Capa da Publicação

Star Wars: Conheça todas as séries animadas da franquia

Por Junno Sena

O universo Star Wars parece gigantesco por si só. Com mais de nove filmes e diversas novas séries no futuro da franquia, a cultura pop está mergulhada em diversas histórias dessa “galáxia muito, muito distante”. E, quando tratamos do universo das animações, Star Wars usou e abusou dessa mídia para contar narrativas que não pareciam se encaixar em outros formatos.

Desde a heroína Ahsoka até a vilã Ventress e entre tramas sendo aprofundadas dos filmes antigos e novos, esse universo foi construindo um quebra-cabeça com materiais infanto-juvenis e adultos. Mas você conhece todas as animações da franquia? Com o retorno de Ahsoka e a introdução ao grupo Bad Batch, o mundinho dos desenhos animados ainda pode trazer surpresas para o futuro da Lucasfilm. Chega mais e veja as principais séries animadas da franquia!

Animações Canônicas

Star Wars: A Guerra dos Clones

Star Wars: Guerra dos Clones foi imprescindível para construir o universo expandido

Talvez sendo a animação que melhor conseguiu atrelar o universo expandido de Star Wars com o cânone, Star Wars: A Guerra dos Clones se tornou um achado em meio ao conturbado momento que foi o lançamento da trilogia prequel.

Nela, tivemos a oportunidade de conhecer uma das mais carismáticas personagens da franquia: Ahsoka Tano. Além disso, os clones foram humanizados, ganhando maior complexidade e deixando de serem apenas corpos descartáveis de uma extensa guerra. Com seus arcos bem definidos, a produção se tornou um sucesso, conseguindo conquistar os fãs mais assíduos como também os que apenas curtiam o universo Jedi.

E isso garantiu o seu retorno em 2020. Após o episódio Sacrifício, lançado em 2008, parecia impossível que retornássemos a encontrar com Ahsoka ou que fosse possível acompanhar os momentos finais da Ordem Jedi por outro ângulo. Porém, doze anos depois, não tivemos apenas uma temporada eletrizante, como também um aprofundamento dramático do arco de Anakin.

Star Wars: The Bad Batch

Bad Batch marca o retorno da franquia a uma época pouco explorada

Bad Batch é um caso curioso no universo Star Wars. Não pela sua temática, mas por ter sido a tentativa de um retorno definitivo do universo Jedi nas séries animadas. A produção não apenas segue os eventos imediatos do final do Episódio III: A Vingança dos Sith, como também teve início na temporada final de Guerra dos Clones. Seguindo um grupo de clones renegados, a série não foi um sucesso como a anterior, mas conseguiu manter a qualidade estética e narrativa, garantindo uma segunda temporada.

Star Wars Rebels

Star Wars: Rebels foi uma boa surpresa para os fãs

Se A Guerra dos Clones fez uma ponte entre universos, Rebels tentou fazer o mesmo, mas com públicos. Quase como uma sequência espiritual de Guerra dos Clones, Rebels trazia um visual similar ao seu antecessor, mas com um enredo mais infantil.

Logo, questões existenciais e, até mesmo, a morte dos Jedi devido a Ordem 66 pareceram diluídas em uma trama sobre amadurecimento. Apenas bem a frente na história que esses aspectos foram mudando e, ao fim, conseguiu se consagrar como uma parte importante da história de Ahsoka, Darth Maul, Obi-Wan Kenobi e Darth Vader.

Star Wars: A Resistência

Trazendo personagens da nova trilogia, A Resistência conseguiu cumprir o que prometeu

A Resistência é uma resposta imediata ao fim de Rebels como também ao retorno de Star Wars no cinema. Assim como na série de livros Aftermath, essa série animada percorre os anos anteriores aos dos Episódios VII, VIII e IX, porém também correndo em paralelo aos eventos desses filmes.

Diferente da estética já estabelecida pelas animações anteriores, A Resistência tem algumas mudanças no visual, mas se manteve fiel ao universo Star Wars. Uma prova disso é ter trazido Oscar Isaac, Domhnall Gleeson e Gwendoline Christie retornando aos papéis de Poe Dameron, General Hux e Capitã Phasma. Essa é uma boa indicação para os que gostariam de conhecer mais sobre esses personagens e a Primeira Ordem, mas não se sentem tão inclinados a consumir os quadrinhos de Star Wars.

