Capa da Publicação

Peaky Blinders: Quem foi Diana Mitford na vida real?

Por Jaqueline Sousa

Quem acompanha Peaky Blinders desde o início sabe que a série gosta de brincar com a mistura entre elementos ficcionais e fatos da vida real. Com a sexta e última temporada, lançada na Netflix na última semana, não foi diferente: assim como outras figuras históricas presentes na trama, a personagem Diana Mitford, interpretada pela atriz Amber Anderson, também foi inspirada em uma pessoa que realmente existiu. Mas quem foi ela?

Na série, Diana Mitford é introduzida como a nova amante do fascista Oswald Mosley (Sam Claflin), outra figura que também é baseada em um homem que de fato existiu. Assim como na ficção, Diana também conheceu Mosley na vida real, e teve uma vida bastante controversa.

Na vida real, Diana Mitford também se envolveu com Oswald Mosley.

De acordo com a Town & Country, antes de se casar com o fascista, Mitford já tinha se casado uma vez com Bryan Guinness, o herdeiro da famosa companhia irlandesa Guinness. O matrimônio fez com que ela alcançasse certo prestígio no cenário social da época, o que fez com que o divórcio dos dois causasse um escândalo.

 

Por outro lado, a vida política de Diana tinha começado a tomar forma ainda na adolescência: ela até chegou a visitar Winston Churchill, o famoso primeiro-ministro do Reino Unido, algumas vezes na época. Entretanto, Mitford não compartilhava das mesmas visões políticas que Churchill, já que ela fazia parte do círculo social do líder nazista Adolf Hittler, que esteve presente em seu casamento com Mosley.

Diana Mitford e Oswald Mosley faziam parte do círculo social do líder nazista Adolf Hitler.

Na visão de Nancy Mitford, a irmã de Diana que chegou a reportar o o comportamento dela ao serviço de inteligência britânico, a fascista era descrita como “brutal e uma egoísta astuta, uma fascista devota e admiradora de Hitler, e que, sinceramente, desejava a queda da democracia inglesa no geral” (via BBC).

Diana e Mosley foram presos em 1940, permanecendo na cadeia por cerca de três anos. Sua morte só veio a acontecer em 1973.

A sexta temporada de Peaky Blinders está disponível na Netflix.

Aproveite também:

Imagem de perfil
Jaqueline Sousa

Jornalista. Apaixonada por cinema, música e literatura. | @jqlnsss