Capa da Publicação

Grande desacordo com Vin Diesel foi o motivo para saída do diretor de Velozes & Furiosos 10

Por Gus Fiaux

A saga Velozes & Furiosos anda passando por alguns problemas em sua reta final. O décimo filme, previsto para chegar aos cinemas no ano que vem, perdeu o diretor Justin Lin recentemente, por conta de supostas “diferenças criativas”. Porém, tudo indica que o motivo dessa separação foram brigas sistemáticas com Vin Diesel, conhecido por seu papel como Dominic Toretto.

Recentemente, o The Hollywood Reporter fez um grande artigo citando os motivos pelos quais Lin deixou o décimo filme da franquia, mesmo sendo um diretor consolidado que comandou metade dos filmes anteriores. Pelo visto, o cineasta estava tendo muita “dificuldade” para trabalhar com Diesel, o grande astro da franquia.

Os dois teriam tido um grande desentendimento no dia 23 de abril, um dia após o começo das filmagens, quando Vin Diesel apareceu sugerindo diversas mudanças no roteiro. O que era para ser uma simples conversa terminou em uma discussão completa, com um deles batendo uma porta ao sair do local, alegam fontes próximas à produção.

Um produtor amigo de Lin, que não tem envolvimento com a franquia e cujo nome não foi revelado, chegou a dizer em entrevista ao NY Daily News alguns dos motivos que teriam acelerado a decisão do diretor: “Eu nunca vi nada desse nível. Lin está deixando para trás um salário de US$ 10 ou US$ 20 milhões. Diesel chega tarde no set. Ele não sabe suas falas. E ele aparece fora de forma.”

Os conflitos culminaram no dia 25 de abril, quando Lin supostamente teria dito: “Esse filme não vale a minha saúde mental”. Ele e a Universal Pictures chegaram a um acordo no dia seguinte e anunciaram sua saída. Desde então, o filme estava com as filmagens paralisadas, mas seu orçamento estava custando US$ 1 milhão a mais a cada dia sem um novo diretor.

Justin Lin já era um diretor conhecido da franquia, tendo dirigido o terceiro, o quarto, o quinto, o sexto e o nono filme da saga.

Após a saída de Lin, foi confirmado pela Variety na última segunda-feira (02) que Louis Leterrier (de O Incrível Hulk Truque de Mestre) assumiria o comando do décimo filme. Leterrier tem uma boa experiência com filmes de ação, ainda que nunca tenha dirigido nada da franquia Velozes & Furiosos.

Até agora, a Universal Pictures nega que a saída de Justin Lin tenha sido motivada por desavenças com Diesel. Em um comunicado a imprensa, o estúdio disse: “Quaisquer diferenças criativas que levaram à saída de Justin Lin aconteceram com o estúdio, e não com os outros produtores ou o elenco do filme.”

Porém, essa declaração pode ser interpretada como uma forma de amenizar as polêmicas de bastidores e manter o interesse no filme constante. Vale lembrar que Velozes & Furiosos 10 é apenas a primeira parte do “final” dessa saga, e que ainda há um décimo primeiro filme previsto para 2024.

Velozes e Furiosos 10 está programado para chegar aos cinemas em maio de 2023.

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux