Capa da Publicação

10 arcos e sagas que finalmente poderemos ver no Universo Cinematográfico da Marvel!

Por Gus Fiaux

Demorou, mas está quase terminando: depois de muita negociação, polêmica e apostas altíssimas, a compra da 21st Century Fox pela Disney está quase concluída. Assim sendo, grandes franquias e personagens que antes pertenciam à Raposa finalmente passarão para a casa do Mickey Mouse em breve – e logo devem encontrar seu lugar no Universo Cinematográfico da Marvel. 

Mas não é só isso que está animando os fãs. Com essa notícia, temos várias sagas e arcos importantes das HQs que finalmente podem acontecer de uma forma digna e leal nos cinemas. E é justamente isso que vamos discutir aqui: 10 histórias que finalmente poderemos ver no UCM. 

A ideia é abordar sagas que envolvem todos os personagens do Universo Marvel nas HQs, e não histórias isoladas do Quarteto Fantástico e dos X-Men, uma vez que – teoricamente -, elas já poderiam ter acontecido na Fox. 

Créditos: Marvel Comics

Imagem de capa do item

Guerras Secretas (1984)

Nos quadrinhos, todo mundo sabe que a Marvel ama uma boa guerra. Aqui, por exemplo, tivemos a primeira grande mega-saga da editora - que curiosamente foi feita apenas para servir de propaganda para uma linha de brinquedos e action-figures. Com sorte, Guerras Secretas se tornou um estandarte de qualidade da editora.

A história gira em torno do Beyonder, uma divindade cósmica que sequestra vários heróis e vilões e uns junta em um mundo bélico, onde precisam duelar para sobreviver. Considerando que figuras como o Doutor Destino, Galactus e os X-Men possuem grande importância para a trama, só estamos ansiosos para ver isso chegando aos cinemas.

Imagem de capa do item

Triunfo e Tormento

O Universo Marvel é riquíssimo em personagens complexos e extraordinariamente poderosos. Dentre eles, duas figuras merecem destaque - especialmente quando adentramos o misticismo: o Doutor Estranho e o Doutor Destino. E é justamente por isso que Triunfo e Tormento deveria virar um filme.

A graphic novel basicamente mostra Victor Von Doom pedindo ajuda de Stephen Strange para resgatar sua mãe nos domínios infernais de Mefisto. É uma história densa, insidiosa e que explora com totalidade a psiquê desses dois magos implacáveis. Seria inclusive uma excelente maneira de introduzir o vilão no Universo Cinematográfico da Marvel.

Imagem de capa do item

Atos de Vingança

O que fazer quando os vilões já percebem que não conseguem mais derrotar os super-heróis com quem nutrem rivalidades? A resposta é simples: una-os e faça-os trocar de inimigos, para que eles peguem de surpresa outras figuras que não estavam preparadas para seu ataque. Tendo isso em mente, está dada a premissa de Atos de Vingança.

Ainda que seja uma série de histórias reunidas sob a mesma "fachada", essa trama poderia ser adaptada para os cinemas em um crossover muito interessante, especialmente se for estrelada por vilões tão icônicos quanto Magneto e Doutor Destino, como é nos quadrinhos. Ah, e destaque para a união entre heróis para deter seus rivais!

Imagem de capa do item

Vingadores Eternamente

Dentre o rol de personagens da Marvel que a Fox nunca aproveitou nos cinemas, temos Kang, o Conquistador, um viajante temporal que, durante boa parte de sua carreira, foi inimigo dos Vingadores - ainda que tenha laços sanguíneos com o Senhor Fantástico e o Doutor Destino. E uma das melhores histórias com o vilão é Vingadores Eternamente.

Aqui, basicamente acompanhamos uma equipe composta por diversos membros dos Vingadores ao longo dos tempos, unidos a pedido do próprio Kang para enfrentar uma versão futura de si próprio. Isso daria um ótimo filme de ficção científica envolvendo viagem no tempo - embora já tenhamos rumores de que Vingadores 4 pode se guiar por isso...

Imagem de capa do item

Aniquilação

Enquanto a Guerra Civil rolava solta na Terra, o universo cósmico da Marvel nos quadrinhos tremia graças à Aniquilação - até hoje considerada por alguns fãs como uma das melhores mega-sagas da editora. Na trama, vemos o Aniquilador saindo da Zona Negativa e conduzindo sua horda pelo cosmos, aniquilando tudo em seu caminho.

