Capa da Publicação

10 coisas que você precisa saber sobre o Arqueiro Verde!

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Super Max

Em 2008, foi feito o roteiro para um filme do Arqueiro Verde, chamado inicialmente Super Max (e futuramente renomeado Green Arrow: Escape from Super Max). O roteiro seguia Queen, preso por um crime que não cometeu, tendo que escapar de uma cadeia cheia de vilões perigosíssimos, como o Coringa, Charada e Lex Luthor. Porém, a ideia foi descartada.

Imagem de capa do item

Meta-humano?

Para muitos, Oliver Queen é apenas um humano normal, sem nenhum poder especial além da maestria no arco e flecha que vem de seu treinamento. Porém, nos quadrinhos, várias vezes foram mencionadas dúvidas sobre se o personagem seria ou não um meta-humano. No Universo DC, O Departamento de Operativos Extranormais classificam o status de Queen como desconhecido.

Imagem de capa do item

Vários apelidos

Apesar da alcunha Arqueiro Verde estar presente desde sua criação, Oliver já teve diversos apelidos e até mesmo codinomes, dentre os quais vale mencionar Arqueiro Esmeralda e Arqueiro Lutador.

Imagem de capa do item

Cozinheiro experiente

Além de herói, Oliver Queen conhece um pouco de culinária. Seu famoso prato de Chili é constantemente referenciado como o mais quente e apimentado do planeta.

Imagem de capa do item

Arqueiro ou Warlord

Uma das constantes piadas no Universo DC se refere à extrema semelhança física entre o Arqueiro Verde e Warlord, que foi também ilustrado por um famoso desenhista de Oliver, Mike Grell. Vilões e heróis vivem confundido os dois (que só possuem, de diferente, a cor e o tamanho do cabelo e da barba), rendendo muitas situações engraçadas.

Imagem de capa do item

Residente da Mansão Xavier

Meta-humano ou não, isso ainda é um segredo. Mas por pouco, Oliver Queen não é mutante. As filmagens de Arrow durante a primeira e a segunda temporada focaram-se bastante no Castelo Hatley, que ali era a Mansão Queen e já foi palco para a Escola para Jovens Super-Dotados do Professor Xavier na série de filmes dos X-Men e para a casa dos Luthor em Smallville.

Imagem de capa do item

De pai para filho

Oliver Queen não foi o único Arqueiro Verde. Durante um tempo, seu filho com Moonday Hawke, chamado Connor Hawke. O personagem inclusive chegou a participar da Liga da Justiça, seguindo o legado de seu pai, mas não foi muito bem recebido pelos leitores. Em pouco tempo, Oliver estaria de volta... mas por que ele saiu, pra início de conversa?

Imagem de capa do item

Aviões explosivos

Ao se tornar agente da Agência de Segurança Nacional, Oliver se viu em uma missão onde devia se infiltrar em uma organização extremista, que tinha planos de detonar uma bomba em Metropolis. Ao impedir isso, a bomba explodiu dentro do avião, matando Ollie. Futuramente, isso seria corrigido, ao dizer que Hal Jordan, como Parallax, havia salvo o amigo.

Futuramente seria dito que a cena foi inspirada nos eventos da Terra-31, onde ocorre os acontecimentos de O Cavaleiro das Trevas, em que o Arqueiro Verde possui uma rixa com o Superman por ter perdido o braço em um evento não determinado.

Imagem de capa do item

Ainda não é o Arqueiro Verde

Apesar da série ter como personagem principal Oliver Queen, ainda não temos o Arqueiro Verde... em teoria.

Tendo iniciado como "O Capuz" ou "Encapuzado", Oliver demorou a ser chamado de "Arqueiro", e é assim até hoje. Quando vai virar "Arqueiro Verde" ainda é um mistério.

Imagem de capa do item

Inspiração

Há uma grande controvérsia no que diz respeito ao "plágio" do Gavião Arqueiro em relação ao Arqueiro Verde... mas todos eles derivam de uma fonte comum: Robin Hood. No caso do Arqueiro, isso foi além, uma vez que sua aparência posteriormente seria altamente influenciada pelo ator Errol Flynn. Além disso, no início de sua publicação, ele não possuía uma personalidade própria, sendo quase uma amálgama do Batman com o Barin de Flash Gordon. Isso só seria mudado posteriormente, quando ele fosse abordar de assuntos mais políticos e pessoais.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux