Nicolas Cage não gosta de ser chamado de ator

Capa da Publicação

Nicolas Cage não gosta de ser chamado de ator

Por Chris Rantin

Adorado por uns, transformado em meme por outros, Nicolas Cage possui uma longa carreira em Hollywood como um dos atores mais conhecidos. Ele, no entanto, está pedindo para que não o chamem de ator, dizendo que esse termo implica algo bem negativo.

Conversando com o podcast Variety’s Awards Circuit podcast, Cage sugeriu que a palavra dramaturgo seria mais interessante para descrevê-lo.

“Para mim sempre foi ‘oh, ele é um grande ator, então ele deve ser um grande mentiroso,'” disse. “Então correndo o risco de parecer um c*zão pretensioso, eu gosto da palavra ‘dramaturgo’ porque dramaturgo significa que você está levando isso em seu coração, ou você está indo para a sua imaginação, ou sua memórias e seus sonhos, e você está trazendo algo de volta para se comunicar com o seu público.” 

Atuação de Nicolas Cage em Pig está sendo muito elogiada.

Ainda nesse assunto, Cage aproveitou para ressaltar a maneira que encara a arte da atuação e como ele gosta de brincar com isso:

“Foi minha tia Talia Shire que disse pra mim pela primeira vez que ‘Naturalismo é o estilo’,” disse. “E eu também acredito muito na sincronicidade das artes, e que você poderia fazer uma forma de arte e dar outro significado. Sabe, na pintura, por exemplo, você pode ser abstrato, pode ser fotorrealista, pode ser impressionista, por que não tentar isso com uma performance de filme?”

Ele continuou:

“Stanislavski disse que a pior coisa que um ator pode fazer é imitar. Sendo um tanto rebelde, eu queria quebrar essa regra. Então eu tentei isso com Coração Selvagem, fazendo uma interpretação mais parecida com Warhol no personagem Sailor Ripley. Em filmes como Ghostland: Terra Sem Lei ou até mesmo A Outra Face ou O Beijo do Vampiro, eu estava experimentando com o que eu gosto de chamar de Kabuki Ocidental ou algo mais Barroco ou um estilo mais operístico de uma performance fílmica. Quebrando desse naturalismo, de certa forma, para expressar minha performance de uma forma mais ampla.” 

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"