Sir Sidney Poitier, o primeiro homem negro a vencer o Oscar de Melhor Ator, morre aos 94 anos

Capa da Publicação

Sir Sidney Poitier, o primeiro homem negro a vencer o Oscar de Melhor Ator, morre aos 94 anos

Por Chris Rantin

Morreu hoje, aos 94 anos, o lendário ator Sidney Poitier. Conhecido por seus trabalhos icônicos na Hollywood clássica, ele foi o primeiro homem negro a vencer o Oscar de Melhor Ator, além de ser uma das inspirações para o visual do Lanterna Verde John Stewart nos quadrinhos da DC Comics.

De acordo com o NY Post, a causa da morte de Poitier não foi revelada. Seu falecimento foi anunciado por Fred Mitchell, Ministro de Relações Internacionais da Bahamas que disse: “Nós perdemos um grande bahamense e eu perdi um amigo pessoal”.  O Primeiro Ministro da Bahamas Philip Brave Davis, deve presidir um tributo ao ator e seus 71 anos de carreira.

O Vice-Primeiro Ministro, Chester Cooper disse ao Guardian Nassau:

“Estamos tristes por ele não estar mais aqui para dizer o quanto ele é importante para nós, mas comemoraremos por ele ter feito tanta coisa para mostrar ao mundo que os de origens mais humildes podem mudar o planeta.” 

Poiter atuou em mais de 50 filmes, sendo um dos rostos mais icônicos da Hollywood clássica. O ator foi o primeiro homem negro a vencer o Oscar de Melhor Ator, conquistando a estatueta por Uma Voz nas Sombras, em 1963. Entre seus principais filmes, os destaques vão para Adivinhe Quem Vem para Jantar, No Calor da NoiteAo Mestre com Carinho. Em 2002 ele recebeu outro Oscar, dessa vez pelo Conjunto da Obra e por suas contribuições à indústria cinematográfica.

Quando John Stewart foi criado em 1971, Poitier foi a inspiração para o visual do Lanterna Verde, que foi o primeiro homem afroamericano a ser parte do grupo. Na época, o ator tinha 44 anos.

Sidney Poitier, inspiração para o visual de John Stewart

Além de atuar na Era de Ouro de Hollywood, Poitier também foi um grande ativista dos direitos civis, o que lhe rendeu a Medalha Presidencial da Liberdade, entregue a ele por Barack Obama em 2009. Seu trabalho político também merece destaque: O ator foi Embaixador das Bahamas no Japão entre 1997 e 2007.

A Legião dos Heróis lamenta o falecimento do ator.

 

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"