Capa da Publicação

10 coisas que você precisa saber sobre o Ciclope!!

Por Leo Gravena

Confira aqui algumas coisas sobre o mutante que você, provavelmente, não sabe!

Imagem de capa do item

10 - Poderes

Muitas pessoas parecem não compreender os poderes e ações de Ciclope. O maior culpado, talvez, seja a versão cinematográfica do personagem.

Nos quadrinhos, os poderes de Ciclope permitem que ele projete poderosos raios de energia concussiva de seus olhos. Mais tarde é revelado que a energia de seus raios ópticos vem de um universo não-Einsteiniano, que se abre toda vez que ele usa seus poderes.

Durante a Guerra Civil, Ciclope é controlado por outro mutante e forçado a usar seus poderes ao máximo para sobrecarregar Bishop. Seus poderes sobrecarregaram o outro mutante em instantes e segundo o Homem de Ferro - que estava analisando o fluxo de energia - Ciclope liberou cerca de 2 gigawatts (eu sei que você lembrou de De Volta Para O Futuro), sendo maior do que um grande reator nuclear.

Diversas vezes é dito que Ciclope teme usar o potencial máximo de suas habilidades.

Além disso, ele também possui a habilidade mutante de ter uma noção espacial muito maior que outras pessoas. Principalmente no sentido da trigonometria, assim ele consegue fazer com que seus raios ópticos ricocheteiem e atinjam o destino planejado.

Imagem de capa do item

9 - Vida Difícil

Está certo que nos quadrinhos, todo mundo tem um passado triste e ruim, porém Scott tem uma trama bem pior que a maioria.

Seus pais morreram quando ele era criança, ele foi mandado para um orfanato terrível, seu irmão mais novo foi separado dele, seus poderes ativaram e ele quase mata diversas pessoas. Sua primeira namorada morre, ele se casa com um clone dela, sua namorada volta dos mortos, sua ex-esposa traz o inferno na terra como vingança (e aí morre), sua segunda esposa o abandona. Scott acaba sendo possuído pelo Apocalipse, Jean Grey morre. Ciclope matou seu mentor e figura paterna (que tinha todo um “carinho especial” por Jean), é considerado um terrorista mutante - sendo que advoga mais pela paz entre humanos e mutantes do que Wolverine, que seria o “substituto” do Xavier.

Parece que as coisas sempre dão muito errado para Scott, mesmo quando ele está fazendo a coisa certa.

Imagem de capa do item

8 - Controle sobre suas habilidades

Devido um trauma craniano em sua infância, Ciclope não consegue desligar sua habilidade e assim deve estar sempre usando óculos e visores de quartzo rubi, que impedem a progressão de suas rajadas ópticas.

Além disso, Emma Frost disse que o trauma psicológico de ter perdido seus pais e irmão quando criança são primariamente responsáveis por sua inabilidade em controlar seus poderes. Contudo, ela estava sob influência de Cassandra Nova, então podia ser apenas uma mentira criada pela Rainha Branca.

Imagem de capa do item

7 - Figura Materna

Scott Summers sempre foi muito próximo de sua sogra, Elaine Grey, a mãe de Jean. Ela também agia como uma figura materna para o líder mutante, e eles continuaram próximos até mesmo após a morte de Jean.

Scott ficou muito abalado quando Elaine, e diversos outros Grey, foram assassinados por guerreiros Shi’ar, que estavam tentando extinguir o genoma Grey.

Imagem de capa do item

6 - Rádio

Scott Summers adora ouvir música, principalmente o rádio.

Após uma ordem do FBI para que os X-Men se separassem, ele e Jean foram morar juntos. Enquanto Jean se tornou uma modelo, Scott passou a trabalhar em uma rádio, como DJ.

Contudo, o time não ficou separado por muito tempo, e Scott, junto de Jean, voltou aos X-Men.

Imagem de capa do item

5 - Aposentado

Chris Claremont, originalmente, queria fazer com que Scott e Jean se “aposentassem”, indo viver juntos, abandonando os X-Men e começando uma família.

Porém Jean morreu e ele mudou seus planos para fazer o final feliz com Scott e Madelyne Pryor, com toda a história sendo um símbolo do personagem se “formando” na Escola Xavier.

