Capa da Publicação

Hulk ganha um novo poder surpreendente nas HQs

Por Junno Sena

As aventuras de Bruce Banner têm levado o herói a lugares estranhos. Entre dividir sua consciência em três partes, como uma forma de controlar o Hulk, e precisar se isolar para não ferir mais ninguém, em Hulk #7, o herói mostrou que sua raiva pode gerar poderes desconhecidos.

Na história, escrita por Donny Cates e com arte de Martin Coccolo, descobrimos que Hulk, aparentemente, matou cerca de dezessete pessoas em um bar em El Paso, no Texas. Por esse motivo, os Vingadores enviaram Thor em uma missão de busca para impedir o Gigante Esmeralda de uma vez por todas.

Junto do Homem de Ferro, uma luta se desencadeia entre a dupla de Vingadores e o Hulk. Aos poucos percebemos que Bruce Banner parece ter entrado em um novo estágio da mutação gamma.

Sua raiva, como apontada por Thor, parece queimar o chão ao seu redor e lhe garantiu a habilidade de lançar raios pelos olhos. Assustado com o que presenciou, Tony Stark pergunta: “O que foi isso? O Hulk consegue atirar lasers pelos olhos agora?”.

Thor e Homem de Ferro ficam surpresos com os novos poderes do Hulk

Já faz um tempo que o Hulk não tem entrado neste nível de descontrole. Até o momento, Banner havia divido a si mesmo em três: a consciência que controla o Hulk em uma nave, o corpo do Hulk com uma espécie de coleira e uma parte responsável pela raiva do monstro. Esta última, presa na “sala de máquinas” de Bruce.

Ainda sem grandes explicações de como o herói chegou neste ponto, o que podemos afirmar é que o personagem parece ter se tornado uma grande pilha de radiação gamma, sendo capaz de expeli-la com explosões e raios pelos olhos.

A energia foi tanta que, nos momentos finais, a radiação foi capaz de reunir Thor e Hulk em um mesmo corpo. Veja a imagem abaixo:

Após uma explosão com a força de 300 bombas de radiação Gamma, Hulk e Thor parecem ter se unido em um mesmo corpo

Com o avanço dos poderes de Hulk, a Marvel, agora, possui a sua própria versão do “Superman do mal”. Um tropo constantemente utilizado pela DC Comics, em que consiste em uma ameaçadora força destrutiva que parece incapaz de ser contida.

Aproveite e continue lendo:

Imagem de perfil
Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ. Ele | Elu