Capa da Publicação

10 fatos e curiosidades sobre SilverHawks – Falcões de Prata!

Por Felipe de Lima

No total foram  65 episódios em uma temporada única durante o ano de 1986. Que tal conhecer algumas curiosidades?

Imagem de capa do item

Criação

A Rankin/Bass resolveu embarcar na onda do sucesso dos Thundercats e investir nas séries de super-heróis. Então surgiu a ideia de criar espécie de “ThunderCats do futuro”, mas ao invés de felinos guerreiros, surgiram heróis biônicos e com asas de metal, conhecidos como os SilverHawks.

Imagem de capa do item

Poderes

Os poderes dos SilverHawks eram muito sugestivos ao nome, eles podiam lutar com grande força e voar com suas asas de metal.

Parte feitos de metal e parte seres-humanos, esses guerreiros sacrificavam seus corpos, os modificando para suportar as longas jornadas até a Galaxia de Limbo, onde defendiam o Universo contra o Monstro Estelar e sua trupe.

Imagem de capa do item

SilverHawks Orignais

Os SilverHawks originais era formados pelo:

Comandante Stargazer era um velho policial espacial com capacidades biônicas graças a implantes mecatrônicos instalados em seu corpo.

Quicksilver, o Tenente Jonathan Quick, é o ex-chefe da Força Interplanetária H e líder de campo dos SilverHawks.

O Coronel Bluegrass é o principal piloto do grupo e também um típico vaqueiro.

Steelheart e Steelwill são irmãos gêmeos, e os únicos SilverHawks que tiveram seus verdadeiros corações orgânicos substituídos por próteses de aço durante a transformação.

CopperKid é o único não-humano do quinteto, um gênio matemático do Planeta dos Mímicos.

Imagem de capa do item

Novos SilverHawks

Conforme os episódios foram avançando, os SilverHawks originais receberam adições à equipe, eles eram:

Hotwing, que era um SilverHawk de pele negra e armadura dourada, que só foi adicionado no meio do desenho.

Moonstryker era um SilverHawk na cor turquesa que pode impulsionar-se através do espaço por um ciclone poderoso gerado de hélices que emergem de sua cintura.

Flashback era um SilverHawk de armadura verde vindo de um futuro distante.

Condor era um antigo aliado do Comandante Stargazer que veste uma armadura avermelhada.

Imagem de capa do item

Bando intergaláctico do Monstro Estelar

O grande vilão da trama era o Monstro Estelar, um poderoso e cruel mafioso espacial que escapou de sua cela no Planeta Penal 10, onde fora capturado e preso há muitos anos pelo Comandante Stargazer. Seu bando intergaláctico era composto por:

Lagartão era uma espécie de homem-cobra, é o principal ajudante do Monstro Estelar e um estereotípico "puxa-saco de chefe".

Da Pesada era o cérebro intelectual e armamentista da quadrilha de Monstro Estelar.

Madame Melodia era uma nefasta "dama da música", antagonista a Bluegrass, já que ambos tinham habilidades musicais.

Serrível era um monstruoso robô na cor dourada.

Tornado era um terrorista ambiental com um diapasão enorme que permite-lhe gerar e manipular ataques baseados em elementos naturais.

Molecular pode mudar sua aparência e tornar-se invisível através da manipulação de sua própria estrutura molecular.

Minotauro era um robô cor-de-bronze que fala pouco.

Imagem de capa do item

Quadrinhos

A Marvel Comics, que também publicou os ThunderCats, lançou uma série de sete edições escritas por Steve Perry, o mesmo homem que escreveu a animação original.

Imagem de capa do item

Frase do mal

Existem várias similaridades entre os ThunderCats e os SilverHawks, mas a principal delas é a frase dita pelo Monstro Estelar.

De forma análoga ao vilão Mumm-Ra inimigo dos ThunderCats, que recita a frase “Antigos Espíritos do Mal, transformem esta forma decadente em Mumm-Ra, o de Vida Eterna!”, Monstro Estelar toma para si o poder da Galáxia Limbo ao recitar a frase “Luz Estelar, conceda-me a grandeza, força e ameaça do Monstro Estelar!”

Outra curiosidade é que o dublador do Monstro Estelar era o Sílvio Navas, o mesmo dublador de Mumm-Ra.

Imagem de capa do item

Cancelamento

SilverHawks durou apenas uma temporada, com 65 episódios, que foram exibidos entre agosto e dezembro de 1986.

Pelo fato de ser um subproduto de ThunderCats e basicamente copiar a mesma formula, a animação acabou sem ter sido renovada para uma nova temporada.

No Brasil

Os SilverHawks foram muito bem aceitos quando estrearam no programa infantil Oradukapeta, em 1988 no SBT.

Depois o desenho passou a ser exibido no programa Show Maravilha. em 1988 ele parou de ser exibido na tv aberta, até que passou para o Bom Dia & Cia em 2001. E por último no Sábado Animado em 2004.

Imagem de capa do item

Nova versão

Em 2011 a nova versão da série animada dos Thundercats, exibida pelo Cartoon Network, contou com a participação especial dos SilverHawks, no sétimo episódio da primeira temporada, intitulado “Legacy”.

Imagem de perfil
Felipe de Lima

Pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo. Me segue no twitter @tearsgodown