Capa da Publicação

10 Coisas que você precisa saber sobre Batman: O Cavaleiro das Trevas!

Por Leo Gravena

Um dos filmes favoritos de muitos fãs do Batman, O Cavaleiro das Trevas foi um dos primeiros filmes de super-heróis a faturar mais de um bilhão de dólares em bilheteria, principalmente pelo fantástico vilão e uma sombria e intimidante história.

Para comemorar os 10 anos da estreia do filme, resolvemos trazer algumas curiosidades sobre o filme!

Confira aqui algumas curiosidades sobre o adorado filme!

Imagem de capa do item

Isolamento

Em preparação para seu papel como O Coringa, Heath Ledger se escondeu em um quarto de motel por quase seis semanas. Durante o período, ele trabalhou em cada aspecto da personalidade e trejeitos do personagem, principalmente sua voz e risada.

Ledger se inspirou, principalmente em Sid Vicious e Alex de Large (de Laranja Mecânica), tentando se afastar ao máximo do Coringa de Jack Nicholson em 1989.

Imagem de capa do item

Charada

O personagem Reese ( interpretado por Joshua Harto) é uma alusão ao Charada, que tenta revelar a identidade do Batman.

Assim como o nome do Charada nos quadrinhos é Edward Nigma, lembrando a palavra “enigma”; no filme, Mr. Reese soa como “mysteries” (mistérios).

Imagem de capa do item

Explosão

Muitos se enganam ao dizer que a pausa de Heath Ledger após sair do hospital não estava no roteiro.

Na verdade, a pausa na explosão estava sim roteirizada, contudo, as ações do Coringa, não.

Imagem de capa do item

Batpod

Enquanto filmando em Chicago, “O Procurado” estava sendo produzido ao lado de Cavaleiro das Trevas, com Morgan Freeman trabalhando em ambos os filmes.

Em um ponto, o escritor de quadrinhos Mark Millar visitou o set, porém a segurança o pegou sentando no Batpod (a motocicleta do Batman) e o escritor foi "gentilmente convidado" a se retirar do set.

Imagem de capa do item

Maquiagem

Heath Ledger foi quem criou a maquiagem do Coringa, usando tinta branca de palhaço e cosméticos de uma farmácia, dizendo que como o Coringa é quem iria criar e aplicar sua própria maquiagem, ele deveria fazer o mesmo.

Quando seu design foi aprovado, a equipe de maquiagem passou a replicar o visual em todos os dias de filmagem.

Imagem de capa do item

Novo Uniforme

De acordo com Christopher Nolan, o diretor do filme, o motivo de Bruce Wayne precisar de um novo uniforme (para ser mais rápido e ágil), eram, na verdade, os motivos reais de Nolan querer um novo uniforme para o filme.

Imagem de capa do item

Diferenças de mídia

Diferente de sua contraparte nos quadrinhos e no Batman de 1989, o Coringa deste filme não tem seu cabelo e pele permanentemente modificados por produtos tóxicos.

Contudo, sua aparência e as cicatrizes ecoam a inspiração original do personagem, o Gwynplaine de O “Homem de Ri” de 1928.

Imagem de capa do item

Semelhante aos Quadrinhos

As lentes que cobrem os olhos do Batman durante o resgate das pessoas sequestradas dão a ele um visual muito semelhante ao dos quadrinhos e animações, onde os olhos do Batman ficam visíveis no escuro, enquanto todo o resto de seu corpo some na escuridão.

Imagem de capa do item

Bat-Símbolo

Como todo filme do Batman temos o símbolo do inicio sendo um prenúncio de um evento futuro.

Quando Harvey Dent começa a pegar fogo próximo ao clímax do filme, a cena não apenas remete ao bat-símbolo inicial, mas também, em um dos frames, se assemelha muito a ele.

Direção

Heath Ledger dirigiu ambos os “filmes caseiros” que o Coringa manda para a GCN. O primeiro envolvendo o Batman falso foi feito com a supervisão de Nolan.

Como Nolan achou que ele havia feito um bom trabalho, achou que não havia necessidade dele estar lá na segunda cena, onde o repórter Mike Engel lê o depoimento do Coringa. Ele confiou em Ledger para fazer o que quisesse e, ao final, ficou satisfeito quando viu o resultado.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."