Liga da Justiça: Vilão de Superman forma a sua própria Legião do Mal

Capa da Publicação

Liga da Justiça: Vilão de Superman forma a sua própria Legião do Mal

Por Junno Sena

A mente criminosa de Leviathan está pronta para colocar seus planos em prática. O vilão, que se tornou uma grande ameaça para Superman e o resto dos heróis da DC Comics, está recrutando um time de rostos familiares, em busca de derrotar a Liga da Justiça com um novo tipo de Legião do Mal.

É isso que podemos ver na prévia de Justice League #70.  Escrita por Brian Michael Bendis e com arte de Phil Hester, Bendis retoma o seu personagem criado para o arco publicado em 2016, Leviathan Rising. Nesse retorno, Leviathan ajudou a Gangue Royal Flush a se tornar um grupo de vilões ainda mais ambicioso.

Veja o encontro abaixo:

Capa de Justice League #70

Leviathan encontra a Gangue Royal Flush

“Vamos quebrar alguns corações”, diz Leviathan

Sendo capaz de invadir e tomar para o grupo a Fortaleza da Solidão, o personagem Mark Shaw provou que é uma ameaça para ficarem de olho. A alcunha de Leviathan surgiu quando Mark percebeu a frustração das agências de inteligência e sua ineficaz tentativa de manter o mundo seguro.

Determinado a resolver o assunto com as próprias mãos, criou a persona de Leviathan e derrubou diversas organizações do universo da DC enquanto trazia vilões para sua causa. Ele confrontou Superman e o resto dos heróis da editora nas ruas de Metropolis, após se sentir incomodado com a fama do Homem de Aço.

Já a equipe, Gangue Royal Flush, que já deu as caras em animações como Liga da Justiça, em cena prévia do encontro com Mark, mostrou como se sentiram tentados a se tornar a nova “Liga da Justiça”, capaz de quebrar regras e trazer ordem para o mundo.

Justice League #70 foi lançado nos Estados Unidos no dia 28 de dezembro.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.