Homem-Aranha: Como Flash Thompson descobriu a identidade secreta de Peter Parker

Capa da Publicação

Homem-Aranha: Como Flash Thompson descobriu a identidade secreta de Peter Parker

Por Gus Fiaux

Um dos heróis mais amados do mundo, o Homem-Aranha pode até ser considerado uma “ameaça pública” pelos seus principais rivais, mas sempre foi tido como um dos grandes defensores de Nova York. Além de ganhar fãs aqui do “lado de fora” dos quadrinhos, ele também conquistou muitos admiradores dentro das suas histórias, como é o caso de Flash Thompson, que durante anos foi um grande fã do Amigão da Vizinhança.

O problema é que Flash estudava junto de Peter Parker e não fazia ideia de que ele era o herói por trás da máscara. Ao longo de muito tempo, ele pegou no pé de Parker e sempre o tratou com desprezo, praticando bullying só porque podia. Mas afinal, como será que ele descobriu a identidade secreta do herói nos quadrinhos? Aqui, reunimos alguns detalhes coletados pelo CBR e vamos explicar!

Flash Thompson, o rival e valentão

Criado por Stan Lee Steve Ditko, o valentão Flash Thompson apareceu pela primeira vez nas páginas da HQ Amazing Fantasy #15, a mesma em que o Homem-Aranha fez sua primeira aparição nos quadrinhos. No início, ele foi concebido como o rival “humano” do herói, que dava trabalho para sua vida civil e pegava em seu pé durante todo o período do colegial.

Mas havia um porém: embora odiasse Peter Parker – um ódio que perdurou até a faculdade -, ele era um grande fã do Homem-Aranha. Tiete de carteirinha, ele tinha camisas e até colecionáveis inspirados no herói. Com o passar dos anos, Flash acabou se aproximando de Peter e até se tornou amigo dele, a ponto de ser um de seus padrinhos no casamento com Mary Jane Watson.

Porém, ele só descobriu a identidade secreta do Aranha (pela primeira vez) durante a Guerra Civil, quando Peter se juntou ao lado do Homem de Ferro e revelou sua identidade secreta para o mundo em uma propaganda da Lei de Registro dos Super-Humanos. Por um tempo, Flash se recusou a acreditar que isso era verdade, mas ele acabou aceitando quando viu Peter defendendo alguns alunos da universidade onde ambos trabalhavam.

Acontece que, como já sabemos das HQs Um Dia a Mais Um Momento no Tempo, Peter acabou fazendo um acordo com o Doutor Estranho para que ele pudesse apagar sua identidade secreta da mente de todos no mundo – e assim, até mesmo Flash Thompson esqueceu que ele era o Homem-Aranha, embora os dois continuassem a ter um relacionamento pacífico e amistoso, longe do bullying dos dias de Ensino Médio.

Flash Thompson, o herói e aliado

Pouco tempo depois, Flash Thompson se tornou um soldado e passou a servir em guerras no mundo afora. Em um desses conflitos, ele acabou perdendo as duas pernas, mas entrou para um programa governamental para se tornar o Agente Venom, usando o simbionte que pertencera a Eddie Brock para trabalhar em perigosas missões, ao passo em que se provava uma grande herói.

O simbionte claramente tinha memórias sobre Peter Parker ser o Homem-Aranha, mas por alguma razão nunca as revelou para Flash. Então, ele continuou no escuro quanto a esses detalhes, enquanto lutava junto de vários heróis como os Guardiões da Galáxia – sim, durante uma fase, Flash chegou a se tornar um herói espacial, usando o traje simbiótico.

Eventualmente, o simbionte acabou retornando para as mãos de Eddie Brock e Flash acabou ganhando outro visual – o simbionte branco que o transformou em Agente Anti-Venom. Ali, ele voltou para a Terra e, em uma das missões ao lado dos heróis-aranha para enfrentar o Duende Vermelho (Duende Verde com simbionte do Carnificina), ele ouviu Teia-de-Seda chamar o Homem-Aranha de “Pete”.

Após confrontar o Aranha, ele revelou que sabia que Peter Parker estava por baixo da máscara. Os dois heróis se acertaram e mostraram respeito mútuo um pelo outro, mas isso acabou pouco tempo depois, quando o Duende do nada apareceu e matou Flash na frente de Peter. Agora, Flash já foi ressuscitado e continua pleno como herói, mas nunca tivemos outra interação entre ele e o Aranha, então não sabemos se ele ainda sabe desse segredo de Parker…

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux