Capa da Publicação

10 Coisas que queremos ver na série da Feiticeira Escarlate!

Por Leo Gravena

Com o anúncio de que a Marvel está planejando uma minissérie solo da Feitceira Escarlate para seu serviço de streaming, obviamente uma lista de coisas que queremos ver seria feita, não é mesmo?

A personagem é uma das mais adoradas do Universo Marvel, mesmo não tendo tanto destaque nos filmes, e agora poderemos ter ainda mais dela.

Vale lembrar que, para a lista, não coloquei coisas como “ela ser uma mutante”, já que sabemos nada sobre os planos da Marvel para os X-Men e a franquia no momento, além de que dificilmente eles devem alterar – novamente – a origem dela tão cedo.

De qualquer forma, não deixe de comentar o que você gostaria de ver na série!

Imagem de capa do item

Magia

Nos quadrinhos, além de controlar probabilidades a Feiticeira Escarlate é conhecida por ser uma grande praticamente da Magia do Caos. Contudo, no Universo Cinematográfico da Marvel, os poderes dela não tem nada de magia.

Porém, recentemente tivemos uma notícia  que pode ter deixado a entender que os poderes da personagem podem sim ter uma fonte mística (ou, caso alguns queiram acreditar, mutante) e seria muito bom ver isso sendo trabalhado melhor na personagem.

Imagem de capa do item

Agatha Harkness

Agatha Harkness foi a tutora de Wanda Maximoff enquanto esta ainda estava descobrindo suas habilidades. A antiga bruxa auxiliou Wanda em vários momentos e sempre esteve presente para ajudá-la quando necessário.

Caso Wanda realmente comece a descobrir seu lado mágico, seria bom ver ela treinando com Agatha, ao invés do Doutor Estranho. A diferença nos poderes também poderia ser explicada com a existência de mais de um tipo de magia no universo Marvel e, enquanto Stephen Strange e A Anciã utilizam uma forma de magia, Agatha e Wanda utilizam outra.

Imagem de capa do item

Traje novo

Uma das maiores reclamações dos fãs da Feiticeira Escarlate para com os filmes é o traje da heroína. A própria Elizabeth Olsendeixou claro que não é fã da roupa e gostaria de um traje diferente. E, como em Vingadores 4 ela deve continuar com o mesmo visual, a série permite trazer algo novo para a personagem.

O traje atual da personagem nos quadrinhos, criado por Kevin Wada, poderia ser adaptado de uma maneira excelente para a televisão, principalmente caso a heroína esteja em um momento mais casual.

Imagem de capa do item

Sensibilidade

Nos quadrinhos, a Feiticeira Escarlate não possui muitas aventuras solo. Porém, em seus momentos sozinha, uma característica clássica é a sensibilidade de suas histórias e dos personagens ao seu redor.

Sua série precisa ser bem diferente de tudo que já vimos sendo feito com heroínas na TV e no cinema, de preferência trazendo uma sensibilidade quase que artística para a história. Semelhante a como que séries como Hannibal e American Gods fazem de maneira natural.

Imagem de capa do item

Sem Visão

Um dos maiores problemas de boa parte das histórias focadas na Feiticeira Escarlate nos quadrinhos é como a personagem está sempre ligada a alguém e isso toma completamente o foco da trama. Ela sempre é lembrada por ser “a filha do Magneto”, a “irmã do Mercúrio”, a “esposa do Visão”, poucas vezes ela pode simplesmente ser a Wanda.

Obviamente que seria interessante ver mais do relacionamento dela com o androide na série, porém isso definitivamente não deve ser o foco principal. A série da Feiticeira Escarlate tem que ser sobre ela, não sobre seu relacionamento.

Imagem de capa do item

Família

Contudo, mesmo a série sendo focada na personagem, seria interessante abordar a vida da personagem antes de Vingadores: Era de Ultron, seja com flashbacks dela com seus pais ou até mesmo crescendo com seu irmão em Sokóvia.

Isso também permitiria o retorno do Mercúrio sem que ele precise ser ressuscitado ou que alguma desculpa ruim seja dada para sua volta.

Imagem de capa do item

Arqui-inimigo

Todo grande herói possui um (ou mais) arqui-inimigo: Capitão América contra o Caveira Vermelha e Barão Zemo, Homem de Ferro contra o Mandarin e a Madame Máscara, Capitã Marvel lutou diversas vezes contra a Rocha Lunar, a Rapina e a Mística. Ainda assim, a Feiticeira Escarlate nunca realmente teve um grande nêmesis.

Recentemente, nos quadrinhos, ela teve alguns problemas com o Feiticeiro Esmeralda, que poderia muito bem assumir o posto de grande vilão da série da heroína.

Imagem de capa do item

Uma história simples

Wanda nunca foi uma personagem com grandes histórias ou arcos solo. Boa parte de suas histórias mais lembradas são ao lado dos Vingadores, mas ainda assim, ela possui uma jornada importante sozinha e elas sempre são marcadas por sua simplicidade.

Seja na sua revista limitada nos anos 90 ou na HQ mais atual, as histórias são sempre mais introspectivas, focados em como a Feiticeira Escarlate está se sentindo ou lidando com seus problemas no momento.

Principalmente por ser uma série limitada e com poucos episódios, não precisamos de uma trama gigantesca onde ela deve salvar o mundo em menos de um dia, uma história simples, mas boa, basta para que a personagem brilhe.

Imagem de capa do item

Sua própria heroína

Wanda Maximoff, com todos os seus defeitos e qualidades, é uma personagem conhecida por estar sempre ao redor de vários outros heróis. Ela prospera quando em grupo, porém é importante também lembrar que ela é sua própria personagem e ela existe fora das equipes.

Elizabeth Olsen é uma atriz bastante aclamada por seu trabalho em filmes mais independentes, onde sempre interpreta personagens mais introspectivas. ]A série pode fazer com que a atriz traga essa carga para a personagem através de uma história mais focada no desenvolvimento emocional da heroína.

Imagem de capa do item

Produção feminina

Por fim, algo de extrema importância: A Marvel já acertou com Jessica Jones ao colocar uma showrunner na série, além de trazer uma diretora e roteiristas mulheres para o filme da Capitã Marvel, então isso é algo que precisa continuar.

Além de uma showrunner, a própria Elizabeth Olsen pode trabalhar na produção da trama, já que além de protagonizar ela também produziu "Sorry for Your Loss", uma série original do facebook que está recebendo ótimas críticas após sua estreia.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."