Capa da Publicação

10 fatos e curiosidades sobre Madelyne Pryor, a clone da Jean Grey!

Por Chris Rantin

A personagem é conhecida por seu envolvimento com os X-Men, surgindo pouco tempo depois da morte de Jean na Saga da Fênix Negra. Para que você saiba tudo sobre essa mulher poderosa – e muitas vezes psicótica – separamos aqui  10 fatos e curiosidades sobre Madelyne Pryor, a clone da Jean Grey!

Imagem de capa do item

Primeira Aparição

A primeira aparição de Madelyne Pryor foi em Fabulosos X-Men Vol 1, nº 168, a famosa edição onde Kitty Pryde declara que o Professor Xavier é um babaca, publicada em abril de 1983, depois que ele manda Kitty para a equipe do Novos Mutantes comandada por Magneto, mesmo que isso fosse contra a vontade dela.

O quadrinho foi escrito por Chris Claremont e desenhado por Paul Smith. Nesta edição, Scott Summers encontra uma mulher em um voo do Alaska extremamente parecida com Jean Grey.

Imagem de capa do item

Jean Grey 2.0?

Desde sua aparição, Madelyne foi confundida por diversas pessoas devido a sua semelhança assustadora com Jean Grey, o que fez com que muitas pessoas acreditassem que ela, na verdade, era a mutante renascida. Para deixar as coisas ainda mais suspeitas, ela possuía uma conexão mental com Professor Xavier, além de ser a única sobrevivente de um misterioso acidente de avião, que aconteceu no mesmo instante em que Jean se suicidava na Lua.

A verdade é que tudo, desde sua aparência, habilidades e conexão com os X-Men foi obra do Senhor Sinistro, que criou Madelyne como clone de Jean, buscando ter uma forma de criar um ser extremamente poderoso, o filho de Jean e Ciclope, que seria capaz de derrotar o Apocalipse.

Imagem de capa do item

Scott Summers

Desde o momento em que a viu, Scott Summers ficou imediatamente atraído por Madelyne, o que fazia parte do plano do Senhor Sinistro, já que além da aparência semelhante a Jean, ele também colocou uma personalidade parecida nela.

Depois de um romance rápido, Scott pediu a mão de Madelyne em casamento, com a cerimônia acontecendo no terreno da Mansão X. Durante a Lua de Mel o casal é atacado, o que faz com que Scott decida dar um tempo na carreira de herói, preferindo iniciar uma família com Madelyne, ao invés de lutar uma guerra sem fim.

Imagem de capa do item

Anódina

Depois de ser atingida por uma tempestade mágica causada por Loki, Madelyne Pryor adquiriu poderes mágicos, o que fez que ela adotasse o codinome Anódina, sendo capaz de curar doenças e ferimentos. Quando os planos do Deus da Trapaça foram descobertos, no entanto, Madelyne descobriu que cada vez que utilizava sua nova habilidade, ela perdia parte de sua individualidade e criatividade.

Depois de ser obrigado pelos X-Men, Loki cancelou seu encantamento, o que fez com que todas as curas estabelecidas por Anódina fossem revogadas, incluindo a necessidade de Scott de utilizar seus óculos especiais para controlar seus poderes. Pouco tempo após essa dessa mudança, Madelyne anunciou que estava grávida.

Imagem de capa do item

Cable

Mesmo com Madelyne grávida, Scott decidiu voltar para os X-Men, deixando a moça na mansão sempre que uma nova missão surgia. A consequência disso foi Madelyne sentindo seu marido se afastar dela, dando mais atenção ao trabalho do que para ela. Em uma das missões dos mutantes, ela deu à luz ao seu filho, Nathan Christopher Charles Summers sozinha na cozinha da mansão, criança essa que logo seria conhecida como Cable.

Depois do nascimento de seu filho, Ciclope batalhou com Tempestade pela liderança dos X-Men, mas acabou perdendo a disputa depois que Madelyne, pela primeira vez, utilizou seus poderes mutantes para manipular o resultado. Os dois decidiram se mudar para uma cabana no Alaska e viver por ali, uma sugestão implantada na moça por Sinistro, que queria ter fácil acesso a Nathan para estudá-lo.

Imagem de capa do item

Abandonada

Pouco tempo depois de se mudarem pro Alaska, Scott passou a parar pouco em casa, deixando Madelyne sozinha por vários momentos, sempre deixando claro que sentia falta de Jean.

Quando a verdadeira Jean Grey foi encontrada viva, não demorou muito para Scott abandonar sua esposa e seu filho, para partir com Jean e fundar o X-Factor em Nova Iorque. Como se isso não fosse sofrimento o bastante, Madelyne foi contratada para voar um avião para São Francisco, levando o pequeno Nathan com ela, apenas para ser atacada pelos capangas de Sinistro, que queria eliminá-la antes que a verdade viesse à tona. Usando seus poderes, ela conseguiu se defender, mas seu filho acabou sendo sequestrado.

Imagem de capa do item

Coma e Recuperação

Como nada é tão ruim que não possa piorar, Madelyne recebeu diversos tiros dos capangas do Sr. Sinistro, que a deixaram para morrer. Quando foi levada para um hospital, ela foi registrada como desconhecida, sendo cuidada pelos médicos - mesmo que eles a considerassem um caso perdido.

Depois de ficar meses em coma, Madelyne conseguiu se recuperar, mas não havia nenhum registro dela - ou de seu filho - em todo o mundo, já que o Sr. Sinistro havia apagado a existência dela no mundo. Entrando em contato com os X-Men, eles a defenderam de um novo ataque das forças do vilão logo após Madelyne brigar com Scott por seu abandono.

Imagem de capa do item

Morte e Ressurreição

Voltando a interagir com os X-Men, Madelyne se aproximou de Alex Summers, o irmão do Ciclope, mas uma conexão mais intensa foi impedida depois do ataque do vilão demoníaco conhecido como Adversário. Para conseguir prendê-lo, era necessário a essência de nove almas para selar um portal, mas apenas oito X-Men estavam presentes no momento. Assim sendo, Madelyne se sacrificou, garantindo que o inimigo fosse contido.

Quando os heróis foram ressuscitados pela entidade Roma, Madelyne ficou junto dos X-Men, que agora agiam em sigilo até mesmo dos outros mutantes. Enquanto assistia a televisão, aguardando o retorno dos X-Men, Madelyne viu Scott e Jean como um casal, finalmente entendendo porque foi abandonada. Em choque ela acaba desmaiando, sendo contatada pelo demônio S’ym que ofereceu um grande poder à ela.

Imagem de capa do item

Rainha dos Duendes

Pouco a pouco, Madelyne vai perdendo sua essência, se tornando uma pessoa mais sombria. Depois de ser sequestrada em Genosha e praticamente torturada pelos Magistrados do governo, os poderes dela se manifestaram, matando várias pessoas e destruindo o laboratório onde ela era estudada.

Irritada e magoada por Ciclope, Madelyne concordou em ajudar os demônios S’ym e N’Astirh a criarem uma conexão entre a Terra e uma outra dimensão, tudo isso em troca de punir aqueles que a machucaram (incluindo os X-Men) e do filho dela. Com a ajuda dos demônios, ela descobriu os planos do Sr. Sinistro, conseguindo recuperar seu filho no processo.

Imagem de capa do item

Inferno!

Sendo chamada de Rainha dos Duendes, Madelyne foi ficando cada vez mais louca, confrontando o X-Factor e culpando Jean e Scott por toda a desgraça que havia acontecido em sua vida, criando uma guerra entre X-Factor e os X-Men.

Algum tempo depois, a Rainha dos Duendes tentou sacrificar seu filho - e mais nove bebês mutantes - para finalizar o trabalho dos demônios e manter um portal entre a Terra e o Limbo permanentemente abertos. Sendo confrontada pelos X-Men e X-Factor, Madelyne prendeu a si mesma e Jean dentro de uma bolha psíquica, usando poder suficiente para matar todos em seu alcance - com a intenção de cometer suicídio no processo. Jean e seus amigos conseguem se salvar, mas a vilã morre, tendo parte de suas memórias fundidas com Grey.

Depois disso, ela retornou várias outras vezes, sendo ressuscitada e manipulada por vilões diferentes e outras versões suas foram feitas pelo Sr. Sinistro, porém, nenhuma com o grande impacto da primeira.

Imagem de perfil
Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"