Capa da Publicação

Kim Possible: Relembre episódio do desenho feito para se vingar dos executivos da Disney

Por Gabriel Mattos

Kim Possible foi um dos maiores feitos do Disney Channel. O canal produziu muitos desenhos marcantes, expandindo o catálogo da Disney de forma bastante criativa, mas poucos foram tão ousados quanto o programa da espiã juvenil. Os produtores sempre achavam um jeito de burlar as regras e chegaram até mesmo a produzir um episódio especificamente para se irritar os executivos da Disney.

Para quem não se lembra, este desenho acompanhava as aventuras da adolescente Kim Possible, uma garota ruiva que equilibrava o dia a dia na escola com uma vida secreta de espiã. Ter uma protagonistas femininas em uma série de ação já quebrava barreiras na época, mas os roteiristas Bob Schooley e Mark McCorkle iam além em todas as oportunidades possíveis.

A dupla prezava pela liberdade criativa e encontrava um jeito de reverter todas as exigências dos executivos em algo inusitado que irritaria os engravatados. Quando pediram que houvesse um mascote animal na série, por exemplo, ao invés de trazer algo fofo, a dupla optou por um rato-toupeira pelado. Parece razoavelmente inocente, mas a ideia era só fazer a Disney transmitir um desenho que usasse a palavra “pelado” sem censura.

Ron segurando um prato cheio de comida mexicana e a Kim Possible, comendo salada, só julgando.

Episódio popular foi criado na força do ódio.

Então quando receberam ordens para fazer um episódio sobre alimentação saudável, pode acreditar que eles pensaram no jeito mais insano de tecnicamente fazer o que era pedido, mas de um jeito os executivos não esperavam. O resultado foi o capítulo da quarta temporada chamado “Tamanho Grande“, que faz sátira com o filme Super Size Me: A Dieta do Palhaço.

Assim como no documentário, muito usado nas escolas nos anos 2000, o companheiro da Kim, Ron Stoppable, decide comer combos tamanho grande todo dia em uma rede de fast food mexicana para provar que sua comida não faz mal. As coisas não vão como imaginava e ele ganha muito peso muito rápido, a ponto de comprometer uma missão de espião.

Enquanto invadiam uma convenção de vilões, o peso de Ron acaba sendo demais para o duto de ar em que estavam escondido. O chão cede e o garoto cai em um tonel de caramelo experimental dos vilões que, misturado com sua dieta nada saudável, lhe transforma em um monstro enorme com uma fome insaciável por comida processada. Ele vira um Hulk de queijo e nacho!

Ron transformado em um hulk laranja nacho

“Ron esmaga!”

O garoto só é parado quando os irmãos mais novos de Kim conseguem forçá-lo a comer alimentos mais saudáveis com uma arma de atirar vegetais. A lição do dia: ter uma dieta balanceada não deixa você virar um maníaco mutante. Não é o roteiro educativo que os executivos imaginavam, mas teoricamente preenche os requisitos.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Editor, repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse