Capa da Publicação

10 curiosidades e easter eggs sobre O Hulk, de Ang Lee!

Por Leo Gravena
Imagem de capa do item

10 - CGI

A criação do Hulk foi uma das tarefas mais complexas que a “Industial Light & Magic” teve até aquele momento. Para os efeitos do Hulk, foram necessários: 69 artistas técnicos, 41 animadores, 10 animadores de músculos, 9 modeladores de CG, 8 supervisores, 6 pintadores de pele e 5 argumentadores de captura de movimento.

Milhares de horas e um ano e meio foram necessários para efetivamente criar e retratar o Hulk no filme. Mesmo com todo o trabalho, o público disse que o Hulk parecia ser “muito falso”, o comparando ao Shrek.

Imagem de capa do item

9 - Microbiologia

Muito dos trabalhos de microbiologia vistos em cena durante o filme são reais - e não apenas bobeiras, como normalmente ocorre - e é o trabalho da esposa de Ang Lee, Jane Lin, uma famosa microbiologista.

Imagem de capa do item

8 - Quadrinhos

Ang Lee utilizou uma técnica de “tela-dividida” para imitar, cinematicamente, os painéis de uma página de história em quadrinhos. Isso requeria que as cenas fossem filmadas diversas vezes, o que foi muito cansativo para Eric Bana.

Na primeira vez em que ele se transforma no Hulk, quatro takes diferentes foram filmados, e quando as filmagens da cena acabaram ele estava quase desmaiando.

Imagem de capa do item

7 - Muito Sério

Eric Bana comentou que o humor durante as filmagens era “ridiculamente sério e mórbido.” Ang Lee explicou para ele que ele estava filmando um tipo de tragédia heroica e ele estaria fazendo um filme totalmente diferente.

Ironicamente, o filme foi criticado por ser um filme de super-herói muito sério.

Imagem de capa do item

6 - Universitários Idiotas

Durante a produção em São Francisco, as filmagens tiveram que ser paradas por cerca de duas horas, pois alguns estudantes da UC Berkeley estavam fazendo uma “piada” e sistematicamente urinando em penicos, criando um som muito alto que distraia os atores no set.

Demorou cerca de duas horas para reunir todos os estudantes.

Imagem de capa do item

5 - Thunderbolt

Quando o General Ross vai em direção a São Francisco para capturar o Hulk, seu helicóptero é chamado “T-Bolt”, uma homenagem ao apelido de Ross nos quadrinhos, “Thunderbolt”.

Além disso, também há uma equipe com o mesmo nome na Marvel.

Imagem de capa do item

4 - Bigode

Para se preparar pro papel de General Ross, Sam Elliot leu os quadrinhos do Hulk.

Ele tinha dúvidas sobre deixar seu bigode crescer, já que o Exército não encoraja pelos faciais, mas Ang Lee o convenceu a utilizar o famoso bigode do personagem.

Imagem de capa do item

3 - Benny e Cães Hulk

Quando Betty conhece David Banner, eles falam sobre um homem chamado Benny.

Nos quadrinhos, Benny é um personagem que apareceu na graphic novel “The Dogs of War”, que introduziu o conceito de Cães Hulk, que aparecem no filme.

Imagens dessa mesma história aparecem junto do logo da Marvel durante a abertura.

Imagem de capa do item

2 - Prenuncia de Vilão

Durante o filme, existem diversas pistas que apontam que David Banner irá se tornar um insano vilão:

  • David se disfarça de zelador no laboratório de seu filho, uma referencia a Samuel Sterns, um zelador que tornou-se o Arqui-inimigo do Hulk, o Líder;

  • David de bombardeia com radiação gamma e passa a absolver as propriedades de tudo o que ele toca, como o Homem-Absorvente, outro inimigo do Hulk.

  • David também absorve e se transforma em energia elétrica em boa parte da sequencia final do filme, uma homenagem ao clássico vilão do Hulk, Zzzax.

Imagem de capa do item

1 - Hulk Cinza

Quando Banner se transforma em Hulk pela primeira vez, a cor do Hulk é cinza e levemente verde.

Isso é uma homenagem a primeira aparição do Hulk, quando ele era cinza.

Como a editora não conseguia fazer cinza muito bem, Stan Lee mudou a cor para verde, simplesmente porque não era uma cor utilizada por muitos personagens na época.

A partir da segunda vez em que Banner vira Hulk, ele mantém sua icônica cor esmeralda.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."