Os editores não gostaram disso, então Scott “abandonou” Maddy pela Jean que havia acabado de ressuscitar.

Imagem de capa do item

4 - Abandonador de Esposas

Scott abandonou Madelyne Pryor pela Jean Grey e trocou Jean Grey por Emma Frost. Correto? Bem, não exatamente, e não da maneira que normalmente acreditam que foi.

Assim como diversas histórias, as pessoas que apenas “ouvem” ou sabem o que aconteceu em determinada trama, não sabem exatamente como tudo ocorreu.

Scott é normalmente lembrado por ter “abandonado” Maddy por Jean, contudo a história é bem diferente. Scott queria ver se Jean realmente havia voltado dos mortos, Madelyne não ficou feliz disse que, se ele fosse embora, não precisava voltar.

Scott foi atrás de Jean, viu que ela estava viva, acabou entrando em toda uma confusão com o X-Factor e quando voltou para casa, Madelyne já havia ido embora, devido o ataque de um vilão.

O mesmo problema ocorre com Jean Grey e Emma Frost. Ele teve um affair com Emma enquanto ainda estava casado com Jean, além de ter beijado ela em frente ao túmulo da defunta. Contudo, Jean havia aprovado o relacionamento anteriormente.

Imagem de capa do item

3 - Pupilas

Assim como Wolverine teve Kitty Pryde e Jubileu, Scott teve duas principais jovens que “treinou” e colocou de baixo de suas asas: Pixie e Surge. Além de ter treinado Hope, que era também muito ligada a Vampira; dessas Surge foi a principal.

Surge, em diversas maneiras é semelhante a Scott: Ela tem uma inabilidade em controlar seus poderes, tendo que usar manoplas para o fazê-lo.

Surge é a líder dos Novos X-Men, e está sempre duvidando de suas capacidades, além de Surge não ter um relacionamento muito bom com X-23, que lembra o clima entre Scott e Logan no inicio da equipe.

Além disso, Scott tem uma boa relação com quase todos os jovens estudantes, principalmente por conversar e tratar eles como adultos, e não crianças.

Imagem de capa do item

2 - X-Force

Mesmo uma das mais famosas sendo a “Fabulosa X-Force”, liderada por Wolverine e escrita por Rick Remender, foi Scott quem criou a primeira equipe.

Ele chama os maiores assassinos mutantes e esconde isso do resto dos X-Men. Principalmente porque “Os X-Men não matam”.

A equipe lutou e matou diversos inimigos poderosos dos X-Men que poderiam ter extinguido os mutantes de vez.

Além de Scott ter acabado com a equipe assim que Bastion e os Purificadores são derrotados, dizendo que os mutantes não tinham nenhum inimigo tão perigoso no momento.

Imagem de capa do item

1 - Abuso Sexual

Scott foi, tecnicamente, abusado sexualmente de forma psíquica em duas ocasiões, ambas em Novos X-Men.

Durante as sessões de terapia que tinha com Emma Frost, ela se aproveitou do estado emocionalmente vulnerável em que ele se encontrava e acabou tendo sexo com ele.

Jean descobre e fica nervosa... Porque ele traiu ela, e não por causa de toda a coisa de “falta de consentimento” (e na vida real, qualquer terapeuta/psicólogo/psiquiatra tendo relações sexuais com pacientes em estado emocional vulnerável não é apenas antiético, como criminoso).

De qualquer forma, procurar ajuda de uma antiga super-vilã telepata que costumava ser sua maior inimiga, que andava por ai de espartilho e com um chicote na mão e tem certo apreço em colocar as pessoas em situações de bondage pode não ser uma boa ideia. Mas no fim deu tudo certo e Emma e Scott formaram um dos melhores casais dos X-Men, por um tempo...

A segunda vez que ele sofreu abuso sexual foi quando, após a morte de Jean Grey, Madelyne Pryor volta e personifica Emma Frost psiquicamente. Ela e Scott tem relações sexuais sem ele saber que, sua aparente namorada, era na verdade sua ex-esposa que, na verdade, é clone de sua segunda ex-exposa (!!!?!!).

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."