Animação adjacentes

Star Wars: Guerra dos Clones (2003)

Mesmo suas histórias não sendo mais consideradas canônicas, essa animação foi crucial para a inserção de Star Wars nas animações

As Guerras Clônicas podem ser canônicas, mas não a primeira animação expandindo esse sombrio momento de Star Wars. A produção em 2D de 2003 foi a primeira a tentar desenvolver os eventos que se passavam entre os Episódios II e III. Criada por Genndy Tartakovsky, criador de Samurai Jack, essa animação permaneceu no coração dos fãs e serviu como inspiração para a série Guerra dos Clones.

Com três temporadas e vinte e cinco episódios, ela foi responsável por introduzir o General Grievous , um dos vilões com visual e história mais interessantes da franquia.

Star Wars: Visions

Lançada em 2021, Visions é um dos projetos mais distintos da franquia

Entre tantos projetos, Visions é o mais ambicioso dessa lista. Com um caráter experimental, a série animada mergulhou na cultura japonesa e reuniu nove grandes estúdios. Entre eles, tivemos Science SARU (Devilman Crybaby), Trigger (Kill la Kill), Production I.G. (Attack on Titan), Kinema Citrus (Made in Abyss), Studio Colorido (Burn the Witch), Geno Studio (Golden Kamuy) e Kamikaze Douga (Batman: Ninja).

Lançada em 2021, a série traz histórias fechadas, trazendo variados momentos da linha do tempo da saga. Com diferentes estilos de animações e narrativas, essa é a série animada mais versátil da franquia, se adequando a todos os tipos de público.

Star Wars: Droids: The Adventures of R2-D2 and C-3PO

As Aventuras de R2D2 e C-3PO pode ser visto na Disney+

Porém, se engana quem acredita que Guerra dos Clones foi a primeira tentativa da Lucasfilm em emplacar Star Wars no mundo das animações. Em 1985, R2-D2 e C-3PO protagonizaram suas aventuras em 13 episódios animados.

Finalizando a temporada com um especial de uma hora, Droid se passava antes dos eventos de Uma Nova Esperança e trouxe Boba Fett para a trama. Quase como uma forma de se redimir pela morte súbita do personagem, a produção é uma forma de conhecer um pouco mais do caçador de recompensas e de como o universo Star Wars foi formado.

Ewoks

Um dos sucessos dos anos 80 de Star Wars eram os Ewoks

Os Ewoks são um ponto delicado nos filmes da “galáxia muito, muito distante”. Alguns adoram seu visual fofo, outros acham que a inserção deles na trama é infantil e desnecessária. Porém, nos anos 80 foi um sucesso, tanto que os dróides dividiram espaço na grade de programação infantil das TVs americanas com os bichinhos peludos. 

A série não é muito diferente das produções infantis da época. Focando na amizade de um grupo de Ewoks, mergulhamos na mitologia dos aliens, da Floresta da Lua e das sagradas árvores da alma desse povo.

Star Wars Galaxy of Adventures

Em Galaxy of Adventures, revemos momentos icônicos da franquia

Com o retorno de Star Wars aos cinemas, surgiu uma dúvida: Como atrair um público novo para a franquia? Enquanto as séries animadas tiveram uma baixa na produção, a forma que a Disney encontrou para apresentar os filmes antigos para o público infantil foi com Galaxy of Adventures.

Lançado entre 2018 e 2019, a série animada possui 36 episódios, cada um com uma duração de um minuto até um minuto e quinze segundos. Recriando cenas icônicas da saga Star Wars, a produção se destaca pelo visual, mas decepciona em conteúdo. Muito mais como uma porta de entrada do que um lugar para se perder, Galaxy of Adventures cumpre o que promete.

Star Wars Galaxy of Creatures

Galaxy of Creatures se debruça nas curiosas criaturas do universo Star Wars

Partindo do mesmo propósito que o item anterior, Galaxy of Creatures é uma série de episódios curtos, porém, desta vez, abordando a fauna diversa do universo Star Wars. Nos seus doze episódios, a série segue o dróide SF-R3, Aree, um membro da Sociedade Galáctica dos Entusiastas de Criaturas. A partir do seu olhar, conhecemos um pouco mais da selva galáctica.

