Capa da Publicação

10 Atitudes questionáveis de heróis dos quadrinhos!

Por Felipe Vinha

Heróis de quadrinhos costumam passar a imagem do ser perfeito ou, ao menos, alguém que poderíamos sonhar ser um dia, com poderes sempre incríveis, a serviço do bem. Exemplos não faltam: Superman, Homem-Aranha, Capitão América, Mulher-Maravilha

Mas eles não são perfeitos. Na verdade, heróis também cometem erros, ou atitudes questionáveis. Por conta disso, reunimos aqui 10 delas, para que lembremos e tentemos aprender com os possíveis erros!

Esta lista foi uma sugestão do nosso leitor @yangabriel1345, no Instagram da Legião dos Heróis! Passe por lá e também deixe a sua!

Imagem de capa do item

Superman X Mundo

Nos games da saga Injustice, vemos o Superman cansado da criminalidade e de heróis que não fazem nada a respeito de seus inimigos. Após perder Lois Lane, o Kryptoniano enlouquece e decide dominar o mundo com seu poder, ficando até mesmo contra aliados muito valiosos, como Batman e Aquaman. Será mesmo que ele estava certo em tomar esta atitude?

Imagem de capa do item

Mulher-Maravilha assassina

Todo mundo sabe que a Mulher-Maravilha tem um incrível senso de justiça. Mas, por ser uma guerreira, ela também não tem problemas em matar inimigos, quando necessário. Porém, durante a saga Crise Infinita, a heroína foi ter seu acerto de contas com Maxwell Lord, que havia matado o Besouro Azul, há pouquíssimo tempo.

Para dar um jeito no vilão controlador de mentes, Diana simplesmente usa sua força para imobilizar o inimigo e quebra seu pescoço, a sangue frio – algo que não combina muito com seu senso de honra.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça X Doutor Luz

O Doutor Luz, antigo vilão da Liga da Justiça, foi descoberto também como um estuprador de mulheres, como mostrado na saga Crise de Identidade. Um crime imperdoável, mas que forçou a própria Liga a cometer atos questionáveis.

Para lidar com a situação, pois Arthur Light havia abusado até mesmo de Sue Dibny, esposa do Homem-Elástico, a Liga utilizou os poderes mágicos de Zatanna para apagar suas memórias sobre o crime, em vez de sentenciá-lo à justiça da lei, causando lobotomia no antigo vilão. É claro que, após muito tempo, a situação volta para assombrá-los.

Imagem de capa do item

Guerra Civil

Toda a Guerra Civil da Marvel foi um grande ato bem questionável. Mas, durante toda a fase, tivemos ações quase inexplicáveis por parte de Tony Stark, o Homem de Ferro, que chegou ao ponto de colocar vilões para caçar heróis que não se entregavam à lei de registro. Por mais que cada um possa escolher seu lado de maneira livre, Tony foi o lado que mais cometeu deslizes durante o conflito.

Imagem de capa do item

Ciclope com a Força Fênix

Quando estava possuído pela Força Fênix, Ciclope, dos X-Men, também cometeu algumas atitudes questionáveis.

Ele participa do grande conflito contra os Vingadores após vários momentos de tensão entre as equipes, além de ter matado o Professor Xavier ao final da saga, perdendo o controle da Fênix em seu ser.

Imagem de capa do item

Homem-Aranha e o Pacto

Uma das atitudes mais reprováveis de toda a lista, conhecida pelos fãs, até hoje, como uma grande tragédia na vida do Homem-Aranha. Após Guerra Civil, para retomar sua identidade secreta, o Aranha fez um pacto com Mefisto, o próprio demônio, para apagar a lembrança de todos na Terra, de que ele era Peter Parker.

Isso, claro, teve um preço: o casamento do herói. Além da identidade, Mefisto levou suas lembranças de casado com Mary Jane, além de acabar com a chance de vermos a pequena May Parker na cronologia do Aranha, um dia.

Imagem de capa do item

Ponto de Ignição

Tudo bem, as intenções de Barry Allen foram as mais puras possíveis, quando ele voltou no tempo para resgatar sua mãe da morte certa. Mas, ao fazer isso, pensando apenas em si, ele criou toda uma nova realidade, com diversas alterações e que, aliás, reverbera até hoje na cronologia oficial da DC Comics.

Imagem de capa do item

Batman e seus parceiros mirins

Batman pode ser um herói incrível e com excelentes atitudes, mas em toda sua história ele também coleciona uma série de atitudes questionáveis, ao recrutar nada menos do que CRIANÇAS para lutar contra o crime ao seu lado. Sim, estamos falando de todos os Robins. Alguns, inclusive, já morreram – ainda que tenham voltado. O Robin atual, aliás, é seu próprio filho.

Tudo bem que Damian Wayne não é “flor que se cheire”, mas é sempre algo duvidoso olhar para alguém que usa crianças em sua guerra pessoal contra o crime.

Imagem de capa do item

Incursões da Marvel

As chamadas Incursões foram atos cometidos pelos Illuminati, quando descobriram que outros universos estavam prestes a se chocar com o seu próprio, ou melhor, a “Terra oficial” da Marvel, o Universo 616.

Restou então, a tarefa de impedir essas Incursões aos Illuminati, e sua solução não foi dentro dos padrões heróicos. A equipe, composta apenas pelos maiores gênios da Marvel, acaba criando dispositivos de destruição em massa, assassinando bilhões de vidas por vez para que seu próprio universo sobreviva.

Imagem de capa do item

Reed Richards Ultimate

O Reed Richards do Universo Ultimate é uma figura bem controversa e questionável por si só. Ele começa sua carreira como um herói, membro do Quarteto Fantástico, mas logo seu intelecto sobe à cabeça e ele decide que é superior a qualquer outro ser vivo, criando seu próprio mundo, uma sociedade separada dos humanos normais, ataca a humanidade e outros heróis, entre diversos atos questionáveis ao longo das histórias da Marvel Ultimate.

No fim, ele se redime, é claro, mas foi um dos maiores “heróis” questionáveis daquele universo.

Imagem de perfil
Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha