10 coisas que você precisa saber sobre a Míssil Adolescente Megasônico!

Capa da Publicação

10 coisas que você precisa saber sobre a Míssil Adolescente Megasônico!

Por Márcio Jangarélli

Aqui vão 10 coisas que você precisa saber sobre a Míssil Adolescente Megasônico, além do seu nome super cool  e a cara de quem bebe vinho em cima de um túmulo escutando Bauhaus.

Imagem de capa do item

Origem

Seu nome, na verdade, é Ellie Phimister, uma criação de Grant Morrison e Frank Quietely, e apareceu pela primeira vez nos quadrinhos dos Novos X-Men, em 2001.

O criador, Grant Morrison, disse que a inspiração para o seu nome veio da música “Negasonic Teenage Warhead”, da banda Monster Magnet, que você pode escutar aqui.

A única semelhança entre a personagem dos quadrinhos e a dos filmes, talvez, seja a personalidade gótica suave, ainda que o visual das revistas seja bem mais pesado.

Imagem de capa do item

Poderes

Ellie Phimister é uma mutante com poderes telepáticos e premonitórios, bem diferentes do poder de manipulação de energia mostrado no filme do Mercenário Tagarela.

Ainda, em sua aparição em Astonishing X-Men Vol. 3, ela demonstra uma certa distorção da realidade, aliada a uma telepatia bem mais forte que a mostrada anteriormente, porém, depois descobre-se que não era Ellie ali.

Imagem de capa do item

Genosha

A mutante é natural de Genosha, durante a época de domínio mutante

Para quem não conhece, Genosha foi uma ilha antes conhecida pela repressão e escravidão mutante, até que tornou-se, depois de vários arcos, uma capital mutante governada pelo Magneto.

A ilha foi obliterada pelos Sentinelas de Cassandra Nova, causando o maior massacre mutante da história, eliminando cerca de 16 milhões de mutantes, praticamente metade da população mundial da raça.

Imagem de capa do item

Emma Frost

A Míssil tem Emma Frost como figura principal de sua história, sendo uma das alunas da Rainha Branca em Genosha. Ellie voltaria a visitar Emma tempos depois, como vilã dessa vez.

Imagem de capa do item

Morte

A mutante foi uma dos 16 milhões de mutantes que morreram no massacre, promovido por Cassandra Nova, na ilha.

Emma Frost, que sobreviveu ao ataque por conta da sua segunda mutação, em forma de diamante, saiu dos escombros carregando o corpo da adolescente e, quando percebeu que Ellie estava morta, entrou em colapso.

Imagem de capa do item

Clube do Inferno

Tempos depois, Negasonic Teenage Warhead volta aos quadrinhos, em Astonishing X-Men Vol. 3, em uma nova formação do Clube do Inferno, com poderes diferentes e aumentados, ainda que tenha permanecido com um visual semelhante ao antigo.

Ela volta em um ataque, liderado por Cassandra Nova, à Mansão Xavier.

Imagem de capa do item

Cassandra Nova

O que acontece é: Aquele Clube do Inferno não era real, era apenas uma manipulação de Cassandra Nova sobre a mente de Emma Frost, que estava causando as projeções, com miragens personificadas dos vilões. Negasonic continuava morta, e sua utilização foi apenas para trazer ainda mais o sentimento de culpa em Emma.

Imagem de capa do item

Necrosha

A Míssil Adolescente Meagasônico volta em Necrosha, quando é uma das ressuscitadas de Genosha pelo vírus da Rainha Negra do Clube do Inferno, Selene.

Seu futuro não fica exatamente claro, se ela continua viva ou se foi absorvida, junto com as outras almas, no final da saga, pela Rainha Negra.

Imagem de capa do item

Deadpool

Chegamos na versão mais recente da personagem que, na verdade, é uma reformulação total da apresentada até o momento.

A Negasonic, em Deadpool, talvez mostre, no futuro, os motivos de sua escolha e modificação, quando o universo mutante é extremamente vasto e a menina não tenha um destaque lá dentro, além do seu nome super cool, que pode ser um dos motivos.

De semelhança com a personagem dos quadrinhos, a única coisa que fica é o nome e um pouco da carga visual, mais gótica/punk, mas nem mesmo os poderes são os mesmos.

Imagem de capa do item

X-Men

O que fica claro, com o filme, é que a menina é parte dos X-Men, além de ter revelado o uniforme futuro do grupo, que está apostando em cores mais vivas, no caso, o amarelo.

Assim, podemos esperar que a mutante vá aparecer novamente, afinal, Míssil Adolescente Megasônico não é um nome para se desperdiçar.

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.