Star Wars Detours

Com seu tom satírico, Detours nunca chegou a ser lançada

Detours é uma “possível pérola perdida” da saga Star Wars. E o motivo para o “possível” é o fato de que a série nunca foi transmitida. Trinta e nove episódios foram produzidos e havia previsão de serem lançados em meados de 2013, mas a animação nunca chegou a ver a luz do sol.

Especula-se que o principal motivo para ter sido arquivada foi a aquisição da marca pela Disney, uma vez que a série tinha um público alvo maduro, além de uma narrativa satírica. Nesse período, Star Wars estava tentando encontrar o seu foco comercial. Isso, somado com o desenvolvimento da nova trilogia, fez com que Star Wars Detours não parecesse a melhor forma de retomar a franquia.

Star Wars: Blips

Blips foi um dos curtas utilizados para promover a nova trilogia

Fazendo parte do material promocional de Star Wars: O Último Jedi, Blips foi uma série de curtas animados feitos para o Youtube. Nele, encontramos alguns dos personagens do núcleo “fofo” da franquia. Entre eles os porgs, BB-9E, 2BB-2 e BB-4

Star Wars: Roll Out

Com um design inspirado no BB-8, Roll Out serviu como material promocional de O Último Jedi

Ainda tratando do Youtube, Roll Out é uma série animada criada para o canal do Youtube Star Wars Kids. A ideia começou quando o animador japonês, Hideo Itoyanagi, criou uma animação recontando os eventos de O Despertar da Força, mas com os personagens feitos em semelhança ao dróide BB-8

Em 2017, em busca de promover O Último Jedi, a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, convidou o Hideo para fazer uma série de curtas no mesmo estilo.

Star Wars: As Forças do Destino

Animação colocou o foco no universo feminino da saga

Já a websérie As Forças do Destino foi uma forma de exaltar o núcleo feminino de Star Wars. Ainda no formato de curtas, cada episódio segue a história de uma personagem da franquia. Com duas temporadas, a produção conseguiu reunir personagens icônicas como a Princesa Leia, como também Padmé Amidala, Jyn Erso, Sabine Wren e Ahsoka Tano.

Menção Honrosa: Star Wars Lego

A parceria LEGO e Star Wars percorre animações, jogos e produtos licenciados

Se já não parecia muita coisa, em 1999 a LEGO firmou uma parceria com Star Wars que perdura até hoje. Além de produtos licenciados e jogos inspirados na franquia, existe uma longa lista de animações e séries ambientados no universo de Star Wars. Veja a lista abaixo:

  • LEGO Star Wars: As Crônicas de Yoda (2013)
  • LEGO Star Wars: Microfighters (2014 – 2016)
  • LEGO Star Wars: Droid Tales (2015)
  • LEGO Star Wars: The Resistance Rises (2016)
  • LEGO Star Wars: The Freemaker Adventures (2016 – 2017)
  • LEGO Star Wars: Celebrate the Season (2020 – 2021)

Em uma realidade muito distante: Attack on Stars Wars

Essa é para os que gostam de animações de boa qualidade feitas por fãs. Sendo um pequeno roubo comparado aos outros da lista, os vídeos do youtuber な6IXLXRD podem não ser oficiais, mas transbordam em qualidade, se tornando um material indispensável para qualquer fã.

O artista fez uma série de vídeos reunindo o melhor de dois mundos: aberturas de anime e o universo Star Wars. Entre cenas da saga clássica até a atual, cada abertura traz músicas já conhecidas pelos otakus, mas com uma estética única. 

Com tantas produções, quase não dá para sentir falta de mais conteúdos de Star Wars. Porém, esse universo ainda tem muito para contar. Enquanto no mundo das séries live action Obi-Wan Kenobi chega na Disney+ no dia 27 de maio, Bad Batch retorna este ano para uma segunda temporada.

Aproveite e continue lendo:

Imagem de perfil
Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ. Ele | Elu