, lançada em 2012, ainda lida com outros elementos da mitologia grega, como o titã Cronos, a história de Hélio e outros deuses, como Ares e Hefesto.

Imagem de capa do item

Fúria de Titãs (1981)

Um filme impressionante e adorado, mesmo que seus efeitos tenham ficado datados com o passar do tempo, Fúria de Titãs de 1981 é um clássico atemporal, que assim como seu remake, conta a história de Perseu lutando contra a Medusa, contra o Kraken e outras criaturas mitológicas.

Além disso, o filme é muito mais próximo aos mitos clássicos, inserindo figuras como Andromeda, Cassiopeia e outros deuses que não estão presentes na versão de 2010.

Imagem de capa do item

Jasão e os Argonautas (1963)

Por falar em clássico atemporal, é importante mencionar Jasão e os Argonautas, que adapta a história mitológica de mesmo nome. O filme é um primor na concepção de efeitos visuais, criando cenas memoráveis envolvendo a Hidra, Tritão e a estátua de Talos.

Isso sem falar da icônica cena dos esqueletos lutando com espadas, que ficou eternizada na história do cinema e é mencionada até hoje em escolas de efeitos visuais. Além disso, destaque para a história, que realmente é cativante e consegue inserir o público no mito grego.

Imagem de capa do item

Hércules (1997)

Não adianta, sempre que falamos de mitologia grega, é quase necessário pensar em Hércules, a clássica animação da Disney de 1997. Contando com uma vibe musical muito animada, o filme faz algumas mudanças nos mitos, mas acaba contando a jornada de Hércules enquanto procura a verdade sobre seu pai, o deus Zeus.

Destaque para a participação das Musas, que rendem as cenas mais divertidas e animadas da história, e também para a presença de seres como o Pégaso e Filoctetes. Ah, e não vamos esquecer de Hades, que figura até hoje como um dos vilões mais deslumbrantes e assustadores da história da Disney.

Imagem de capa do item

Mulher-Maravilha (2017)

Se você gosta de quadrinhos e mitologia grega, sua chance está chegando em menos de um mês, já que a Mulher-Maravilha está prestes a ganhar seu próprio filme solo. Aqui, veremos a heroína enquanto ela mergulha no mundo dos homens e tem de lidar com a presença de Ares na Primeira Guerra Mundial.

Embora o foco do filme não seja explorar a mitologia grega que serve como pano de fundo da personagem, é claro que isso terá grande importância na trama, com a presença das Amazonas e referências aos deuses clássicos, como Zeus.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux