Capa da Publicação

Marvel dá a Venom novo e impressionante traje nos quadrinhos

Por Gus Fiaux

Venom tem tido um dos arcos mais interessantes dos quadrinhos recentes da Marvel, com direito a um enredo assustador onde Eddie Brock se vê preso no Jardim do Tempo, após ter morrido na primeira edição de seu título mais recente. Porém, ele acaba de desbloquear um “modo de guerra” do seu simbionte alienígena.

Em Venom #8 (via CBR), de Al Ewing Bryan Hitch, podemos ver Eddie Brock se concentrando nas memórias que teve ao lado do simbionte – especialmente a primeira vez que foi encontrado por Venom, em uma catedral, o que fez com que passasse por uma veloz mudança e transformação em vilão.

Enquanto isso, na Terra presente, Dylan Brock – o filho de Eddie – continua tentando se unir ao simbionte de seu pai, enquanto busca por Bedlam, um simbionte vermelho e preto que pode ter condições de ajudá-lo a encontrar Eddie. Porém, sem que o garoto saiba, seu pai passa por outra grande transformação.

Ao detectar um “elo mental” com seu simbionte, Eddie acaba ativando um modo de batalha de Venom, ganhando um novo traje completamente diferente de tudo que já usou nos quadrinhos. O próprio traje se identifica como “klyntar de batalha, tipo-dois, classe-bélica“.

Confira o visual abaixo:

Traje de batalha do Venom.

Com esse traje, Venom acaba indo parar na Terra, no ano 60134, onde encontra e enfrenta Kang, o Conquistador. A edição então termina com o próprio Kang oferecendo sua ajuda para que Eddie Brock possa se libertar de vez dos domínios do Jardim do Tempo.

Embora comece relutante em acreditar em Kang, Eddie acaba aceitando a oferta. Quando o Conquistador vai embora e o deixa sozinho, Venom decide ir até a “sala do pequeno conquistador“, que pertence a Meridius, um vilão que foi apresentado em edições anteriores.

A consciência de Eddie ficou aprisionada nos Jardins do Tempo em Venom #1, depois que Dylan é forçado a ver seu pai morrendo em sua frente. Desde então, o garoto tem tentado resgatar Eddie – sem saber que seu pai está viajando por vários momentos de sua própria vida, revisitando a própria conexão que tem com o simbionte da raça klyntar.

Venom #8 está à venda nas bancas norte-americanas, sem previsão de publicação no Brasil.

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux