Edward Norton, de Glass Onion, descobre que é descendente de Pocahontas em programa de TV

Capa da Publicação

Edward Norton, de Glass Onion, descobre que é descendente de Pocahontas em programa de TV

Por Gus Fiaux

Edward Norton sempre cresceu ouvindo de sua família que eles eram descendentes diretos de Pocahontas, uma menina indígena filha do chefe de um dos povos nativos americanos no Século XVII. O ator, que atualmente está em Glass Onion: Um Mistério Knives Out, nunca deu muita bola para isso, mas agora ele descobriu que tudo era verdade.

Recentemente, Norton fez uma aparição no Finding Your Roots, série da PBS que busca explorar a ancestralidade de celebridades. Foi assim que Henry Louis Gates Jr., pesquisador e apresentador do programa, encontrou uma real trilha de documentos que comprovam que Norton é descendente direto de Pocahontas e de John Rolfe.

Pocahontas era a tataravó de 12º grau do ator. Ela teria se casado com John Rolfe, contra sua vontade, em 5 de abril de 1614, numa época em que William Shakespeare ainda estava vivo. Pocahontas faleceu alguns anos depois, em março de 1617, enquanto John Rolfe ficou vivo até março de 1622.

A seguir, você pode conferir um teaser do episódio com Norton:

A conexão com Pocahontas não foi o único choque sofrido por Norton. Durante o programa, ele também descobriu que seu tataravô de terceiro grau era dono de escravos, o que incluía um homem de 55 anos, uma mulher de 37, além de cinco garotas, de 10, 9, 8, 6 e 4 anos.

Ao fazer essa descoberta, Norton disse:

“A resposta curta é que essas coisas são desconfortáveis. Todo mundo deveria ficar desconfortável com isso. É um atestado da história desse país e precisa ser combatido. Quando você lê “escrava de 8 anos’, você só quer morrer.”

A Pocahontas histórica era bem diferente da que vemos no filme da Disney.

Mais conhecida graças ao filme animado da Disney lançado em 1995, Pocahontas era uma indígena americana que era filha do Chefe Powhatan. Seus nomes, na verdade, eram Matoaka Amonute, enquanto “Pocahontas” era apenas um apelido de infância que significava “a metida”.

Ela conheceu John Smith quando este foi presto por seu povo, e teria o salvado da morte ao convencer seu pai de que tudo só traria mais ódio e violência. Porém, em 1612, ela foi aprisionada por ingleses e acabou sendo forçada a se casar com John Rolfe, colonizador.

Diferente das ideias que o filme da Disney pinta, a história de Pocahontas é trágica e cheia de momentos terríveis. Ao lado de John Rolfe, ela foi obrigada a se converter ao cristianismo e abandonar seu idioma original para falar apenas o inglês. Juntos, eles tiveram um filho, Thomas Rolfe, antes da morte da indígena em 1617.

Abaixo, veja também: