Capa da Publicação

Por que Kakashi escolheu treinar Sasuke em vez de Naruto para o Exame Chunin?

Por Junno Sena

O Exame Chunin de Naruto é um dos mais populares da série. Utilizado para testar as habilidades dos genin e receber a promoção para chunin, uma boa preparação para o exame é a chave para o sucesso. E, por isso mesmo, pareceu estranho quando Kakashi decidiu treinar Sasuke e não Naruto. A resposta para isso começa algo que os dois compartilham, o Sharingan.

Conhecido como o “Olho Copiador Giratório”, a habilidade pode ser adquirida pela consanguinidade, como no clã Uchiha, ou através de uma transferência. Na fase clássica do anime, os principais personagens com essa carta na manga são Kakashi e Sasuke,

De acordo com o “Ninja que Copia”, ele já foi capaz de copiar mais de 1000 jutsus ao longo da vida. Porém, a técnica não é simples de ser utilizada por ele, uma vez que ele possui apenas um dos olhos com um Sharingan, além de não ser pertencente ao clã Uchiha.

Sasuke e Kakashi na fase clássica de Naruto

Por isso, ao ver o rápido avanço da técnica nas mãos de Sasuke, Kakashi viu no garoto alguém que pudesse superar o seu domínio sobre o dojutsu. Mais tarde no anime, o sensei comenta como ele e seu aluno são parecidos. Em um primeiro momento, parece se tratar apenas de um favoritismo, mas se trata de um análise inteligente sobre o potencial de Sasuke.

Essa visão vem de sua própria experiência com o Sharingan, técnica que foi determinante para aprender e dominar técnicas de taijutsu e se equiparar ao seu rival Guy, professor de Rock Lee. Sendo o único usuário da técnica, ele se tornou a escolha mais óbvia para desenvolver os poderes de Sasuke.

Sem contar que ambos parecem ter uma afinidade com jutsus de origem elétrica, os aproximando ainda mais. Enquanto isso, Naruto encontrou em Jiraiya a mesma aproximação de Sasuke e Kakashi, uma vez que o jutsu de invocação se tornou uma das principais habilidades do ninja na época.

Aproveite e continue lendo:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.