Capa da Publicação

10 coisas que você precisa saber sobre Devil May Cry V!

Por Equipe Legião dos Heróis

O próximo jogo da franquia Devil May Cry foi anunciado na E3 deste ano, durante a conferência da Microsoft. Os fãs ficaram muito felizes com a notícia, pois a série principal estava estacionada desde 2008 com o último lançamento da franquia principal, Devil May Cry 4.

Desde então, tivemos um spin-off produzido por outra desenvolvedora e pacotes com todos (ou quase todos) os jogos juntos, relançamentos e remasterizações. Mas enfim, os filhos de Sparda retornam em sua melhor forma. Vamos começar?

Imagem de capa do item

Nas mãos dos criadores novamente!

Como já comentamos por aqui, Devil May Cry ganhou uma espécie de spin-off produzido pela Ninja Theory intitulado “DmC: Devil May Cry” em 2013. Mas o quinto jogo da série voltou para o seu berço e está desenvolvido pela Capcom.

Mais do que isso: a série voltou para as mãos de seu segundo pai, Hideaki Itsuno. Depois que o criador, Hideki Kamiya, saiu da Capcom, Itsuno assumiu a franquia a partir do segundo jogo, entrando como um diretor substituto nos últimos cinco meses de produção – imagina o inferno de desenvolvimento que esse jogo passou...

Contudo, Itsuno afirma em entrevista que aprendeu muito com a Ninja Theory. Ele foi supervisor no spin-off, afinal. “(...) Aprendemos muito com eles e, se você quer falar sobre estilo... [Na] Ninja Theory, esses caras são o estilo encarnado, cara”, afirma Itsuno para a GameInformer.

Então prepare-se para ver algumas coisas do spin-off aplicadas em DMC5.

Imagem de capa do item

A jogabilidade está em sua melhor forma!

Devil May Cry V tem potencial para ser o melhor jogo da franquia. E essa afirmação não é exagerada, porque o game basicamente reúne os melhores elementos de todos os títulos lançados até aqui e isso incluí jogabilidade.

Se você jogou um Devil May Cry, vai reconhecer os comandos com alguns minutos de jogo. Se você jogou dois ou três títulos da série, vai se sentir em casa ainda mais rápido. E se você jogou todos, e em especial, o 4; vai dominar os controles com mais facilidade do que respirar.

Obviamente, existem combos novos e armas novas, mas acredite, jogar DMC5 está delicioso. Está leve, rápido, preciso e familiar. E, ah! Para quem é jogador de primeira viagem, tem um modo de jogo fácil para que os novatos se sintam à vontade com mais facilidade.

Imagem de capa do item

Novidades na jogabilidade!

A jogabilidade está a mesma de sempre, só que melhorada, mas isso não significa que o jogo não receberá novidades. Em Devil May Cry V, os personagens jogáveis aparentemente terão diferenças ténicas entre si – como já aconteceu antes, então faz sentido.

Nero, em especial, terá os Devil Breakers, os braços mecânicos que substituem o Devil Bringer do jovem descendente de Sparda. Por algum motivo que ainda não se sabe, o braço demoníaco do garoto é levado embora (isso é mostrado no trailer!). Então, a parceira dele, a Nico, desenvolve esses braços com nomes próprios e habilidades diferentes.

De maneira resumida: o Overture dá danos elétricos, o Gerbera facilita combate aéreo, o Ragtime deixa o tempo mais lento, o Punch Line é um foguete poderoso (que pode ser usado como um “skate voador”, inclusive), o Buster Arm tem uma força devastadora, o Tomboy aumenta o poder da arma de fogo e da espada de Nero, o Helter Skelter é uma espécie de broca e o Rawhide se desmonta como um chicote.

E isso é o que sabemos do Nero, imagina dos outros personagens jogáveis?

Imagem de capa do item

A Capcom está usando a RE Engine para produzir o game

A RE Engine foi criada junto de Resident Evil 7. É um motor gráfico ultrarrealista que usa fotogrametria. Essa técnica exige que cenários e pessoas sejam fotografadas e então, transportadas para o computador, onde são modelados e acrescentados os detalhes finais.

O resultado? Temos a Nico, que dá pra ver até as sardas no rosto, e um Nero com um visual muito mais crível e que dá pra criar mais afinidade. E isso não se aplica só aos personagens: os cenários também estão bastante realistas, na medida do possível.

Para tanto, a Capcom contratou modelos para serem os rostos dos personagens e recriou até mesmo as roupas dos bonecos na vida real para poder fotografar os profissionais devidamente trajados e conseguir capturá-los com perfeição para a tela do videogame.

Vale lembrar que Devil May Cry V rodará a 60 quadros por segundo. Imagina jogar isso em uma TV 4K?

Imagem de capa do item

A ordem correta da cronologia fica: Devil May Cry 3, 1, 4, 2 e 5!

Chega de falar de aspectos técnicos um pouco e vamos falar um pouco da história! O que sabemos é que algo ou alguém levou o braço demoníaco de Nero, o Devil Bringer. Lembra disso? Ele usava esse braço para acordar os poderes demoníacos dele e ficar cada vez mais forte. Era graças a isso que ele conseguia dominar a Yamato, espada lendária de Vergil.

Mas aqui, em Devil May Cry V, que se passa diretamente depois do quarto jogo, o Devil Bringer é roubado. O ser que leva o braço diz que está “tomando o que é seu por direito de volta”. Quem poderá ser?

Enquanto isso, uma árvore gigante demoníaca aparece em uma cidade e as pessoas começam a morrer. Então Nero e sua parceira Nico, neta da inventora das armas Ivory e Ebony de Dante, partem para o local para investigar.

E por falar em Dante, ainda não sabemos seu papel, mas a Capcom diz que sua jornada neste jogo será muito mais pessoal do que das outras vezes. Matt Walker, um dos produtores, já confirmou que o jogo se passa, cronologicamente, após os eventos de Devil May Cry 2, então a moto que vemos com o filho de Sparda no trailer, é a mesma que ele usa no final do jogo para entrar no mundo dos demônios. Ele deverá voltar de lá agora, mas será o mesmo Dante ou algo nele mudou?

Quanto às demais personagens, como Trish, Lucia e Lady, ainda não foram mencionadas. Kirye, a amada de Nero, é citada no trailer, mas não sabemos se ela aparecerá de fato, nem se terá um papel mais ativo ao longo do jogo. E há ainda mais um novo personagem no pedaço... E ele será jogável!

Imagem de capa do item

Serão 3 personagens jogáveis!

Já sabemos que Nero e Dante serão jogáveis. Existe um terceiro, de nome e aparência ainda não revelados, com o qual também poderemos jogar. O personagem ilustra a arte da capa do jogo, mas só é possível ver suas costas, parte de suas roupas e algumas tatuagens.

Itsuno já disse por aí que há uma razão para este personagem não estar portando nenhuma arma na arte da capa, e também que existe um motivo para Dante estar de barba nesse jogo. Os produtores estão sendo muito enfáticos com a narrativa desse título, e até mesmo prometeram que vamos chorar.

Imagem de capa do item

Teremos respostas para algumas perguntas! (E perguntas novas que ditarão o futuro da série!)

Alguns mistérios da série deverão ser revelados em Devil May Cry V, ou ao menos é o que dizem os produtores. Isso significa que, possivelmente, teremos a confirmação dentro dos jogos que Nero é filho de Vergil – essa confirmação só aconteceu em um livro e em um artbook oficial do quarto game.

Também poderemos ver Lucia novamente e descobrir o que aconteceu com Kyrie após os acontecimentos do quarto jogo? Afinal Nero se associou a Dante e criou uma versão “móvel” da agência Devil May Cry. E Vergil, será que o outro filho de Sparda retornará?

Além disso, os produtores também prometem que esse jogo irá definir muito o futuro da franquia, o que significa que novos personagens poderão surgir para ficar. Muitos especulam até que Dante irá morrer e passar oficialmente o bastão para o sobrinho ou coisa assim. Será?

Imagem de capa do item

Mais cinematográfico do que nunca!

Devil May Cry V está mais cinematográfico do que nunca. E isso não é apenas por causa da RE Engine que deixou tudo mais real... Na verdade, tem mais a ver com os ângulos de câmera e cenas de introdução ou de animação.

Os ângulos das câmeras, por exemplo, se aproximam ou se afastam dependendo do momento, do golpe que você executar, da maneira como finalizar uma horda de inimigos, e muito mais. Isso sem contar as cutscenes, que estão exuberantes. Realmente parece um filme, bem exagerado, de ação e aventura.

Imagem de capa do item

O game contará com legendas em português!

Conforme confirmado pela Capcom no Brasil, o jogo chegará com legendas e menu em português. Fica a curiosidade para saber exatamente se/como irão adaptar algumas palavras e termos, afinal, Devil May Cry possui todo um vocabulário adulto. E as piadinhas do Dante, será que vão ser adaptadas para jargões brasileiros, na medida do possível? Fica o apelo!

Vai chegar mais cedo que você imagina!

Nero está em sua melhor forma nesse jogo, o que reflete diretamente no jogo como um todo. O quinto título da franquia tem tudo para ser o melhor da série, e isso não é uma brincadeira.

A jogabilidade é suave e precisa, extremamente variada e com aspectos cinematográficos aqui e acolá, sem contar os gráficos ultrarrealistas que são apenas a cereja do bolo. E a trilha sonora, como sempre, agitada e pesada nas batalhas.

Além disso, parece fácil dominar o jogo, caso seja a primeira vez jogando. O próprio game oferece um recurso de facilitação de para aqueles que desejam experimentar pela primeira vez.

Agora, resta esperar que essa lindeza chegue em 8 de março de 2019, para PC, Xbox One e PlayStation 4.

Imagem de perfil
Equipe Legião dos Heróis

"Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?"