O arco reúne as mais diversas figuras da Casa das Ideias, como a Tropa Nova, o Surfista Prateado, alguns membros atuais dos Guardiões da Galáxia e até mesmo Thanos, em um baita papel de destaque. Pode ser um excelente evento nos cinemas, principalmente após as consequências de Guerra Infinita e Vingadores 4.

Imagem de capa do item

Dinastia M

Um caso incrível de ame ou odeie, Dinastia M é uma das sagas que mais trouxe consequências para o Universo Marvel das HQs. Aqui, tivemos a presença da Feiticeira Escarlate, criando uma realidade inteira graças aos seus poderes, transformando-se a cada dia mais em uma das personagens mais poderosas da editora.

Nos cinemas, há formas brilhantes pelas quais isso poderia acontecer. Uma ideia que circula a cabeça dos fãs há muito tempo é fazer uma "Dinastia M Reversa", onde em vez de extinguir a raça mutante, Wanda Maximoff seja a responsável pela criação dos Filhos do Átomo dentro do Universo Cinematográfico da Marvel.

Imagem de capa do item

A Cruzada das Crianças

Falando em Dinastia M, um arco que deriva diretamente da saga é A Cruzada das Crianças, que envolve os Jovens Vingadores indo atrás da desaparecida Feiticeira Escarlate. Aqui, vemos Wanda Maximoff lidando com todas as consequências da loucura e da grandiosidade de seus poderes, enquanto entra em sua própria jornada pessoal de redenção.

Muito querido pelos fãs, o arco reúne personagens importantes que estavam nas mãos da Fox, como o Magneto, Doutor Destino, Kang e os X-Men. Além disso, caso fosse adaptada no UCM, ajudaria a compor mais espaço para os Jovens Vingadores, que é uma equipe que os fãs estão loucos para ver nos cinemas há anos.

Imagem de capa do item

Guerra do Destino

Você já deve ter percebido nesta lista, ou em várias outras histórias, mas o Doutor Destino é um dos maiores vilões já criados nos quadrinhos. É um personagem inteiramente complexo e arrebatador, cuja presença entrelaça grandes sagas e arcos dos quadrinhos. Uma delas é Guerra do Destino, ainda inédita no Brasil.

Na trama, basicamente vemos o governante supremo da Latvéria atacando Wakanda e todo o reinado do Pantera Negra, em um conflito colossal. É uma trama que inclusive envolve os X-Men e outras figuras que estavam nas mãos da Fox - e pode ser um excelente ponto de partida para uma continuação do filme do Rei T'Challa.

Imagem de capa do item

Vingadores vs X-Men

Consequência direta dos eventos da Dinastia M e de Cruzada das Crianças, o conflito de Vingadores vs X-Men pode ter sido controverso nos quadrinhos, com muitos fãs rechaçando a saga escrita por diversos roteiristas. Ainda assim, nada impede que essa trama ganhe proporções monumentais no cinema.

Já temos os Heróis Mais Poderosos da Terra estabelecidos há um bom tempo, e os Filhos do Átomo não devem demorar para entrar na jogada. Junte isso a alguns elementos clássicos das HQs, como a Força Fênix e a constante luta por sobrevivência, e temos aqui uma história que dialoga muito bem com os dilemas morais dos apoiadores das duas facções de super-humanos.

Imagem de capa do item

Guerras Secretas (2015)

Fechando o ciclo com chave de ouro, uma saga que todos nós adoraríamos ver nos cinemas são as novas Guerras Secretas, publicadas pela editora em 2015. O arco é o encerramento de uma gloriosa fase de Jonathan Hickman à frente dos Vingadores e dos Illuminati, mas é também uma carta de amor ao Quarteto Fantástico.

Aqui, após as Incursões - eventos onde duas Terras se chocam, destruindo universos -, o Doutor Destino constrói seu próprio Mundo Bélico, onde tem a chance de governar como um deus. Assim sendo, restam aos últimos sobreviventes restaurar a ordem e retirar o déspota do poder, enquanto lutam pela salvação do Multiverso.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux